Locus  

Alterações no crescimento e no metabolismo de plantas de tomate em resposta à salinidade são atenuadas pela elevada concentração de dióxido de carbono

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Ribeiro, Dimas Mendes
dc.creator Brito, Fred Augusto Lourêdo de
dc.date.accessioned 2017-04-06T14:33:41Z
dc.date.available 2017-04-06T14:33:41Z
dc.date.issued 2016-07-17
dc.identifier.citation BRITO, Fred Augusto Lourêdo de. Alterações no crescimento e no metabolismo de plantas de tomate em resposta à salinidade são atenuadas pela elevada concentração de dióxido de carbono. 2016. 46 f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016. pt-BR
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10007
dc.description.abstract O crescimento e desenvolvimento das plantas envolvem processos que são sensíveis a salinidade dos solos. O aumento da concentração de dióxido de carbono ([CO 2 ]) na atmosfera durante as últimas décadas tem despertado crescente interesse na função desse gás como um sinal do ambiente envolvido na regulação do crescimento e desenvolvimento das plantas. Apesar da conhecida associação entre elevada [CO 2 ] e crescimento vegetal, pouco se sabe sobre as inter-relações entre o estresse salino e o metabolismo central na regulação do crescimento em plantas cultivadas sob elevada [CO 2 ]. Assim, no presente estudo, investigou-se a regulação metabólica e a modulação das trocas gasosas em resposta as alterações no crescimento de plantas de tomate (Solanum lycopersicum L. cv Santa Clara) imposta pelo estresse salino em plantas cultivadas em ambiente (400 μmol mol -1 ) e sob elevada [CO 2 ] (750 μmol mol -1 ). O NaCl promoveu redução na taxa de crescimento relativo (TCR) e biomassa total, atribuídas principalmente a redução na fotossíntese (A), condutância estomática (g s ) e concentração intercelular de CO 2 (C i ), sem ocorrer danos oxidativos e de fotoinibição. No entanto, os efeitos inibitórios do crescimento foram mitigados em plantas tratadas com NaCl cultivada em [CO 2 ] elevada, via aumentos em A, g s e C i . Ademais, aumentos dos níveis de carboidratos e aminoácidos, redução de ácidos orgânicos e baixa respiração no escuro em plantas sob estresse salino em [CO 2 ] ambiente afetou a capacidade energética das plantas. Por outro lado, a habilidade das plantas de tomate tratadas com NaCl em utilizar mais eficientemente o elevado nível de carbono sob [CO 2 ] elevada influenciou diretamente o seu crescimento. Em conclusão, os resultados mostram que [CO 2 ] elevada foi requerida para acoplar o metabolismo primário ao crescimento das plantas mantidas sob condições de estresse salino. pt-BR
dc.description.abstract The plant growth and development involve processes that are sensitive to soil salinity. The increased carbon dioxide concentration ([CO 2 ]) into the atmosphere during the latest decades has attracted increasing interest in the function of this gas as an environmental signal involved in the regulation of plant growth and development. Despite the known association between elevated [CO 2 ] and plant growth, little is known about the interrelationships between salt stress and central metabolism in growth regulation in plants grown under elevated [CO 2 ]. Thus, in the present study, it was investigated metabolic regulation and modulation of gas exchange in response to changes in growth of tomato plants (Solanum lycopersicum L. cv Santa Clara) imposed by salt stress in plants grown under ambient (400 μmol mol -1 ) and elevated [CO 2 ] (750 μmol mol -1 ). NaCl promoted reduction in relative growth rate (TCR) and total biomass mainly attributed to decrease in photosynthesis (A), stomatal conductance (g s ) and intercellular CO 2 concentration (C i ), without the occurrence of oxidative damage and photoinhibition. However, the growth inhibitory effects were mitigated in plants treated with NaCl grown under elevated [CO 2 ] via increases in A, g s e C i . Furthermore, increases in the levels of carbohydrates and amino acids, reduction of organic acids and low dark respiration in plants under salt stress cultivated in ambient [CO 2 ] affected the energy capacity of the plants. On the other hand, the ability of tomato plants treated with NaCl to more efficiently use the high level carbon in the elevated [CO 2 ] directly influenced their growth. In summary, the results show that elevated [CO 2 ] was required to couple the primary metabolism to growth of plants cultivated under salt stress. en
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Solanum lycopersicum - Fisiologia vegetal pt-BR
dc.subject Plantas - Efeito do sal pt-BR
dc.subject Fotossíntese pt-BR
dc.subject Carbono - Metabolismo pt-BR
dc.subject Plantas - Metabolismo pt-BR
dc.title Alterações no crescimento e no metabolismo de plantas de tomate em resposta à salinidade são atenuadas pela elevada concentração de dióxido de carbono pt-BR
dc.title Changes in the growth and metabolism of tomato plants in response to salinity are attenuated by high concentration of carbon dioxide en
dc.type Dissertação pt-BR
dc.subject.cnpq Ciências Agrárias pt-BR
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/1051058834812932 pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Biologia Vegetal pt-BR
dc.degree.program Mestre em Fisiologia Vegetal pt-BR
dc.degree.local Viçosa - MG pt-BR
dc.degree.date 2016-07-17
dc.degree.level Mestrado pt-BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

  • Fisiologia Vegetal [270]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal

Mostrar registro simples

Buscar no Repositório


Navegar

Minha conta