Locus  

Mudança estrutural e dualismo no Brasil: uma análise insumo- produto para os anos 2000 e 2007

Show simple item record

dc.contributor.author Rodrigues, Rossana Lott
dc.contributor.author Brene, Paulo Rogério Alves
dc.contributor.author Sesso Filho, Umberto Antonio
dc.contributor.author Moretto, Antonio Carlos
dc.date.accessioned 2018-11-21T19:06:13Z
dc.date.available 2018-11-21T19:06:13Z
dc.date.issued 2014-12-30
dc.identifier.issn 21774153
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.5935/2177-4153.20140029
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/22582
dc.description.abstract A reestruturação produtiva da economia brasileira, ocorrida a partir dos anos 1990, em conjunto com a desconcentração industrial e a maior inserção do Brasil no comércio internacional fez nascer uma controvérsia enfrentada pela economia nacional sobre estar ou não havendo uma desindustrialização no país pós 1990. A fim de contribuir com este debate o presente artigo tem por objetivo analisar o tema por uma perspectiva diferente, qual seja a de observar a importância dos setores pela ótica dos indicadores econômicos calculados a partir das matrizes insumo-produto nacionais estimadas para os anos de 2000 e 2007. Assim, foram estimados os multiplicadores de produção, emprego, valor adicionado e importação e os índices de ligação intersetoriais de Rasmussen-Hirschman. Como principal resultado tem-se que a discussão da desindustrialização e da doença holandesa pode ser superada por um debate ainda mais preocupante, a saber, a necessidade de retomada do planejamento estratégico da estrutura produtiva da economia brasileira. pt-BR
dc.description.abstract The productive restructuring of the Brazilian economy, which occurred from the 1990s, together with the industrial decentralization and greater inclusion of Brazil in international trade gave rise to a controversy facing the national economy on whether or not there is a de industrialization process in the country after 1990. In order to contribute to this debate this paper aims to examine the topic from a different perspective, which is to observe the importance of sectors from the perspective of economic indicators calculated from the national input-output matrices estimated for the years 2000 and 2007. Thus, the production, employment, added value and imports multipliers were estimated, together with the Rasmussen-Hirschman linkages indexes. The main result is that the discussion about de industrialization and the Dutch disease can be overcome by an even more worrying debate, namely the need to resume the strategic planning the productive structure of the Brazilian economy. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Capital Científico pt-BR
dc.relation.ispartofseries v. 12 n. 4, out. / dez. 2014 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Insumo-produto pt-BR
dc.subject Desindustrialização pt-BR
dc.subject Mudança estrutural pt-BR
dc.subject Dualismo pt-BR
dc.subject Desenvolvimento econômico pt-BR
dc.subject Input-output pt-BR
dc.subject De-industrialization pt-BR
dc.subject Structural change pt-BR
dc.subject Dualism pt-BR
dc.subject Economic development pt-BR
dc.title Mudança estrutural e dualismo no Brasil: uma análise insumo- produto para os anos 2000 e 2007 pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [270]
    Artigos Técnico-científicos na área de Economia Rural

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account