Locus  

Efeitos do crescimento, desigualdade e Bolsa Família sobre a pobreza

Mostrar registro simples

dc.creator Leal, Priscila de Queiroz
dc.date.accessioned 2015-03-26T13:18:05Z
dc.date.available 2014-08-18
dc.date.available 2015-03-26T13:18:05Z
dc.date.issued 2012-07-05
dc.identifier.citation LEAL, Priscila de Queiroz. Effects of growth, inequality and Bolsa Família on poverty.. 2012. 99 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento econômico e Políticas públicas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012. por
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br/handle/123456789/3274
dc.description.abstract Este estudo procurou calcular e analisar o impacto do crescimento, da redistribuição de renda e do Programa Bolsa Família (PBF) sobre a variação da pobreza e extrema pobreza no Brasil no período entre 2003 e 2009. Primeiramente buscou-se mensurar a probabilidade do indivíduo ser pobre , extremamente pobre ou não pobre quando beneficiário do PBF. Em seguida foi possível através do escore de propensão (PSM) calcular o quanto em termos percentuais o programa contribuiu para a redução da pobreza entre os beneficiários no ano de 2006. Por último foi realizada a decomposição da pobreza em dois componentes, crescimento e redistribuição, através da decomposição de Shapley, no período de 2003 e 2009, o que permitiu quantificar e analisar os efeitos de cada um dos componentes na variação dos índices de pobreza: a proporção de pobres (P,0), o hiato da pobreza (P,1) e a desigualdade entre os pobres (P,2) , com e sem a renda proveniente do PBF (rdpc e rdpcl). A partir das análises do modelo logit multinomial, foi possível concluir que indivíduos com alguma dessas características: não-brancos, com baixa escolaridade (menos de oito anos de estudo), ocupados em trabalhos informais ou desempregados, residentes em zonas urbanas e nas Regiões Norte e Nordeste com destaque para o Nordeste, além de famílias com pai e mãe ou mães solteiras com todos os filhos em idade abaixo de 14 anos, têm maior probabilidade de estar em situação de pobreza e extrema pobreza. Além disso, a análise do modelo também mostrou que em 2006 o PBF aumentou a razão de chance de o beneficiário ser pobre ou extremamente pobre. Já a análise do ATT, apontou um resultado significativo, o que indicou que, em 2006, apesar dos aspectos negativos, o PBF ajudou a reduzir a proporção de pobres e extremamente pobres em 30 pontos percentuais entre os beneficiários, demonstrando que a renda advinda do programa tem sido de extrema importância para complementar a renda domiciliar per capita das famílias beneficiárias.Os resultados da decomposição da pobreza mostraram que no período analisado o componente crescimento econômico foi o principal responsável pela redução das medidas de pobreza no país, e o componente de redistribuição de renda atuou como um complemento ao crescimento econômico. Além disso, quando somado a renda proveniente do PBF, tanto o crescimento econômico como a redução da desigualdade foram mais eficazes na redução da pobreza. pt_BR
dc.description.abstract This study sought to calculate and analyze the impact of growth, income redistribution and Programa Bolsa Família (PBF) on the variation of poverty and extreme poverty in Brazil, between 2003 and 2009. First, we tried to measure the probability of an individual being poor , extremely poor or not poor when the beneficiary of the PBF. Then it, was possible through the propensity score (PSM) to calculate how much in percentage the program contributed to reducing poverty among the beneficiaries in 2006. Finally the decomposition was carried out in two components of poverty, growth and redistribution through the Shapley decomposition, between 2003 and 2009, which allowed to quantify and analyze the effects of each component in the variation in poverty rates: the proportion of poor (P,0) , the poverty gap (P,1) and inequality among the poor (P,2) , with and without the income from the PBF (rdpc and rdpcl). From the analysis of the multinomial logit model, it was concluded that some individuals with these characteristics: non-whites, with lower education (less than eight years), engaged in informal jobs or unemployed, living in urban areas and in North and Northeast regions with emphasis on the Northeast, than two-parent families or single mothers with all children aged below 14 years are more likely to be in poverty and extreme poverty. Furthermore, the model analysis also showed that in 2006 the PBF increased odds ratio of the beneficiary to be poor or extremely poor. The analysis of ATT, showed a significant result, which indicated that in 2006, despite the negative aspects, the PBF helped reduce the proportion of poor and extremely poor in 30 percentage points among the beneficiaries, showing that the income from the program has been extremely important to supplement household income per capita of the beneficiary families. The decomposition results show that poverty in the period we analyzed economic growth was primarily responsible for the reduction of poverty measures in the country, and the component of income redistribution served as a complement to economic growth. Moreover, when added to income from PBF, both economic growth and reducing inequality were more effective in reducing poverty. eng
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.format application/pdf por
dc.language por por
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa por
dc.rights Acesso Aberto por
dc.subject Crescimento por
dc.subject Desigualdade por
dc.subject Bolsa família por
dc.subject Growth, Inequality, Family Bag eng
dc.title Efeitos do crescimento, desigualdade e Bolsa Família sobre a pobreza por
dc.title.alternative Effects of growth, inequality and Bolsa Família on poverty. eng
dc.type Dissertação por
dc.contributor.advisor-co1 Santos, Vladimir Faria dos
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://lattes.cnpq.br/5215950216933713 por
dc.contributor.advisor-co2 Cassuce, Francisco Carlos da Cunha
dc.publisher.country BR por
dc.publisher.department Desenvolvimento econômico e Políticas públicas por
dc.publisher.program Mestrado em Economia por
dc.publisher.initials UFV por
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO::CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO por
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/6104309397476281 por
dc.contributor.advisor1 Toyoshima, Sílvia Harumi
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788531T6 por
dc.contributor.referee1 Lima, João Eustáquio de
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783228J6 por
dc.contributor.referee2 Cirino, Jader Fernandes
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4757681Z9 por


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

  • Economia [97]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Economia

Mostrar registro simples

Buscar no Repositório


Navegar

Minha conta