Locus  

Características físico-químicas e microbiológicas da mistura milho moído e farelo de soja ozonizada utilizada na alimentação de frangos de corte

Mostrar registro simples

dc.creator Benevenuto Júnior, Augusto Aloísio
dc.date.accessioned 2015-03-26T12:31:28Z
dc.date.available 2013-09-13
dc.date.available 2015-03-26T12:31:28Z
dc.date.issued 2013-04-19
dc.identifier.citation BENEVENUTO JÚNIOR, Augusto Aloísio. Physicochemical and microbiological characteristics of the ozonated mixture of ground corn and soybean meal used in the feeding of broilers. 2013. 93 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013. por
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br/handle/123456789/751
dc.description.abstract Objetivou-se com este estudo avaliar o efeito do gás ozônio nas características físico-químicas e microbiológicas da mistura milho moído e farelo de soja exposta a diferentes períodos de tempo (0, 10, 20, 30 e 40 h), numa concentração de 11,25 mg L-1, vazão do gás de 5 L min-1. Foram utilizadas rações formuladas com a mistura, milho moído e farelo de soja, exposta ao ozônio, para avaliar o desempenho, o rendimento de carcaça e a qualidade de carne de frangos de corte. O efeito do gás ozônio sobre os microrganismos foi avaliado pela contagem total de aeróbicos mesófilos, pela contagem total de bolores e leveduras e pelo número mais provável de coliformes totais e coliformes termotolerantes. Para avaliar as características físico-químicas, foram analisados os teores de água, de proteínas, de lipídeos, índice de peróxido e coloração da mistura milho moído e farelo de soja. Na avaliação do desempenho, do rendimento de carcaça e da qualidade de carne de frangos de corte, foram utilizados 384 pintos machos de um dia de idade, da linhagem Cobb-500. Adotou-se o delineamento em blocos ao acaso com 6 (seis) tratamentos, sendo um tratamento controle positivo e 5 (cinco) tratamentos (0, 10, 20, 30 e 40 h) de exposição da mistura de milho e farelo de soja ao gás ozônio e dois blocos (lado um e dois do galpão) com quatro repetições em cada bloco, com fornecimento às aves no período de 1 a 21 dias de idade. Cada unidade experimental foi constituída de oito aves. O tratamento controle positivo que se constituiu-se de ração formulada à base de milho e de farelo de soja sem ozonização, atendendo a mesma exigência nutricional proposta para os demais tratamentos utilizados. As variáveis de desempenho das aves avaliadas foram consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar. Também foram avaliadas o rendimento de carcaça, as vísceras comestíveis fígado, coração e moela, e as partes peito com osso, peito, coxa, sobrecoxa, asa, dorso, pés, cabeça e pescoço. As variáveis de qualidade da carne avaliadas foram pH e capacidade de retenção de água (perda por gotejamento) do músculo do peito. Os resultados demonstraram que o gás ozônio foi eficiente no controle microbiológico da mistura milho moído e farelo de soja, com redução: dois ciclos log (99%), na contagem total de bolores e leveduras; quase três ciclos log (99,9%), na contagem total de aeróbicos mesófilos; e coliformes totais e termotolerantes de 150 NMP g-1, para valores próximos de 4 NMP g-1. Com relação ao efeito do ozônio sobre as características físico-químicas, o teor de lipídeos reduziu 15,7% para uma exposição ao gás ozônio por 40 h. O índice de peróxido aumentou, quando a mistura milho moído e farelo de soja foi exposta ao gás, por até 20 h, embora tenha ficado abaixo de 20 meq kg-1. Com relação aos parâmetros de cor, observaram-se pequenas alterações da luminosidade, do índice do amarelo, da tonalidade e da saturação quando a mistura milho moído e farelo de soja foram expostas, por até 20 h, ao gás ozônio. No período inicial de 1 a 21 dias de idade, os melhores resultados de peso médio, ganho de peso e conversão alimentar dos frangos foram obtidos com ração formulada com milho moído e farelo de soja ozonizada por até 30 h, não diferindo os resultados do tratamento controle positivo; já os tratamentos 0 h e 40 h de exposição ao gás ozônio, o desempenho das aves foi inferior em relação ao tratamento controle positivo. No período de crescimento e final, correspondido entre 21 e 42 dias, e do período total de 1 a 42 dias de idade, o consumo de ração reduziu à medida que se aumentou o período de exposição da mistura milho moído e farelo de soja ao gás ozônio. No período de 1 a 42 dias de idade, o maior ganho de peso e a melhor conversão alimentar foram obtidos para períodos máximos de exposição ao gás ozônio de 14,9 e 22,8 h, respectivamente. Os rendimentos de carcaça e a qualidade da carne dos frangos de corte abatidos aos 42 dias de idade e alimentados na idade de 1 a 21 dias com a mistura milho moído e farelo de soja ozonizada não foram afetados. Concluiu-se que o ozônio é uma alternativa eficaz na descontaminação de ingredientes como milho moído e farelo de soja sem alterações das características físico químicas, podendo ser usado na alimentação de frangos de corte desde que o período de exposição não seja maior que 30 h, na concentração de 11,25 mg L-1 e vazão do gás de 5 L min-1. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this study was to evaluate the effect of ozone gas on the physicochemical and microbiological characteristics of a mixture of ground corn and soybean oil exposed to this gas for different periods (0, 10, 20, 30 and 40 h), at a concentration of 11.25 mg L-1 and flow rate of 5 L min-1. Rations were formulated with a mixture of ground corn and soybean meal exposed to ozone to evaluate performance, carcass yield and meat quality of broilers. The effect of the ozone gas on the microorganisms was evaluated by the total aerobic mesophilic bacteria count, total yeast and mold count and the most probable number of total coliforms and thermo-tolerant coliforms. For the evaluation of physicochemical traits, we analyzed the water, protein and lipid contents, the peroxide value and the color of the mixture of ground corn and soybean meal. For the evaluation of performance, carcass yield and meat quality of broilers, 384 one-day-old male Cobb 500 chicks were used. The design adopted was in random blocks with six (six) treatments: a positive control and 5 (five) treatments (0, 10, 20, 30 and 40 h) of exposure of the mixture of ground corn and soybean meal to the ozone gas and two blocks (side 1 and side 2 of the shed) with four replications in each block, supplied to the birds in the period from 1 to 21 days of age. Each experimental unit was composed of eight birds. The positive control treatment consisted of a ration formulated on the basis of corn and soybean meal without ozonation; the quality standards of the grains for supply to the birds met the nutritional requirement proposed per phases for the other treatments utilized. The bird-performance variables evaluated were feed intake, average bird weight, weight gain and feed conversion. The yield variables assessed were commercial carcass, edible viscera (liver, heart and gizzard) and the parts bone-in breast, breast, thigh, drumstick, wing, back, feet, head and neck. The meat-quality variables evaluated were pH and waterholding capacity (drip loss) of the breast muscle. The results demonstrated that the ozone gas was efficient in the microbiological control of the mixture of ground corn and soybean meal, with reduction of: five log cycles (99.9%) in the total yeast and mold count; almost three log cycles (99.9%) in the total aerobic mesophilic bacteria count; and from 150 MPN g-1 of total and thermo-tolerant coliforms to values close to 4 MPN g-1. Regarding the effect of ozone on the physicochemical traits, the lipid content reduced by 15.7% with exposure to the gas for 40 h. The peroxide value increased when the mixture of ground corn and soybean meal was exposed to the gas for up to 20 h, although it was below 20 meq kg-1. As for the color parameters, there were small alterations in luminosity, in the yellow shade, the tone and the saturation when the ground corn and soybean meal mixture was exposed to the ozone gas for up to 20 h. In the starter phase, from 1 to 21 days of age, the best results of average weight, weight gain and feed conversion in the broilers were obtained with a ration formulated with ground corn and soybean meal ozonated for 30 h, but they were not different from the results of the positive control. In the treatments with 0 and 40 h of exposure to the ozone gas, however, bird performance was lower than positive control treatment. In the final growth period, from 21 to 42 days, and in the total period, from 1 to 42 days of age, feed intake reduced as the period of exposure of the ground corn and soybean meal mixture to the ozone gas was increased. From 1 to 42 days of age, the highest weight gain and the best feed conversion were obtained with the maximum periods of exposure to ozone gas of 14.9 and 22.8 h, respectively. Carcass yields and meat quality of the broilers slaughtered at 42 days of age fed a ration with an ozonated mixture of ground corn and soybean meal from 1 to 21 days were not affected. In conclusion, ozone is an effective alternative in the decontamination of ingredients such as ground corn and soybean meal without alterations in their physicochemical characteristics, so they can be used in the feeding of broilers provided that the period of exposure is no longer than 30 h, at a concentration of 11.25 mg L-1 and a gas flow rate of 5 L min-1. eng
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.format application/pdf por
dc.language por por
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa por
dc.rights Acesso Aberto por
dc.subject Milho por
dc.subject Farelo de soja por
dc.subject Frangos de corte por
dc.subject Corn eng
dc.subject Soybean meal eng
dc.subject Broilers eng
dc.title Características físico-químicas e microbiológicas da mistura milho moído e farelo de soja ozonizada utilizada na alimentação de frangos de corte por
dc.title.alternative Physicochemical and microbiological characteristics of the ozonated mixture of ground corn and soybean meal used in the feeding of broilers eng
dc.type Tese por
dc.contributor.advisor-co1 Geraldo, Adriano
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://lattes.cnpq.br/5916530666875980 por
dc.contributor.advisor-co2 Albino, Luiz Fernando Teixeira
dc.contributor.advisor-co2Lattes http://lattes.cnpq.br/7930540518087267 por
dc.publisher.country BR por
dc.publisher.department Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ por
dc.publisher.program Doutorado em Engenharia Agrícola por
dc.publisher.initials UFV por
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA por
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/1847895869686195 por
dc.contributor.advisor1 Faroni, Lêda Rita D'antonino
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783317H2 por
dc.contributor.referee1 Cecon, Paulo Roberto
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788114T5 por
dc.contributor.referee2 Gonçalves, Rogério Amaro
dc.contributor.referee2Lattes http://lattes.cnpq.br/2441207859930558 por


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

  • Engenharia Agrícola [684]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola

Mostrar registro simples

Buscar no Repositório


Navegar

Minha conta