Locus  

Fluxos passados e potencial de comércio internacional do Brasil por setores, 2000 a 2011

Show simple item record

dc.creator Oliveira, Elizama do Nascimento
dc.date.accessioned 2015-03-19T19:30:12Z
dc.date.available 2014-01-20
dc.date.available 2015-03-19T19:30:12Z
dc.date.issued 2013-05-17
dc.identifier.citation OLIVEIRA, Elizama do Nascimento. Effects of past trade flows and potential international trade by sectors of Brazil, 2000-2011. 2013. 87 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013. por
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br/handle/123456789/83
dc.description.abstract O crescimento e o desenvolvimento econômico de um país estão diretamente ligados ao comércio internacional, que proporciona a ampliação de uma gama de produtos para consumo, assim como ganhos de eficiência, economias de escala, aumento da competição e consequente redução de preços. Os fatores associados às relações econômicas deste comércio auxiliam no entendimento e na ampliação dos fluxos comerciais e, consequentemente, na criação de novos consumidores. Diversos fatores influenciam o comércio entre países, como o nível de produtividade de cada país exportador, as vantagens comparativas existentes na produção, a proporção empregada dos fatores de produção, a presença de economias de escalas, a ausência ou existência de barreiras comerciais e os fluxos passados de comércio, que, por sua vez, influenciam positivamente o comércio presente, que é um processo dinâmico. Esses fatores são relevantes na determinação do comércio internacional e importantes na definição do potencial de comércio existente entre as nações. O potencial de comércio permite observar o nível de integração dos mercados, a existência de comércio inexplorado e a possibilidade de adoção de políticas comerciais para expansão do comércio. Neste sentido, objetivou-se analisar as variáveis determinantes do comércio internacional brasileiro e identificar o potencial de comércio existente nas transações efetuadas nos três setores em análise - básicos, manufaturados e semimanufaturados - no período de 2000 a 2011. Especificamente, buscou-se: a) avaliar os efeitos dominantes dos fatores que afetam o comércio unilateral entre o Brasil e seus principais parceiros, notadamente os fluxos passados, por setor; e b) identificar, por meio do índice do potencial de comércio, para quais setores e países é possível o Brasil ampliar suas relações comerciais. O modelo teórico usado foi a teoria de comércio internacional e do modelo gravitacional. Para atingir os objetivos propostos na pesquisa, foi estimado um modelo a partir do modelo gravitacional com técnica de dados em painel dinâmico e, em seguida, calculados os índices de potencial de comércio para os setores em estudo e para os pares de países da amostra. As variáveis inclusas neste modelo de análise foram: fluxos de exportações do ano anterior, PIB do país importador, PIB do Brasil, taxa de câmbio do país importador, taxa de câmbio do Brasil, dummy para crise, tarifa ad valorem e distância. Os resultados dos coeficientes encontrados para os setores de produtos básicos, manufaturados e semimanufaturados indicam que a renda brasileira e a renda do país importador são fortes determinantes das exportações de produtos básicos, manufaturados e semimanufaturados. Mostram ainda que as exportações passadas confirmam a hipótese de que o comércio internacional segue um processo dinâmico e que as defasagens das exportações dos três setores influenciam positivamente as exportações presentes. Os resultados encontrados para o potencial de comércio indicam que o Brasil obtém sucesso na parceria comercial para o setor de produtos básicos, enquanto, em geral, para os setores de produtos semimanufaturados e manufaturados, existe um potencial de comércio a ser explorado pela maior parte dos países da amostra, indicando uma necessidade de maior integração comercial. Conclui-se pela necessidade de políticas comerciais específicas para os setores de produtos manufaturados e semimanufaturados, de forma que essas políticas incentivem a criação de novas tecnologias na produção e inovação, assim como contribuam para redução dos tributos, estimulando o crescimento e a competitividade no setor industrial. Ademais, é necessária uma política fiscal que contribua para a redução da taxa de juros, de forma a incentivar investimentos na produção e ganhos de produtividade e competitividade. os objetivos propostos na pesquisa, foi estimado um modelo a partir do modelo gravitacional com técnica de dados em painel dinâmico e, em seguida, calculados os índices de potencial de comércio para os setores em estudo e para os pares de países da amostra. As variáveis inclusas neste modelo de análise foram: fluxos de exportações do ano anterior, PIB do país importador, PIB do Brasil, taxa de câmbio do país importador, taxa de câmbio do Brasil, dummy para crise, tarifa ad valorem e distância. Os resultados dos coeficientes encontrados para os setores de produtos básicos, manufaturados e semimanufaturados indicam que a renda brasileira e a renda do país importador são fortes determinantes das exportações de produtos básicos, manufaturados e semimanufaturados. Mostram ainda que as exportações passadas confirmam a hipótese de que o comércio internacional segue um processo dinâmico e que as defasagens das exportações dos três setores influenciam positivamente as exportações presentes. Os resultados encontrados para o potencial de comércio indicam que o Brasil obtém sucesso na parceria comercial para o setor de produtos básicos, enquanto, em geral, para os setores de produtos semimanufaturados e manufaturados, existe um potencial de comércio a ser explorado pela maior parte dos países da amostra, indicando uma necessidade de maior integração comercial. Conclui-se pela necessidade de políticas comerciais específicas para os setores de produtos manufaturados e semimanufaturados, de forma que essas políticas incentivem a criação de novas tecnologias na produção e inovação, assim como contribuam para redução dos tributos, estimulando o crescimento e a competitividade no setor industrial. Ademais, é necessária uma política fiscal que contribua para a redução da taxa de juros, de forma a incentivar investimentos na produção e ganhos de produtividade e competitividade. pt_BR
dc.description.abstract Growth and economic development is directly related to international trade. International trade increases the variety of products available to countries, as well efficiencies, economies of scale, competition and consequent price reduction. The knowledge of factors associated with international trade helps the expansion of trade flows and creation of new consumers. Several factors influence the trade among countries: the level of productivity in each exporting country; the existing comparative advantages in production; the proportion of employed production factors; the presence of economies of scale; the absence or existence of trade barriers; and flows past trade, since the international trade is a dynamic process. These factors are relevant in determining international trade and are important in defining the potential of trade among nations. The potential trade allows us to observe the level of market integration, the existence of trade "untapped" and the possibility of adopting trade policies to expand the trade. In this sense, the aim of this work was investigate the determinants of Brazil s international trade and identify the potential trade for the sectors under analysis: basic, manufactured and semi-manufactured for the period 2000-2011. The specifics objectives were: a) evaluate the main factors that affect unilateral trade between Brazil and its main partners, mainly the past international flows; b) Identify, through the index of the potential trade, which sectors and countries it is possible for Brazil to expand their international trade. The research used the international trade and the gravity model theory. The dynamic panel data, as proposed by Blundell and Bond (1998), was estimated and the potential trade was calculated by sectors to get the research objectives. The variables included in the dynamic panel model were: export flows from the previous year, GDP from importing country, Brazil's GDP, exchange rate of the importing country, the exchange rate of Brazil, dummy for crisis, ad valorem tariff, and distance. The results for the sectors of commodities, manufactured and semi-manufactured, indicated that Brazilian income and the income of the importing country are strong determinants of exports. Also show that exports past confirm the hypothesis that trade follows a dynamic process, and that the lags of exports of the three sectors positively influence exports present. The results for the trade potential indicated that Brazil gets succeeds in commercial partnership for the commodity sector. To sectors of manufactured and semi-manufactured products there is a potential trade to be "exploited" by many countries, indicating a need for greater trade integration. We conclude that there is a need for specific trade policies for the sectors of manufactured and semimanufactured products, in order to encourage the creation of new technologies in production and innovation, as well as policies that contribute to reducing taxes to stimulate growth and competitiveness in the sector industrial. Moreover, is necessary a fiscal policy to reducing the rate of interest, in order to encourage investment in production and improving productivity and competitiveness. eng
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.format application/pdf por
dc.language por por
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa por
dc.rights Acesso Aberto por
dc.subject Modelo gravitacional por
dc.subject Potencial de comércio por
dc.subject Exportações por
dc.subject Gravity model eng
dc.subject Potential for trade eng
dc.subject Exports eng
dc.title Fluxos passados e potencial de comércio internacional do Brasil por setores, 2000 a 2011 por
dc.title.alternative Effects of past trade flows and potential international trade by sectors of Brazil, 2000-2011 eng
dc.type Dissertação por
dc.contributor.advisor-co1 Almeida, Fernanda Maria de
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://lattes.cnpq.br/4829259372237308 por
dc.publisher.country BR por
dc.publisher.department Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos por
dc.publisher.program Mestrado em Economia Aplicada por
dc.publisher.initials UFV por
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INTERNACIONAL por
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/1123595474150599 por
dc.contributor.advisor1 Gomes, Marília Fernandes Maciel
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780074U1 por
dc.contributor.referee1 Lírio, Viviani Silva
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763739E6 por
dc.contributor.referee2 Mendonça, Talles Girardi de
dc.contributor.referee2Lattes http://lattes.cnpq.br/4012590771325158 por


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Economia Aplicada [405]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account