Locus  

A modernização da agricultura e o emprego rural em Minas Gerais - transformações da década de setenta

Show simple item record

dc.contributor Muniz, José Noberto
dc.contributor Gutierrez, José Solon de Jesus Guerrero
dc.contributor.advisor Barros, Edgard de Vasconcelos
dc.creator Cavalcanti, Ana Elizabeth Solon
dc.date.accessioned 2016-09-02T14:04:45Z
dc.date.available 2016-09-02T14:04:45Z
dc.date.issued 1985-12-20
dc.identifier.citation CAVALCANTI, Ana Elizabeth Solon. A modernização da agricultura e o emprego rural em Minas Gerais - transformações da década de setenta . 1985. 107 f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 1985. pt-BR
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8451
dc.description.abstract 0 presente estudo se propôs a analisar as transformações das re lações de trabalho no campo e do nível e sazonalidade do emprego rural e suas relações com o processo de alteração da base tecno-econômica da produção agrícola no Estado de Minas Gerais, durante a década de 70. Essa proposta de estudo surgiu a partir do reconhecimento da gra_ vidade da situação do êxodo rural em Minas Gerais. Essa situação é muito mais séria que a situação média nacional e coloca o problema do emprego rural como uma questão social que exige soluções. 0 objetivo do estudo Foi o de fornecer informações que possam servir de base para futuros estudos sobre as causas das transformações do emprego rural e das relações de trabalho no campo ou para estudos que pretendam propor soluções para o problema da mão-de-obra rural em Minas Gerais. A análise dos resultados revelou que, no período analisado, a mo dernização agrícola pode ser relacionada a intensificação da sazonalida de do trabalho rural e a substituição das demais relações de trabalho pela relação de assalariamento puro, permanente ou temporário. A queda do nível do emprego rural relacionou-se, no entanto, a processos de estagnação e/ou desorganização econômica do setor agrícola e não ao processo de modernizagao, no Estado de Minas Gerais. Pode-se di zer, então, que em Minas Gerais, os primeiros processos reduzem muito mais a capacidade do setor agrícola de reter a mão-de-obra rural do que o processo de modernização agrícola, o que confere especificidades próprias a transformação capitalista da agricultura mineira. Sugere-se, portanto, que quaisquer medidas no sentido de solucio nar a questão do êxodo rural em Minas Gerais devam passar pela recuperação e crescimento econômico do setor agrícola, como forma de aumentar a capacidade de retenção de mão-de-obra por esse setor; pela redução dos níveis de pobreza rural, de modo a evitar que a população rural seja obrigada a abandonar o setor agrícola por insuficiência de condições econômicas de se manter no setor, e, finalmente, pela reversão do processo de concentração fundiária, dada a relevância desse processo na redução do número de estabelecimentos rurais e consequente expulsão da mão-de-obra retida nesses estabelecimentos. pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Modernização agrícola - Minas Gerais pt-BR
dc.subject Relações de trabalho na agricultura pt-BR
dc.subject Emprego rural - Minas Gerais pt-BR
dc.title A modernização da agricultura e o emprego rural em Minas Gerais - transformações da década de setenta pt-BR
dc.type Dissertação pt-BR
dc.subject.cnpq Extensão Rural pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Economia Rural pt-BR
dc.degree.program Mestre em Extensão Rural pt-BR
dc.degree.local Viçosa - MG pt-BR
dc.degree.date 1985-12-20
dc.degree.level Mestrado pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Extensão Rural [275]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account