Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10005
Tipo: Dissertação
Título: Indução da biossíntese do ácido abscísico e seu papel no metabolismo do etileno associado a germinação de sementes de Stylosanthes humilis H.B.K. sob estresse salino
Induction of abscisic acid biosynthesis and its role in the ethylene metabolism associated with germination of Stylosanthes humilis H.B.K. seeds under salt stress
Autor(es): Silva, Nilo Cesar Queiroga
Abstract: O estabelecimento de uma população de plantas depende dos aspectos adaptativos da germinação de suas sementes. Em condições de laboratório, têm-se indicações de que a habilidade das sementes de Stylosanthes em produzir etileno confere tolerância ao estresse salino durante o processo de germinação. Até o momento, no entanto, as vias regulatórias que conectam o controle da biossíntese do etileno com a germinação das sementes sob condição de estresse salino não são, ainda, conhecidas. Assim, sementes de S. humilis foram escarificadas e transferidas para placas de Petri de vidro ou frascos Erlenmeyer e tratadas com solução de NaCl, ácido 1-carboxílico-1-aminociclopropano (ACC), fluridona e ácido abscísico (ABA), mantendo as no escuro, em câmara de crescimento. Quantificou-se a produção de etileno e ABA em cromatógrafo a gás e cromatografia líquida de ultra performance, respectivamente. Avaliou-se as ações integrativas entre o estresse salino e o metabolismo do etileno no controle da germinação de sementes de estilosante. Os resultados mostram que os efeitos inibitórios do NaCl sobre a germinação de sementes de S. humilis e a biossíntese de etileno foram revertidos por solução do ACC ou fluridona. Além disso, aumento na biossíntese do ABA foi observado quando as sementes foram tratadas com NaCl. Sob condição de estresse salino, as sementes também exibiram maiores níveis de aminoácidos e açúcares em relação ao controle (água desionizada). Entretanto, os níveis de ácidos orgânicos diminuíram em sementes tratadas com NaCl. Assim, o etileno parece ser essencial para acoplar o metabolismo primário ao processo de germinação das sementes de S. humilis sob condição de estresse salino. Esses resultados em conjunto indicam que o efeito do NaCl na germinação de sementes de S. humilis é uma consequência do aumento dos níveis de ABA promovida pela alta concentração de Na+, que induziu a inibição da biossíntese de etileno. Dessa forma, o ABA funcionaria como um sinal necessário para a sobrevivência das sementes de S. humilis sob condição de estresse salino.
The establishment of a plant population depends on the adaptive aspects of the germination of its seeds. In laboratory conditions, there is evidence that the ability of Stylosanthes seeds to produce ethylene gives tolerance to salt stress during the germination process. Nowadays, however, regulatory pathways that control the ethylene biosynthesis with seed germination under salt stress conditions are not yet known. Thus, S. humilis (Townsville stylo) seeds were scarified and transferred to glass Petri dishes or Erlenmeyer flasks and treated with NaCl solution, 1-aminocyclopropane-1-carboxilic acid (ACC), fluridone and abscisic acid (ABA) solution, keeping in the dark, at a growth chamber. The production of ethylene and ABA in gas chromatograph and ultra- performance liquid chromatography were quantified, respectively. The integrative actions between saline stress and ethylene metabolism in the control of germination of Townsville stylo seeds were evaluated. The results showed that the inhibitory effects of NaCl on germination and ethylene biosynthesis of S. humilis seeds were reversed by ACC or fluridone solution. In addition, increase in ABA biosynthesis was observed when the seeds were treated with NaCl. Under salt stress condition, the seeds also exhibited higher levels of amino acids and sugars as compared with control (deionized water). However, organic acid levels decreased in seeds treated with NaCl. Thus, ethylene seems to be essential for coupling the primary metabolism to the germination process of S. humilis seeds under salt stress conditions. Together, these data indicate that effect of NaCl on S. humilis seed germination is a consequence of increased ABA levels promoted by high Na+ concentration, which induced inhibition of ethylene biosynthesis. Thus, the ABA would act as a necessary signal for the survival of S. humilis seeds under salt stress conditions.
Palavras-chave: Sementes
Germinação
Stylosanthes humilis
Etileno
Plantas - Efeito do etileno
Biossíntese
CNPq: Fisiologia Vegetal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Nilo Cesar Queiroga. Indução da biossíntese do ácido abscísico e seu papel no metabolismo do etileno associado a germinação de sementes de Stylosanthes humilis H.B.K. sob estresse salino. 2017. 36f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2017.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10005
Data do documento: 16-Fev-2017
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo603,09 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.