Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10368
Tipo: Dissertação
Título: Pagamento por serviços ambientais e condição de uso intensivo do solo
Payment for environmental services in intensive land use conditos
Autor(es): Monteiro, Luane Ines Brito
Abstract: O crescimento da população mundial impulsiona o aumento da demanda por água e alimentos, consequentemente, cresce a pressão pelo uso da terra para fins de produção de insumos agrícola. No entanto, as possibilidades de expansão de fronteiras agrícolas no mundo são limitadas, além de que, a expansão das atividades agrícolas sem planejamento adequado pode provocar aceleração dos processos erosivos e diminuir a capacidade produtiva da terra. A adoção do planejamento conservacionista é uma alternativa apropriada para superar esta situação, pois através deste pode-se indicar as áreas que devem ser destinadas a cada tipo de ocupação levando em consideração a capacidade de uso e manejo do solo. O Grupo de Pesquisa em Recursos Hídricos (GPRH) desenvolveu uma metodologia para Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) baseada na capacidade de uso e manejo do solo (metodologia GPRH-UFV/PSA), a qual é utilizada neste trabalho com o objetivo de ser avaliada e aprimorada à condição de uso intensivo do solo. Como área de estudo, utilizou-se as bacias dos rios Faxinal e Isabel Alves, que estão localizadas na região hidrográfica do Alto Iguaçu, Estado do Paraná, onde é predominante a exploração intensiva de lavouras temporárias. Os resultados mostram que a metodologia GPRH-UFV/PSA é aplicável para condições de uso intensivo do solo, requerendo adequação nas áreas em Latossolos, com declividade entre 12 e 20% e, com o uso agrícola intensivo. Para estas áreas deve-se revisar o sistema de classificação do solo quanto à sua capacidade de uso e manejo reclassificando estas áreas da classe de capacidade de uso IV para a III. Recomenda-se ainda a exclusão das áreas nas quais o fator restritivo à exploração comercial seja a má drenagem interna pois, neste caso, têm-se critérios conflitantes entre a preservação ambiental e a exploração comercial. Assim, a metodologia GPRH-UFV/PSA deve ser aplicada apenas em condições para as quais o fator restritivo à sua capacidade de uso e manejo do solo esteja relacionado ao controle dos processos erosivos.
The growth of world-wide population drives the increase in demand for water and food. Consequently, there is a build-up in pressure for land use for agricultural input production. However, the agricultural frontier expansion possibilities in the world are limited, not to mention that agricultural expansion activities carried out without adequate planning can accelerate erosive processes and decreasing the land production capability. The adoption of conservation planning is an appropriate alternative to overcome this situation, because through this is possible to indicate which areas should be designed for each type of occupation taking into account usability and soil management. The Research Group in Water Resources (GPRH) developed a methodology for Payment for Environmental Services (PES) based on land use capability (methodology GPRH-UFV / PSA), which is used in this work in order to be evaluated and suitable for intensive land use condition. The study area used was the river basins Faxinal and Isabel Alves, which are located in the river basin of the Alto Iguaçu, Paraná state in Brasil, where is predominantly the intensive exploitation of temporary crops. The results show that the methodology GPRH-UFV/PSA is applicable for intensive land use conditions, requiring adaptation in Latosoils areas, with slopes between 12 and 20% and, with intensive agricultural use. For these areas should review the soil classification system for their land use capability reclassifying these areas of IV land use capability class to III. It is also recommended the exclusion of the areas where the limiting factor for commercial exploitation is the low internal drainage because in this case there is a conflicting criteria between environmental preservation and commercial exploitation. Thus, the GPRH-UFV / PSA methodology should be applied only in a position for which the limiting factor to its land use capability is related to the control of erosion.
Palavras-chave: Solos - Conservação
Solos - Manejo
Solos - Uso
Água - Uso
Agricultura sustentável
CNPq: Engenharia Agrícola
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: MONTEIRO, Luane Ines Brito. Pagamento por serviços ambientais e condição de uso intensivo do solo. 2016. 70 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10368
Data do documento: 19-Fev-2016
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.