Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10390
Tipo: Tese
Título: Simulação de perdas por evaporação na pulverização aérea
Simulation of evaporation losses in aerial spraying
Autor(es): Santiago, Humberto
Abstract: Nas últimas décadas, o uso indiscriminado de agrotóxicos em atividades agrícolas tem sido motivo de preocupação por parte dos pesquisadores que visam promover soluções para a redução do consumo desses produtos. A evaporação e deriva e as principais perdas, e é influenciada pelas condições psicrométricas do ar, como temperatura, umidade e deficit de pressão de vapor. Os métodos para quantificar as perdas por evaporação de agrotóxicos são poucos conhecidos e difíceis de serem avaliados, portanto, objetivou-se, com este trabalho, quantificar as perdas por evaporação e analisar o espectro de gotas em cinco condições de deficit de pressão de vapor do ar e cinco vazões. O experimento foi conduzido em uma câmara climática, com condições psicrométricas controladas, foi utilizado análise de variância com significância de 5% de probabilidade pelo teste t, no Delineamento Composto Central Rotacional (DCCR) e as médias quantitativas foram mensuradas por superfície de resposta. Os parâmetros avaliados foram Porcentagem de Volume de Gotas, com diâmetro na faixa < 100 μm, 100 – 150 μm, 150 – 200 μm, 200 – 250 μm, 250 – 300 μm, 300 – 350 μm, 350 – 400 μm, 400 - 450 μm, 450 - 500 μm, > 500 μm, Dv 10 , Dv 50 , Dv 90 , SPAN, “Perda Real” e “Perda Máxima por Evaporação”. O ensaio para evaporação de gotas em superfície foliar em câmara climática automatizada foi realizado utilizando-se uma microseringa eletrônica para a deposição da gota sobre a superfície da folha de café arábica. O experimento foi conduzido em esquema fatorial (5 x 1), ou seja, cinco deficits de pressão de vapor e uma calda de pulverização (água) em delineamento inteiramente casualizado (DIC). Na análise de variância dos dados significativos a 5% de probabilidade pelo teste t, as médias quantitativas foram mensuradas por regressão quadrática. A deriva foi avaliada em relação ao diâmetro da faixa de 100 μm, 200 μm, 300 μm, 400 μm e 500 μm, em diferentes deficits de pressão de vapor do ar, a análise de variância dos dados significativos a 5% de probabilidade pelo teste t, foi testado as médias quantitativas por regressão quadrática e linear. Pode ser observado nos resultados que, para todas as gotas, independentemente do seu diâmetro, ocorre evaporação, e que a xquantidade de perda máxima da calda de pulverização por evaporação pode chegar a 17%, quando o deficit de pressão de vapor atingir 35 hPa. No experimento, constatou-se que o tempo de evaporação de uma gota na superfície da folha se reduz em 81%, quando o deficit de pressão de vapor do ar varia de 7 hPa a 35 hPa. O tempo de evaporação de uma gota foi de, no máximo, 18 minutos, visto que esse potencial evaporativo depende da interação entre a água e o Deficit de Pressão de Vapor do ar (DPV). As gotas de 100 μm derivam em até 12 metros na condição piscrométrica de 7 hPa. O aumento da vazão de 3,58 L min -1 para 7 L min -1 aumenta o potencial deriva em razão do aumento do número gotas de até 43% dentro da mesma classe de diâmetro. Portanto, a pulverização aérea deve ser monitorada constantemente em razão que suas perdas por evaporação e deriva pode ser intensificada e irá prejudicar a qualidade da aplicação, a condição financeira do produtor e a contaminação da fauna e da flora.
In recent decades, the indiscriminate use of pesticides in agricultural activities has been of concern on the part of researchers to promote solutions to reduce the consumption of these products. Evaporation and drift and the main losses and is influenced by the psychrometric air conditions such as temperature, humidity, vapor pressure deficit. Methods to quantify the losses by evaporation of pesticides are little known and difficult to assess, so if aimed with this work to quantify the losses by evaporation and analyze the spectrum of drops in five vapor pressure deficit conditions air-five flow. The experiment was conducted in a climate chamber with controlled psychrometric conditions, we used analysis of variance with significance level of 5% probability by the t test, and the Delineation Central Composite Rotational (CCRD) and quantitative averages were measured by response surface. The parameters evaluated were percentage drops volume, with a diameter in the range < 100 μm, 100 – 150 μm, 150 – 200 μm, 200 – 250 μm, 250 – 300 μm, 300 – 350 μm, 350 – 400 μm, 400 - 450 μm, 450 - 500 μm, > 500 μm, Dv 10 , Dv 50 , Dv 90 , SPAN, "Real Loss" and "Maximum Loss by Evaporation". The assay for droplet evaporation of leaf surface automated climatic chamber was performed using an electronic microsyringe for depositing the droplet onto the surface of sheet Arabica coffee. The experiment was conducted in a factorial scheme (5 x 1), five vapor pressure deficits and a spray solution (water) in a completely randomized design (CRD). In the analysis of variance of the significant data to 5% probability by the t test, the quantitative medium were measured by quadratic regression. The drift was evaluated in relation to the diameter of 100 μm, 200 μm, 300 μm, 400 μm e 500 μm in different deficits air vapor pressure, analysis of variance of the significant data at 5% probability by t test, was tested by quantitative medium quadratic and linear regression. It can be seen in the results, for all the drops, regardless of its diameter, is evaporation, and the maximum amount of the evaporative spray solution loss can reach 17% when the vapor pressure deficit to 35 hPa. In the experiment, it was found that the evaporation time for a drop on the surface of the sheet is reduced by 81%, when the deficit of xiiair vapor pressure ranges from 7 hPa to 35 hPa. The evaporation time was a drop of no more than 18 minutes, whereas this potential depends on the interaction between evaporative water and air Deficit Vapor Pressure (DPV). The droplets of 100 μm derive up to 12 meters in piscrométrica condition 7 hPa. The increased flow rate of 3.58 L min -1 for 7 L min -1 increases the potential drift due to the increased number of drops to 43% within the same diameter class. Therefore, aerial spraying should be constantly monitored because their losses by evaporation and drift can be intensified and will damage the quality of implementation, the financial condition of the producer and the contamination of the fauna and flora.
Palavras-chave: Pulverização - Equipamento e acessório
Pulverização
Produtos químicos agrícolas - Aplicação
Evaporação
Gotas
CNPq: Engenharia Agrícola
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTIAGO, Humberto. Simulação de perdas por evaporação na pulverização aérea. 2016. 70f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10390
Data do documento: 4-Ago-2016
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.