Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10482
Tipo: Dissertação
Título: Estratificação ambiental, adaptabilidade e estabilidade de linhagens de feijão
Interaction genotypes for environment in the evaluation of common bean lines
Autor(es): Oliveira, Glauco Vieira de
Abstract: Dois ensaios de valor de cultivo e uso (VCU), um com feijão do grupo preto e outro do grupo carioca, foram conduzidos nas safras das “águas”, da “seca” e do “inverno”, nos municípios de Viçosa, Ponte Nova, Coimbra, Leopoldina, Florestal e Capinópolis, em Minas Gerais, nos anos de 2002 e 2003, com o objetivo de avaliar a interação genótipos por ambientes e investigar a eficiência de diferentes métodos para a obtenção de estimativas dos parâmetros adaptabilidade e estabilidade de 20 linhagens avaliadas em 14 ambientes (combinação de safras, anos e locais), bem como a estratificação dos ambientes, com base na produtividade de grãos. As linhagens, de diferentes instituições de origem, incluídas nestes ensaios apresentaram expressiva variabilidade genética, bem como os ambientes de cada ensaio apresentaram variação suficiente para discriminar o potencial destas linhagens, que também apresentaram comportamento diferenciado ao longo dos ambientes em função da ocorrência de interação genótipos por ambientes. Tanto a performance, em relação à produtividade, de algumas linhagens do tipo preto quanto carioca apresentou relação inversa às suas sensibilidades à ferrugem. Os subgrupos formados pela estratificação ambiental, baseada no algoritmo proposto por Lin (1982), apresentaram, em sua maioria, ambientes referentes à safra de inverno, indicando, neste caso, pequeno efeito de locais sobre o comportamento das linhagens nesta safra. A decomposição da interação nas suas frações componentes simples e complexa, pela metodologia de CRUZ e CASTOLDI (1991), não foi eficiente em aprimorar o agrupamento com base no método tradicional de estratificação. A metodologia de estratificação ambiental de MURAKAMI (2001) foi mais eficiente em apontar a similaridade entre os ambientes do que aquela baseada no princípio de interação genótipos x ambientes não significativa, indicando seu potencial neste tipo de estudo. Para a recomendação de cultivares destacou-se o método de CARNEIRO (1998), baseado no trapézio quadrático ponderado pelo CV, em razão da unicidade do parâmetro MAEC, que englobou os conceitos de adaptação, adaptabilidade e estabilidade. Além da recomendação das linhagens para o grupo de ambientes em avaliação, o método permitiu avaliar o comportamento das linhagens em estudo. As linhagens Ouro negro e VI 5700P, de grãos pretos, e OP-NS-331, VI 4899C e VI 0669C, de grãos carioca, apresentaram adaptabilidade geral. Linhagens Valente e VP1, de grãos pretos, e OP-S-82, VC2 e OP-S-16, de grãos carioca, apresentaram adaptabilidade específica às condições favoráveis, ou seja, responsivas à melhoria das condições ambientais. Já para adaptabilidade específica às condições desfavoráveis destacaram-se as linhagens VI 5500P e VP5, de grãos pretos, e VC4, VC5 e VI 4599C, de grãos carioca, sendo, portanto, mais indicadas para os pequenos agricultores.
Two studies of cultivation value and use (VCU), using black and carioca beans were carried in different sowing times: "waters", "drought" and "winter", in farm zone of the cities: Viçosa, Ponte Nova, Coimbra, Leopoldina, Florestal and Capinópolis, in Minas Gerais State, during years 2002 and 2003. The objective was evaluate genotypes x environment interaction and investigate the efficiency of different methods to estimate parameters of adaptability and stability of 20 lines evalueted in 14 ambients (combination of sowing times, years and places), as well as environmental stratification, based in grains yield. The lines from different origin, used in these experiments presented genetic variability, as well as the environmental component of each experiments, presented enough variation to discriminate the lines potential. The lines also presented behavior differentiated along the environmental as function of genotypes x environments interaction. Performance related to the productivity, of some lines of black bean as carioca beans presented inverse relationship to their sensibilities to rust. Subgroups formed by the environmental stratification, based on the algorithm proposed by Lin (1982), presented majority ambient regarding the winter sowing dates, indicating, in this case, little effect of places on lines behavior in this harvest. The decomposition of interaction in their components fractions simple and complex, by CRUZ and CASTOLDI (1991), methodology was not efficient to improve grouping based in traditional method of stratification. The methodology of environmental stratification proposed by MURAKAMI (2001) was more efficient to showing similarity among environments than the methodology based in the principle of genotypes x environments interaction no significant, indicating in potential for use in studies like this. For cultivate recommendation stood out the CARNEIRO (1998) methods, based on the quadratic trapezium meditated by CV, in reason of unique parameter MAEC, that included the adaptation, adaptability and stability concepts. Besides, the recommendation of the lines for group of environments evaluates, the method allowed to evaluate the behavior of lines studied. Lines Ouro Negro and VI 5700P, of black grains, and OP-NS-331, VI 4899C and VI 0669C of carioca grains, presented general adaptability. Lines Valente and VP1, of black grains, and OP-S-82, VC2 and OP-S-16, of carioca grains, presented specific adaptability to favorable conditions, in other words, responsiveness to improvement environmental conditions. To specific adaptability in unfavorable conditions pointed out lines VI 5500P and VP5, of black grains, and VC4, VC5 and VI 4599C, of carioca grains, being, therefore, more suitable for smaller farmers.
Palavras-chave: Feijão - Melhoramento genético
Feijão - Adapta- bilidade
Interação genótipo-ambiente
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Glauco Vieira. Estratificação ambiental, adaptabilidade e estabilidade de linhagens de feijão. 2004. 100 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10482
Data do documento: 20-Fev-2004
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo674,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.