Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1063
Tipo: Tese
Título: Murcha-de-ceratocystis em Mangifera indica, Colocasia esculenta e Tilia americana
Título(s) alternativo(s): Ceratocystis wilt on Mangifera indica, Colocasia esculenta and Tilia americana
Autor(es): Oliveira, Leonardo Sarno Soares
Primeiro Orientador: Alfenas, Acelino Couto
Primeiro coorientador: Siqueira, Dalmo Lopes de
Primeiro avaliador: Guimarães, Lúcio Mauro da Silva
Segundo avaliador: Ferreira, Maria Alves
Terceiro avaliador: Brommonschenkel, Sérgio Hermínio
Abstract: Ceratocystis fimbriata sensu lato é considerado atualmente como um complexo de espécies crípticas que afetam principalmente espécies arbóreas no Brasil e no mundo. Nos últimos anos, descrições de algumas espécies desse complexo foram feitas com base apenas na variação de sequencias da região ITS, como por exemplo a descrição de três novas espécies a partir de isolados obtidos de manga. Entretanto, estudos realizados a partir da clonagem de fragmentos da região ITS de isolados monoascospóricos de C. fimbriata mostraram haver sobreposição de sequencias, não sendo possível a leitura correta do fragmento amplificado, fazendo com que a descrição de novas espécies seja duvidosa. Com isso, o presente trabalho objetivou estudar a taxonomia do fungo obtido de manga, inhame e de Tilia americana por meio da utilização de genes diferentes de ITS e ainda estudar as relações das populações obtidas de manga e inhame por meio de marcadores microssatélite. Análises filogenéticas utilizando genes de mating type, TEF-1α e β-tubulina indicaram que isolados de manga e inhame apresentam baixa variabilidade genética e residem em um único grupo juntamente com isolados obtidos de batata-doce, a partir do qual a espécie foi originalmente descrita. Nenhuma variação morfológica significativa foi observada nos isolados de manga e inhame estudados e experimentos de cruzamento mostraram que eles são capazes de cruzar entre si e ainda cruzar com isolados de batata doce, produzindo descendentes férteis, mostrando que todos pertencem a uma única espécie biológica. A partir de valores de diversidade gênica e genotípica, bem como análise de dendrogramas baseados na frequência alélica, foi possível identificar populações naturais e introduzidas do fungo. Os isolados obtidos de Tilia americana foram identificados como uma nova espécie e descrita como Ceratocystis tiliae, baseado em análises filogenéticas, diferenças na taxa de crescimento micelial, pigmentação do micélio e especificidade ao hospedeiro.
Ceratocystis fimbriata is currently recognized as a complex of many cryptic species that affect mainly woody plants in Brazil and worldwide. In recent years, some of the descriptions of new species within this complex were based solely on variation of ITS sequences, such as the description of three new species obtained from mango. However, the cloning of PCR fragments of ITS gene region from single ascospores isolates of C. fimbriata showed overlap of sequences, showing that it is not possible to correct the reading of the amplified fragment, making the description of new species doubtful.Thus, the present work aimed to study the taxonomy of the fungus obtained from mango, taro and basswood by using different genes instead ITS and also evaluated the relationships of populations of the fungus obtained from mango and taro using mircrosatellite markers. Phylogenetic analysis of mating type genes , TEF - 1α and β - tubulin indicated that isolates from mango and taro have low genetic variability and reside in a single group that includes isolates from sweet potato, from which the species was originally described. No significant morphological variation was observed in isolates from mango and taro and mating experiments showed that they are able to cross to each other and also cross with isolates from sweet potato, suggesting they all belong to a single biological species. The values of gene and genotypic diversity, and analysis of dendrograms based on allele frequency, it was possible to identify natural and introduced populations of the fungus. The isolates obtained from basswood were identified as a new species and described as Ceratocystis tiliae, based on phylogenetic analyzes, differences in mycelial growth, pigmentation of the mycelium and host specificity.
Palavras-chave: Ceratocystis fimbriata
Tilia americana
Variabilidade genética
Ceratocystis fimbriata
Tilia americana
Genetic variability
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Doutorado em Fitopatologia
Citação: OLIVEIRA, Leonardo Sarno Soares. Ceratocystis wilt on Mangifera indica, Colocasia esculenta and Tilia americana. 2014. 91 f. Tese (Doutorado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1063
Data do documento: 16-Abr-2014
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.