Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10835
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização química, física, mineralógica e classificação de solos ricos em ferro do Quadrilátero Ferrífero
Chemical, physical, mineralogical characterization and classification of iron-rich soils of Quadrilatero Ferrifero
Autor(es): Costa, Samuel Ângelo Diógenes da
Abstract: Localizado na porção centro-oeste do Estado de Minas Gerais, o Quadrilátero Ferrífero é uma conhecida província aurífera e ferrífera. Os solos desta região são diversificados quanto a sua classificação e compreendem Cambissolos, Latossolos e Neossolos Litólicos, entre outros. Apesar da importância geológica da região, são ainda escassos os estudos mais pormenorizados a respeito das características desses solos. O presente trabalho teve como objetivos caracterizar solos desenvolvidos a partir ou com influência de itabiritos no Quadrilátero Ferrífero, com o propósito de se conhecer mais sobre suas características físicas, químicas e mineralógicas. Foi também finalidade desse estudo, o melhor entendimento da gênese desses solos e a busca de atributos diagnósticos que permitissem um melhor refinamento taxonômico dentro do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS). Para tanto, foram selecionados cinco Latossolos Vermelhos perférricos, um Latossolo Vermelho férrico e um Neossolo Litólico todos derivados, ou com influência de rochas itabiríticas. Foram incluídas amostras de mais três Latossolos Vermelhos perférricos, com algumas características físicas, químicas e mineralógicas conhecidas, para fins de comparação. Pelos resultados observa-se que os solos apresentam valores de densidade de partícula elevada e estrutura forte muito pequena granular, fatores que parecem contribuir para a subestimação dos teores de argila, resultando em relação silte/argila maior do que aquela proposta pelo SiBCS para a classe dos Latossolos. Os solos são ácidos, distróficos e, em geral, apresentam caráter ácrico. Os baixos valores de saturação e soma de bases, CTC total e efetiva juntamente com os baixos teores de P disponível indicam a restrição agrícola que esses solos apresentam. A variação dos teores de silício, ferro, alumínio e titânio pelo ataque sulfúrico apontam para a diferenciação das rochas itabiríticas ou, ainda, uma provável mistura com rochas filíticas da região. As relações Ki e Kr são muito baixas, devido aos baixos teores de SiO 2 do material de origem. A relação Fe 2 O 3 /TiO 2 não se mostrou ideal para diferenciação de outros Latossolos férricos e perférricos, como aqueles derivados de basalto e de tufito. A grande variação no teor de elementos traços dos solos também indicam diversidade na composição química do itabirito. A relação Fe oxalato /Fe ditionito indica predomínio de óxidos de ferro de maior cristalinidade. Na fração argila predomina hematita, goethita e gibbsita. Na fração silte predomina hematita, goethita, gibbsita e quartzo e na fração areia, hematita e quartzo. De acordo com a cor e a relação Hm/Hm+Gt os solos podem ser enquadrados na classe de solos vermelhos. A magnetização dos solos estudados apresentou grande variação nas frações TFSA, areia, silte e argila. A fração areia é a que apresentou maior magnetização, em razão da presença das minerais ferrimagnéticos.
The Quadrilatero Ferrifero is located on the mid-west part of Minas Gerais state, and it is known for being a gold and iron-wining province. The soils of this area are diverse in their classification and they comprehend Cambisol, Latosol and Litholic Neosol among others. Despite of the geological importance of this area, there are few detailed studies about their soils characteristics. The objectives of this work were to characterize the soils developed from itabirite, in the Quadrilatero Ferrifero, focusing for their physical, chemical and mineralogical characteristics. Also the study aimed a best understanding of their genesis and to find diagnostic attributes to improve the taxonomy of the Brazilian System of Soil Classification (SiBCS). Five Red Latosols, one Red Ferriferous Latosol and one Litholic Neosol were selected for this study. Three more samples of Perferric Red Latosol were included, with known physical and mineralogical characteristics, for comparison purposes. Form the results, it can be seen that the soils showed high particle density, strong very small granular structure and a silt/clay ratio higher than that proposed by the SiBCS for the Latossols class. Also, the soils are acid, dystrophic and present acric character. Low sum of base and saturation, total and effective CTC and available P showed how poor these soils are for agriculture. The variation on iron, aluminum and titanium contents from sulfuric acid attack points to the xdifferentiation of the itabiritic rocks, or even the probable mixture with the filitic rocks of the area. The Ki and Kr ratios were very low due to the low SiO 2 content of the parent material. The Fe 2 O 3 /TiO 2 ratio showed not to be a good parameter to differentiate these soils from other ferriferous and perferric soils as from basalt and tuffite. The great variation of the trace elements content in these soils indicates the diversity of the chemical composition of the itabirites. The Feo/Fed ratio indicates dominance of iron oxides of higher crystalinity. Hematite, goethite, maghemite, quartz, gibbsite and kaolinite, as well as lower amounts of anatase, rutile, ilmenite and mica dominated soils mineralogical composition. The clay fraction contains mainly hematite, goethite and gibbsite, whereas the silt fraction contains also significant proportions of quartz. The sand fraction has dominantly hematite and quartz. According to the color and the Hm/Hm+Gt ratio, these soils can be classified as red soils. Magnetization of the studied soils present great variation on the whole soil, sand, silt and clay fractions. The sand fraction was the one that more contributed to soil magnetization, possible due to ferromagnetic minerals presence.
Palavras-chave: Ferrífero
Itabirito
Classificação
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: COSTA, Samuel Ângelo Diógenes da. Caracterização química, física, mineralógica e classificação de solos ricos em ferro do Quadrilátero Ferrífero. 2003. 71 f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10835
Data do documento: 23-Jul-2003
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,45 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.