Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1094
Tipo: Tese
Título: Comportamento no solo e tolerância de culturas a herbicidas auxínicos
Título(s) alternativo(s): Soil behaviour and crops tolerance to auxinic herbicides
Autor(es): D'antonino, Leonardo
Primeiro Orientador: Silva, Antônio Alberto da
Primeiro coorientador: Ferreira, Lino Roberto
Segundo coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Primeiro avaliador: Santos, José Barbosa dos
Segundo avaliador: Sediyama, Tocio
Abstract: Objetivou-se com este trabalho, avaliar a tolerância das culturas de milho e sorgo aos herbicidas picloram e 2,4-D, os efeitos dessas culturas e das plantas daninhas na persistência desses herbicidas no solo e, também, a lixiviação do picloram em Argissolo Vermelho-Amarelo (AVA) e em Latossolo Vermelho- Amarelo (LVA), com diferentes valores de pH. No primeiro ensaio, avaliou-se a tolerância do milho e do sorgo ao 2,4-D e picloram em condições de campo. Para avaliação da tolerância do milho e sorgo, coletaram-se plantas dessas culturas ao longo do tempo, após a aplicação dos tratamentos, para a determinação das respectivas curvas de crescimento. No segundo experimento, avaliou-se o efeito dessas culturas e das plantas daninhas na persistência desses herbicidas no solo. Este ensaio foi realizado em casa de vegetação, cultivando-se o pepino (Cucumis sativus) como planta indicadora em vasos, contendo amostras de solo coletadas no experimento de campo em diferentes períodos após aplicação dos herbicidas. No terceiro ensaio, foi avaliada a lixiviação do picloram em um Argissolo Vermelho-Amarelo e em Latossolo Vermelho-Amarelo, com diferentes valores de pH. Para isso, foram preenchidas colunas de PVC de 50 cm com estes solos, aplicado sobre as mesmas 160 g ha-1 de picloram e simuladas chuvas de 40, 80 e 120 mm. Após 72 horas, fez-se a abertura lateral das colunas e semeou-se ao longo dessas o Cucumis sativus como espécie indicadora. Verificou-se que plantas de milho tiveram seu crescimento afetado pelos herbicidas, acumulando-se menores quantidades de matéria seca, quando cultivadas em solos com resíduos da mistura picloram + 2,4-D, enquanto as de sorgo, mostraram-se mais tolerantes. Quanto ao efeito residual no solo dos herbicidas avaliados, este não foi influenciado pelos tipos de cultivos ou manejos do solo (milho, sorgo ou plantas daninhas). Não se observou sinal de intoxicação nas plantas indicadoras, cultivadas em amostras de solo coletadas nas áreas tratadas com o 2,4-D na avaliação realizada a partir dos 42 DAA. Todavia, nas plantas cultivadas em amostras de solo, coletadas nas parcelas que receberam a mistura picloram + 2,4-D, apenas a partir dos 150 DAA, não se observou mais sintomas de intoxicação das plantas indicadoras por herbicidas. Verificou-se também, que o picloram apresentou alta taxa de lixiviação em todos os solos estudados e, que sua movimentação no perfil dos solos foi influenciada pelo volume de chuva simulado, pelo pH do solo e, também, por outras características do solo. O aumento do pH do LVA elevou o índice de lixiviação do picloram no solo.
The objective of this work was to evaluate the tolerance of corn and sorghum crops to herbicides picloram and 2,4-D, the effects of such crops and spontaneous vegetation in the persistence of these herbicides in the soil, and also the leaching of picloram in Red Yellow Ultisol and Red Yellow Latosol with different levels of pH. In the first test, it was evaluated the tolerance of corn and sorghum to 2,4-D and picloram in field conditions. To assess the tolerance of maize and sorghum, plants were collected over time to determine their respective growth curves. In the second experiment, it was evaluated the effect of these crops and spontaneous plants in the persistence of these herbicides in the soil. This test was conducted in greenhouse, using cucumber (Cucumis sativus) as indicator plant in pots containing samples of soil collected in the field experiment in different periods after application of herbicides. In the third test, it was evaluated the leaching of picloram in a Red Yellow Ultisol and a Red Yellow Latosol, with different levels of pH. For that, PVC columns with 50 cm length were filled with soil, being applied on them 160 g ha-1 of picloram and then simulated rainfall of 40, 80 and 120 mm. After 72 hours, it was made a side opening on the columns and Cucumis sativus was planted along it, as an indicator species. It was found that maize plants had their growth affected by herbicides and accumulated smaller quantities of dry matter when grown in soil with picloram + 2,4-D residues, while sorghum plants were tolerant. As for the residual effect of the evaluated herbicides on soil, it was not influenced by the type of crops or soil management (maize, sorghum or spontaneous vegetation). There was no sign of intoxication in the indicator plants grown in soil samples collected in the areas treated with 2,4-D in the evaluation from the 42 DAS. However, in plants grown in soil samples collected in the plots that received the mixture picloram + 2,4-D, only from the 150 DAS there were no more symptoms of picloram intoxication on the indicator plants. It was also verified that picloram showed high leaching rate in all soils and that its movement in the soil profile was influenced by the volume of simulated rain, by the soil pH and also by other soil characteristics. Increasing the pH of the Red Yellow Latosol raised the leaching index of picloram in the soil.
Palavras-chave: Picloram
Persistência no solo
Lixiviação
Fitorremediação
Culturas sucessivas
Picloram
Persistence in soil
Leaching
Phytoremediation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: D'ANTONINO, Leonardo. Soil behaviour and crops tolerance to auxinic herbicides. 2008. 61 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1094
Data do documento: 10-Jul-2008
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.