Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1099
Tipo: Tese
Título: Introgressão de genes de resistência à requeima de Solanum habrochaites em Solanum lycopersicum
Título(s) alternativo(s): Introgression of late blight resistance genes of Solanum habrochaites in Solanum lycopersicum
Autor(es): Fiorini, Cibelle Vilela Andrade
Primeiro Orientador: Silva, Derly José Henriques da
Primeiro coorientador: Mizubuti, Eduardo Seiti Gomide
Segundo coorientador: Miranda, Glauco Vieira
Primeiro avaliador: Abreu, Flávia Barbosa
Segundo avaliador: Marques, Maria José Batarda da Silva Granate Sá e Melo
Abstract: Em um programa de pré-melhoramento para tomateiro visando a identificação de potenciais fontes de resistência à requeima foram conduzidos em campo dois experimentos, nos quais foram avaliados um total de 72 genótipos (70 linhagens F8 mais os acessos do BGH-UFV ‘184’ e ‘1497’). As linhagens foram originadas de cruzamento interespecífico entre S. lycopersicum cv. Santa Clara e S. habrochaites f. glabratum acesso BGH 6902. Foram selecionadas como fontes de resistência à requeima 10 linhagens mais o acesso de tomateiro BGH 1497. Posteriormente, objetivando selecionar genitores superiores quanto à resistência à requeima foram realizados dois dialelos em esquema parcial. No primeiro dialelo foram utilizados como genitores as cultivares de tomateiro para mesa Alambra, Fanny, Ikram, Nemo-Netta e o acesso BGH 1497, pertencentes ao grupo I, e cinco linhagens identificadas como 64 B, 73 D, 127 F, 133 A e 163 A, pertencentes ao grupo II. No segundo dialelo foram utilizados como genitores as cultivares de tomateiro para indústria AP 529, AP 533, APT 410, Heinz Caballero, Heinz H7155 e IPA 6, pertencentes ao grupo I, e as linhagens 64 B, 73 D, 127 F, 133 A, 163 A, pertencentes ao grupo II. Nos dois dialelos, tanto os efeitos gênicos aditivos quanto os não aditivos estiveram envolvidos no controle da resistência, sendo de maior importância os efeitos gênicos aditivos. Os melhores genitores, quanto à resistência à requeima, foram as cultivares Ikram, Nemo-Netta, Heinz H7155 e IPA 6 (grupo I) e as linhagens 163 A e 127 F (grupo II). As melhores combinações híbridas foram Nemo-Netta x 133 A, Alambra x 64 B, Fanny x 133 A, AP 533 x 73 A, Heinz Caballero x 163 A e APT 410 x 133 A. A maioria dos genitores selecionados para resistência à requeima foram inferiores em relação à qualidade de frutos. Os melhores genitores, quanto à qualidade de frutos, foram as cultivares Alambra, Heinz H7155 e IPA 6 (grupo I) e as linhagens 127 F, 133 A e 64 B (grupo II). As melhores combinações híbridas foram Alambra x 163 A, Alambra x 133 A, BGH 1497 x 73 A, Fanny x 133 A, Nemo- Netta x 64 B, Nemo-Netta x 163 A, Heinz Caballero x 163 A e Heinz H7155 x 64 B. Os genitores superiores quanto à resistência à requeima farão parte da próxima etapa do programa de melhoramento, visando à obtenção de novas cultivares de tomateiro para mesa e para indústria resistentes à requeima e de qualidade de frutos superiores. Realizou-se estudos adicionais, nos quais ajustou-se o modelo exponencial aos dados de porcentagem de severidade de requeima obtidos dos genótipos dos dois dialelos, obtendo as estimativas geradas para y0 e r e submetendo-as às analises multivariada e de cluster. Para cada estudo, foram obtidos o número ótimo de cluster e um dendograma, no qual foi verificado quais os genótipos que pertenciam aos diferentes grupos obtidos pela discriminação estatística em relação aos vetores dos parâmetros y0 e r. Após, comparou-se as diferentes curvas de progresso de requeima geradas para cada grupo. No primeiro estudo, utilizando-se dos dados obtidos dos genótipos do primeiro dialelo, pela análise de cluster, obteve- se oito grupos, sendo os híbridos Ikram x 73A, Nemo-Netta x 133A, Ikram x 163A e Nemo-Netta x 163A, pertencentes ao Grupo I, os que apresentaram menor taxa de progresso de requeima. No segundo estudo, no qual foi utilizado dados obtidos dos genótipos do segundo dialelo, foram obtidos dez grupos, sendo os híbridos Heinz Caballero x 163 A e Heinz Caballero x 133 A, pertencentes aos Grupos VI e IX, respectivamente, os que apresentaram menores taxas de progresso de requeima.
In a tomato pre-breeding program aiming at identification of potential late blight resistance sources, two field trials were established. A total of 72 genotypes (70 F8 inbred lines and the accessions BGH-UFV 184 and 1497) were assessed. The inbred lines were originated from an inter- specific cross between S. lycopersicum cv. Santa Clara and S. habrochaites f. glabratum accession BGH 6902. The accession BGH 1497 and 10 inbred lines were selected as resistance sources. Subsequently, two partial diallel crosses were performed aiming at selection of superior parents concerning to late blight resistance. In the first diallel, the group I was composed by the parents Alambra, Fanny, Ikram, Nemo-Netta and the accession BGH 1497, and, the group II was formed by the inbred lines 64 B, 73 D, 127 F, 133 A and 163 A. In the second diallel, the group I (tomatoes for industry) was composed by the parents AP 529, AP 533, APT 410, Heinz Caballero, Heinz H7155 and IPA 6, and, the group II was formed by the inbred lines 64 B, 73 D, 127 F, 133 A and 163 A. In both diallels, both additive and non additive genetic effects were involved in the resistance control, with the additive effects being more important. The best parents for blight resistance were the cultivars Ikram, Nemo-Netta, Heinz H7155 and IPA 6 (group I) and the inbred lines 163 A and 127 F (group II). The best hybrid combinations were Nemo-Netta x 133 A, Alambra x 64 B, Fanny x 133 A, AP 533 x 73 A, Heinz Caballero x 163 A and APT 410 x 133 A. The majority of parents selected for late blight resistance presented poor fruit quality. The best parents concerning to fruit quality were the cultivars Alambra, Heinz H7155 and IPA 6 (group I) and the inbred lines 127 F, 133 A and 64 B (group II). The best hybrid combinations for fruit quality were Alambra x 163 A, Alambra x 133 A, BGH 1497 x 73 A, Fanny x 133 A, Nemo-Netta x 64 B, Nemo-Netta x 163 A, Heinz Caballero x 163 A and Heinz H7155 x 64 B. The superior parents for late blight resistance will be advanced for the next phase of the breeding program as a mean to obtain new tomato cultivars with blight resistance and fruit quality. Additional studies were performed and an exponential model was fitted to the percentage of late blight severity obtained from the evaluation of the genotypes of the two diallel crosses. The estimates of y0 and r obtained were subjected to multivariate and cluster analyses. For each study, a dendrogram and an optimal number of clusters were obtained in which the genotypes were allocated to different groups on the base of the statistical discrimination in relation to the vectors of the parameters y0 and r. Different curves of disease progress were compared for each group. In the first diallel eight groups were obtained by the cluster analysis, with the hybrids Ikram x 73A, Nemo-Netta x 133A, Ikram x 163A and Nemo-Netta x 163A, belonging to Group I, the one that presented the smaller rate of disease progress. In the second diallel ten groups were obtained by the cluster analysis, with the hybrids Heinz Caballero x 163 A and Heinz Caballero x 133 A, belonging to the Groups VI e IX, respectively, presenting the smaller rate of disease progress.
Palavras-chave: Pré-melhoramento
Tomate
Phytophthora infestans
Capacidade de combinação
Pre-breeding
Tomato
Phytophthora infestans
Combination capacity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: FIORINI, Cibelle Vilela Andrade. Introgression of late blight resistance genes of Solanum habrochaites in Solanum lycopersicum. 2008. 177 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1099
Data do documento: 17-Mar-2008
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.