Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1109
Tipo: Tese
Título: Interferência de plantas daninhas em características fisiológicas de plantas de mandioca
Título(s) alternativo(s): Weed interference in physiological characteristics of cassava
Autor(es): Aspiazú, Ignácio
Primeiro Orientador: Sediyama, Tocio
Primeiro coorientador: Silva, Antônio Alberto da
Segundo coorientador: Ribeiro Junior, José Ivo
Primeiro avaliador: Ferreira, Francisco Affonso
Segundo avaliador: Ferreira, Evander Alves
Abstract: Objetivou-se com este trabalho avaliar características associadas à fotossíntese e uso da água em plantas de mandioca sob competição com três espécies daninhas. Para isto, foram montados ensaios realizados em condições abertas, sendo as unidades experimentais compostas por vasos de fibra de vidro contendo 150 dm3 de Latossolo Vermelho Amarelo, previamente adubado. Os tratamentos consistiram no cultivo de plantas de mandioca cultivadas isoladamente e associadas a três espécies de plantas daninhas (Bidens pilosa, Commelina benghalensis e Brachiaria plantaginea). Após início da brotação das manivas, cerca de 15 dias após o plantio, fez-se o desbaste das plantas daninhas, semeadas no momento do plantio das manivas, deixando-se três ou seis plantas m-2, de acordo com os tratamentos. No primeiro ensaio, foram avaliadas concentração de CO2 interna na folha (Ci), temperatura da folha no momento da avaliação (Tleaf) e taxa fotossintética (A), sendo calculado também CO2 consumido (ΔC) de plantas de mandioca competindo com três espécies daninhas. No segundo ensaio, foram avaliados condutância estomática de vapores de água (Gs), pressão de vapor na câmara subestomática (Ean), gradiente entre temperatura da folha e do ar (ΔT), taxa de transpiração (E) e eficiência do uso da água (EUA). No terceiro ensaio, foram avaliadas características associadas ao uso da água (taxa transpiratória, condutância estomática de vapores de água, pressão de vapor na câmara subestomática, eficiência do uso da água), bem como à fotossíntese (concentração interna de CO2 na folha, CO2 consumido durante a avaliação, temperatura média das folhas no momento da avaliação e taxa fotossintética) das plantas daninhas. B. pilosa e B. plantaginea competiram de maneira mais eficiente com as plantas de mandioca por quantidades de radiação solar e água, enquanto C. benghalensis parece afetar mais a composição da luz incidente sobre a cultura. No segundo ensaio, B. pilosa foi a espécie que mais afetou o desenvolvimento das plantas de mandioca. B. plantaginea apresentou alta eficiência no uso da água e alta taxa fotossintética. No terceiro ensaio, a espécie B. plantaginea sobrepassou B. pilosa por apresentar menor taxa transpiratória, melhor eficiência de uso da água e maior taxa fotossintética. B. pilosa, por sua vez, foi inferior a C. benghalensis quanto ao consumo de CO2 e temperatura da folha.
The objective of this work was to evaluate characteristics associated with photosynthesis and water use in cassava plants in competition with three weed species. For this, experiments were mounted in open environment conditions, with experimental units consisting of fiber glass vases containing 150 dm3 of Red Yellow Latosol, previously fertilized. Treatments consisted in cultivating cassava plants alone and associated with three weed species (Bidens pilosa, Commelina benghalensis and Brachiaria plantaginea). After cassava shooting, about 15 days after planting, the excess of weeds, sown at the time of cassava planting, was removed, leaving three or six plants m-2, according to the treatments. In the first trial, it were evaluated leaf internal CO2 concentration (Ci), leaf temperature (Tleaf) and photosynthetic rate (A), being also calculated the CO2 consumption (ΔC) of cassava plants. In the second trial, it were evaluated stomatal conductance (Gs), vapor pressure in the substomatal chamber (Ean), temperature gradient between leaf and air (ΔT), transpiration rate (E) and water use efficiency (WUE). In the third trial, it were evaluated characteristics associated with the water use (transpiratory rate, stomatal conductance, vapor pressure in the substomatal chamber, water use efficiency) and photosynthesis (leaf internal CO2 concentration, CO2 consumed during evaluation, leaves average temperature at the evaluation time and photosynthetic rate) of weeds. In the first trial, B. pilosa and B. plantaginea competed more efficiently with the cassava plants by amounts of sunlight and water, while C. benghalensis seems to affect mostly the composition of incident light on the culture. In the second trial, B. pilosa was the species that most affected the development of the cassava plants. B. plantaginea showed high efficiency in water use and high photosynthetic rate. In the third trial, B. plantaginea surpassed B. pilosa by showing lower transpiratory rates, higher water use efficiency and higher photosynthetic rate. B. pilosa, in turn, was inferior to C. benghalensis as for CO2 consumption and leaf temperature.
Palavras-chave: Manihot esculenta
Resistência estomática
Manihot esculenta
Stomatal resistance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: ASPIAZÚ, Ignácio. Weed interference in physiological characteristics of cassava. 2009. 45 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1109
Data do documento: 20-Mar-2009
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf351,85 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.