Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1125
Tipo: Tese
Título: Influência de retardantes de crescimento e da luminosidade na produção de crisântemo de vaso
Título(s) alternativo(s): Influence of growth retardants and light in the production of potted chrysanthemum
Autor(es): Matiello, Hediberto Nei
Primeiro Orientador: Grossi, José Antônio Saraiva
Primeiro coorientador: Barbosa, José Geraldo
Segundo coorientador: Ribeiro Junior, José Ivo
Primeiro avaliador: Puiatti, Mário
Segundo avaliador: Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira
Abstract: Este trabalho avaliou os efeitos da concentração, frequência e tipo de retardantes de crescimento, além de luminosidade, variedade e número de dias longos sobre as características fitotécnicas do crisântemo (Dendranthema grandiflora Tzvelev) em vaso. A distribuição e persistência dos retardantes crescimento também foi verificada nos órgãos da planta. Foram realizados três experimentos. No primeiro experimento as variedades Indianápolis e White Mega Time foram submetidas às combinações dos fatores intensidade luminosa no período de dias longos (150 ou 60 lux), período de dia longo (15 ou 20 dias), retardante de crescimento (daminozide ou clormequat), concentração (0 ou 4000 mg L-1) e frequência de aplicação (9 ou 21 dias). O delineamento foi o de blocos ao acaso com três repetições em um esquema fatorial 26. No segundo experimento estudou-se a variedade Indianápolis tratada com retardante no intervalo de 0 a 4000 mg L-1 para daminozide e clormequat, e de 0 a 80 mg L-1, para o paclobutrazol. A freqüência foi de 9 a 21 dias. O delineamento foi o composto central (DCC) com cinco repetições do ponto central. No terceiro experimento foram realizadas análises cromatográficas nas raízes, caule e folhas da variedade Indianápolis ao longo do tempo após a aplicação de 4000 mg L -1 de daminozide ou 4000 mg L -1 de clormequat ou 80 mg L-1 de paclobutrazol. Os extratos metanólicos das amostras foram submetidos à cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Os experimentos constaram de um delineamento inteiramente casualizado com três repetições para determinação da concentração. No primeiro experimento, ocorreram efeitos de muitas interações duplas, principalmente sobre a altura da planta, o número de hastes florais e do ciclo de cultivo. Intensidade luminosa e freqüência afetaram menor número de características. Plantas da variedade White Mega Time tratadas com o retardante daminozide proporcionaram a produção de plantas com menor altura, menor diâmetro e maior número de botões florais. O segundo experimento demonstrou que o daminozide apresentou efeito da concentração sobre a altura. Altura comercial foi obtida em aplicação única da concentração de 2065 mg L-1. Concentração e/ou frequência de aplicação de clormequat afetaram apenas a produção de matéria seca da planta e apresentou efeito fitotóxico. Plantas com altura comercial foram obtidas com uma única aplicação de 42,85 mg L-1 de paclobutrazol. O terceiro experimento demonstrou que a CLAE foi eficiente em detectar e quantificar o daminozide e paclobutrazol na raiz, caule e folha. O clormequat não foi detectado por CLAE. As folhas apresentaram maior concentração de daminozide e paclobutrazol, seguido de caule e raiz, com maior persistência no caule para o daminozide e na folha para o paclobutrazol.
This work evaluated the effects of concentration, frequency of application and kind of growth retardants, light, type and number of long days in the plant parameters of potted chrysanthemum (Dendranthema grandiflora Tzvelev). The distribution and permanence of the growth retardants in the plant organs were also verified. Three experiments were realized. In the first one, the chrysanthemum varieties Indianápolis and White Mega Time were submitted to combinations of different factors like light in the long days (150 and 160 lux), long day's period (15 and 20 days), kind (daminozide and clormequat), concentration (0 and 4000 mgL-1) and frequency of application (9 and 21 days) of growth retardants. The experimental design was the randomized block with three replications in a 26 factorial way. In the second experiment, the Indianapolis variety was treated with different concentrations of daminozid and clormequat (0 to 4000 mgL-1), and paclobutrazol (0 to 80 mgL-1). The frequency of application was 9 to 21 days. The experimental design was the central composite with five replications of the central point. In the third experiment, methanolic extracts of roots, stems and leaves of the Indianapolis variety were submitted to high performance liquid chromatography (HPLC) analyses after application of 4000 mgL-1 of daminozide, 4000 mgL-1 of clormequat and 80 mg L-1 of paclobutrazol. The experimental design was completely randomized with three replications for each concentration. The results of the first experiment showed many two-factors interactions, mainly in the plant height, number of floral stems and the cultivation cycle. The intensity and frequency of light affected few plant characteristics. Plants of the White Mega Time variety treated with daminozide showed the lower height, smaller diameter and greater number of flower buds. The second experiment showed the effect of concentration of daminozide in the plant height. The commercial height was obtained with only one application of 2065 mgL-1. The concentration and frequency of application of clormequat affected only the dry weight of the plant and showed a phytotoxic effect. Plant commercial height was obtained with one application of 42.85 mgL-1 of paclobutrazol. The third experiment showed that the HPLC was efficient to detect and quantify the daminozide and paclobutrazol in the root, stem and leaf. The clomerquat was not detected. The leaves showed the highest concentration of daminozide and paclobutrazol, followed by stem and root. The daminozide was most persistent in the stem, while the paclobutrazol was in the leaves.
Palavras-chave: Dendranthema grandiflora
Cromatografia
Daminozide
Paclobutrazol
Clormequat
Dendranthema grandiflora
Chromatography
Daminozide
Paclobutrazol
Clormequat
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: MATIELLO, Hediberto Nei. Influence of growth retardants and light in the production of potted chrysanthemum. 2009. 104 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1125
Data do documento: 9-Out-2009
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.