Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1169
Tipo: Tese
Título: Produtividade e características fisiológicas do consórcio milho-braquiária
Título(s) alternativo(s): Productivity and physiological characteristics of Corn-Brachiaria Intercrop
Autor(es): Rodrigues, Orismário Lúcio
Primeiro Orientador: Galvão, João Carlos Cardoso
Primeiro coorientador: Ferreira, Evander Alves
Segundo coorientador: Damatta, Fábio Murilo
Primeiro avaliador: Ferreira, Lino Roberto
Segundo avaliador: Oliveira, Lucimar Rodrigues de
Terceiro avaliador: Vieira, Rogério Faria
Abstract: Foram instalados três experimentos entre os anos de 2007 e 2009. Dois deles em campo e um em casa de vegetação. Os objetivos deste estudo foram: experimento 1 - avaliar os efeitos da época de emergência da braquiária em relação ao milho e da aplicação da mistura de herbicidas atrazine + nicosulfuron em dois níveis de adubação, na fotossíntese, condutância estomática, transpiração e eficiência do uso da água no milho e na braquiária; experimento 2 - avaliar os efeitos de arranjos de plantio da braquiária na atividade da nitrato redutase, e na produtividade do sistema, com quatro híbridos de milho; e experimento 3 - avaliar os efeitos de espaçamento entre fileiras de milho e formas de plantio da braquiária na produtividade do consórcio milhobraquiária-eucalipto. O experimento 1 foi instalado na casa de vegetação do Programa Milho (outubro a dezembro de 2009), na Universidade Federal de Viçosa. Cada parcela era constituída de um vaso de 20 dm3, contendo três plantas de braquiária e uma de milho. Os tratamentos eram compostos por três épocas de emergência da braquiária em relação ao milho (dez dias antes, concomitantemente e dez dias depois), dois níveis de adubação (adubação de referência para vasos e metade desta), com e sem a aplicação da mistura de herbicidas atrazine + nicosulfuron. A aplicação da mistura de herbicidasatrazine + nicosulfuron (subdose) promoveu redução na fotossíntese, transpiração e condutância estomática das plantas de braquiária e incremento nessas características nas plantas de milho. A germinação da braquiária anterior ao milho promoveu decréscimo na fotossíntese, condutância estomática, transpiração e eficiência do uso da água em plantas de milho. As plantas de braquiária mais jovens mostraram-se mais sensíveis à aplicação de herbicidas. O segundo experimento foi conduzido na Estação Experimental de Coimbra (novembro de 2008). O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial, com quatro repetições. Foram utilizados quatro híbridos de milho com diferente arquitetura foliar e ciclos (AGN30A00, BM2202, AG2060 e BM2202) e três modos de plantio da braquiária. A redução do espaçamento promoveu aumento do índice de área foliar dos híbridos de milho da produtividade e reduziu o crescimento das plantas de braquiária. O plantio de duas linhas de braquiária na entrelinha do milho foi o que propiciou maior crescimento da forrageira, bem como redução na atividade da nitrato redutase nos híbridos de milho. O terceiro experimento foi implantado em Viçosa (novembro de 2007), em área de pastagem degradada. O delineamento experimental adotado foi o de arranjo fatorial com quatro repetições. Foram avaliados os híbridos de milho AS1575 (híbrido simples) e DKB 747 (híbrido duplo), consorciados com eucalipto plantado no espaçamento de 8 x 3 m. Os híbridos de milho foram semeados nos espaçamentos de 0,5, 0,75 e 1 m, no sistema plantio direto. A forma de plantio da braquiária variou em função do espaçamento adotado. As variações no espaçamento não influenciaram estatisticamente a produtividade de grãos de milho, porém maiores valores de produtividade foram encontrados no espaçamento de 0,75 m, em razão do melhor aproveitamento da área na entrelinha do eucalipto. A redução no espaçamento entre as fileiras promoveu menor produção de matéria seca de braquiária na colheita do milho; contudo, aos 390 dias após o plantio não foi encontrada diferença entre os tratamentos. Não houve diferença na produção de madeira no eucalipto, em razão do uso de diferentes híbridos de milho e espaçamentos.
Three experiments were installed between the years of 2007 and 2009, two of them made in the field and one held in a greenhouse. Our aims were: experiment 1 - evaluate the effects of emergence time in brachiaria and in the application of atrazine herbicide mixture + nicosulfuron at two levels of fertilization, in photosynthesis, stomatal conductance, transpiration and water use efficiency in corn and brachiaria. experiment 2 - evaluate the effects of planting arrangements of brachiaria in the activity of reductase nitrate, in leaf area index of corn and in the productivity of the system with four corn hybrids and experiment 3 - evaluate the effects of spacing between rows of corn and ways of planting of brachiaria in the productivity of corn-brachiaria-eucalyptus intertroping, The first experiment was conducted in the greenhouse of the Corn Program (from October to December 2009) in the Universidade Federal de Viçosa. The test was conducted in 20 dm3 pots, where the soil has been previously fixed. In each pot three plants of corn were planted and one of brachiaria. The experimental lineation adopted was randomized blocks with four replications in a factorial arrangement. The treatments consisted of three periods of emergence of brachiaria in relation of corn (tendays prior, concurrent and ten days later), two levels of fertilization (fertilization of reference forthis vessel and half one), with and without the application of mixture of atrazine herbicide + nicosulfuron. The application of the herbicide mixture trazine+ nicosulfuron + (sub-dose) induced the reduction in photosynthesis, transpiration and stomatal conductance of brachiaria plants and promoted the growth of these characteristics in corn plants. The germination of brachiaria before the corn promoted a decrease in photosynthesis, stomatal conductance, transpiration and water use efficiency in corn plants. Younger brachiaria plants were more sensitive to the application of herbicides. The second experiment was conducted at the Experimental Station of Coimbra (November 2008), an area belonging to UFV. The experimental lineation adopted was randomized block in factorial arrangement, with four repetitions. Four hybrids corn were used with different cycles and leaf architecture (AGN30A00, BM2202, AG2060 and BM2202) and three arrangements of planting of brachiaria. In the first arrangement, the corn was planted at a spacing of 0.9 m and two rows of brachiaria in between the corn rows, 30 cm distant-row corn. In the second arrangement, the corn was planted in a spacing of 0.9 m and one brachiaria linein the rows of corn and another in the inter-row. The reduction of the spacing promoted the increased leaf area index of corn hybrids, the increased productivity and the reduced of the growth of brachiaria plants. The planting of two lines of brachiaria in between the corn was what resulted in the higher growth of the grass, and caused reduction in activity of reduce tasenitrate in corn hybrids And in the third arrangement, was carried in Viçosa (November 2007), in an area of degraded pasture. The experimental lineation used was a factorial arrangement with four repetitions. We evaluated the corn hybrids AS1575 (simple hybrid) and DKB 747 (double hybrid) under three spacings. The hybrids were planted in spacing of 0.5 m, 0.75 m and 1m in direct system tillage. Corn was sown in rows of the eucalyptus in intertroping with Brachiaria brizantha. The variations in spacing did not influence statistically the productivity of corn, however, higher productivity values were found at the spacing of 0.75 m in the best use of the area between rows of eucalyptus trees. The reduction in spacing between the rows promoted less dry product of brachiaria in the corn harvest, however, 390 days after planting there was no difference between treatments. There was no difference in the production of eucalyptus wood, in order to use of different corn hybrids and used spacing.
Palavras-chave: Milho-Braquiária
Consórcio
Fotossíntese
Corn-Brachiaria
Intercrop
Photosynthesis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: RODRIGUES, Orismário Lúcio. Productivity and physiological characteristics of Corn-Brachiaria Intercrop. 2011. 62 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1169
Data do documento: 8-Jul-2011
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf808,97 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.