Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/12
Tipo: Dissertação
Título: Taxa de câmbio, taxa de juros e preços no regime brasileiro de metas de inflação
Título(s) alternativo(s): Exchange rate, interest rate and prices in the Brazilian system of inflation targets
Autor(es): Salazar, Marlon Bruno
Primeiro Orientador: Vieira, Wilson da Cruz
Primeiro coorientador: Lima, João Eustáquio de
Segundo coorientador: Teixeira, Erly Cardoso
Primeiro avaliador: Silva Junior, Geraldo Edmundo
Segundo avaliador: Braga, Marcelo José
Terceiro avaliador: Fontes, Rosa Maria Olivera
Quarto avaliador: Gomes, Marília Fernandes Maciel
Abstract: A implantação de um novo regime de política monetária no final da década de 1990 implicou importantes mudanças na política de combate à inflação no Brasil. Até o ano de 1999 a política monetária foi restritiva, com uma taxa de câmbio valorizada. Após julho de 1999, o Banco Central passou a ter apenas uma meta: manter a inflação sob controle; para isso, tinha como único instrumento taxa de juros. Nos anos seguintes à implantação do novo regime, a inflação convergiu para as metas fixadas; todavia, em 2002, um ano de crise política, a inflação ultrapassou o limite superior estabelecido, o que colocou dúvidas sobre o poder da taxa de juros em manter a inflação dentro dos limites. Este trabalho teve por finalidade analisar as influências da taxa de juros, taxa de câmbio e produto (PIB) sobre os preços. O modelo teórico utilizado mostra que elevação na taxa de juros implica valorização da taxa de câmbio e, conseqüentemente, redução no nível de preços da economia. Utilizou-se o modelo de Vetores Auto-Regressivos Estruturais (SVAR) para testar a importância do novo regime no controle da inflação via alterações na taxa de juros. O IPCA foi influenciado por choques não antecipados na taxa de juros, influência essa que não se repetiu quando a variável que recebe o choque é a taxa de câmbio. A taxa de juros não foi importante na determinação da taxa de câmbio; inicialmente, uma elevação na taxa de juros desvaloriza a taxa de câmbio até o terceiro mês e a partir desse mês, a influência é no sentido de valorização. Outro resultado encontrado é que aumento no IPCA provoca elevação imediata na taxa de juros, influência esta que se mantém até o sexto mês após o choque (daí em diante o efeito é negativo). Com relação à decomposição da variância dos erros de previsão, o IPCA foi o mais importante para explicar a variação da taxa de juros; a taxa de câmbio foi pouco determinada pela variação da taxa de juros, que por sua vez, foram mais importantes para explicar as variações no IPCA do que o câmbio.
The deployment of a new system of monetary policy at the end of the decade of 1990 meant major changes in policy to combat inflation in Brazil. By the year 1999 monetary policy was restrictive, with an exchange rate that could be valued. After July 1999, the Central Bank started to have only one goal: to keep inflation under control, for that, it had as only instrument the rate of interests. In the following years to the establishment of the new regime, inflation converged to the fixed targets, however, in 2002, a year of political crisis, inflation exceeded the upper limit established, which raised doubts about the power of the interest rate to keep inflation within the limits. This work was intended to examine the influences of the interest rate, exchange rate and product (GDP) on prices. The theoretical models used shows that raising the interest rate implies recovery of the exchange rate and thus reduction in the level of prices of the economy. It was used the model of Vectors Self Regressive Structural (SVAR) to test the importance of the new regime to control inflation by changes in interest rate. The IPCA was influenced by unexpected shocks on the interest rate, this influence was not repeated when the variable that received the shock was the exchange rate. The interest rate was not important in determining the exchange rate; initially, an increase in interest rate devalues the exchange rate until the third month and from this month on the influence aims to recovery. Another found result is that an increase in the IPCA causes immediate lifting on the interest rate, this influence remains until the sixth month after the shock (from this point forward the effect is negative). Regarding the decomposition of the variance from prediction errors, the IPCA had a major importance to explain the change in the rate of interest, the exchange rate was little determined by change in interest rates, which were more important to explain changes in the IPCA than the exchange.
Palavras-chave: Taxa de câmbio
Metas de inflaçãoModelo VAR
Exchange rate
Inflation targets
VAR model
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA MONETARIA E FISCAL::TEORIA MONETARIA E FINANCEIRA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: SALAZAR, Marlon Bruno. Exchange rate, interest rate and prices in the Brazilian system of inflation targets. 2008. 80 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/12
Data do documento: 30-Jan-2008
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf303,1 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.