Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1240
Tipo: Tese
Título: Efeitos da densidade populacional da braquiária sobre as características fisiológicas e produtivas do milho e da forrageira em consórcio
Título(s) alternativo(s): Effects of planting density brachiaria on physiological and productive characteristics of corn and forage intercropping
Autor(es): Silva, Daniel Valadão
Primeiro Orientador: Sediyama, Tocio
Primeiro coorientador: Silva, Antônio Alberto da
Segundo coorientador: Ferreira, Lino Roberto
Primeiro avaliador: Santos, José Barbosa dos
Segundo avaliador: Reis, Marcelo Rodrigues dos
Abstract: O cultivo consorciado do milho com a braquiária é uma das principais técnicas para a recuperação ou reforma de pastagens degradadas e na formação de palhada para o plantio direto. Um aspecto importante na implantação deste sistema é a competição pelos fatores de crescimento (água, luz e nutrientes) das espécies, que se não manejadas adequadamente, pode inviabilizar economicamente o cultivo. Deste modo, o conhecimento das características fisiológicas, nutricionais e produtivas das culturas em consórcio é essencial para a obtenção de técnicas adequadas para o sucesso desse sistema de cultivo. Neste sentido, o objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos de densidades populacionais da Urochloa brizantha sobre as características fisiológicas, nutricionais e produtivas do milho e da forrageira cultivados em consórcio. Para isso foram realizados dois experimentos de campo no delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. No primeiro os tratamentos constituíram do cultivo do milho com oito densidades populacionais da braquiária (0, 8, 9, 12, 14, 15, 17 e 23 plantas m-2) semeadas manualmente na linha de plantio. Aos 60 dias após o plantio do consórcio (DAP) avaliou-se a eficiência nutricional do milho. No segundo, avaliou-se o consórcio do milho com oito densidades populacionais de braquiária (0, 5, 7, 8, 9, 10, 12 e 15 plantas m-2) semeadas a 2 cm de profundidade, sendo determinadas, aos 60 DAP, as características fisiológicas das culturas [condutância estomática (Gs), taxa fotossintética (A), taxa transpiratória (E) e eficiência no uso da água (EUA)]. Nos dois anos, a produtividade de grãos do milho e de matéria seca da braquiária foram avaliadas aos 160 DAP. O aumento da densidade da U. brizantha resultou em redução linear dos teores de nitrogênio, fósforo, cálcio e magnésio e ainda da Gs, A e E das plantas de milho, no entanto, sem alterar os teores de potássio e enxofre e a EUA. As características fisiológicas da braquiária foram influenciadas negativamente pelo sombreamento do milho. Esses resultados refletiram diretamente na produtividade das espécies, sendo que em altas densidades de plantas de braquiária (acima de 8 plantas m-2) a produtividade de grãos do milho foi reduzida em 25 %, enquanto que a forrageira tem sua biomassa diminuída em aproximadamente 85% em comparação ao seu monocultivo. O incremento da densidade de plantio da U. brizantha aumentou linearmente a matéria seca da forrageira com reflexos negativos sobre o peso de espigas, peso de grãos e número de grãos por espiga do milho nos dois anos de avaliação. A produtividade dos grãos foi afetada negativamente em densidades populacionais superiores a 14 e 8 plantas m-2 no primeiro e segundo ano de experimento, respectivamente. Em maiores densidades, as plantas de braquiária reduzem a eficiência da colheita dos grãos de milho. Conclui-se que a magnitude dos efeitos sobre as características fisiológicas, nutricionais e produtivas do milho é dependente da densidade populacional da U. brizantha, enquanto que as características fisiológicas e produtivas da forrageira dependem do sistema de cultivo (consorciada ou solteira).
The maize intercropping with brachiaria is one of the main techniques for refurbishment or renovation of degraded pastures and straw formation to direct seeding. An important aspect in the implementation of this system is the crops competition by growth factors (light, water and nutrients), which if not controlled properly can derail economic cultivation. Thus, knowledge of the physiological, nutritional and productive crop intercropping aspects is essential to obtain adequate techniques for these species management. In this sense, the objective of this research was to evaluate the effects of different densities of Urochloa Brizantha on the physiological, nutritional and productive characteristics of corn and forage cultivate in intercropping. For this, two field experiments were conducted in a randomized complete block design with four replications. In the first experiment, treatments have been the planting corn with eight densities of brachiaria (0, 8, 9, 12, 14, 15, 17 and 23 plants m-2) and at 60 days after planting the intercropping (DAP) evaluated the nutritional efficiency of corn. The second experiment evaluated the maize intercropped with eight brachiaria densities (0, 5, 7, 8, 9, 10, 12 and 15 plants m-2), being determined at 60 DAP, the physiological characteristics of crops [stomatal conductance (Gs), photosynthetic rate (A), transpiration rate (E) and water use efficiency (EUA)]. In the two years the grain yield and dry matter production of brachiarias were evaluated at 160 DAP. The increased density of the U. Brizantha resulted in a linear reduction of the levels of nitrogen, phosphorus, calcium and magnesium and Gs, A and E of corn plants, however without changing the content of potassium and sulfur and the EUA. The physiological characteristics of brachiaria were negatively impacted by shading corn. These results reflected directly in the the species productivity, and the high plant densities brachiaria (above 8 plants m-2) maize productivity is reduced by 25%, while the forage has its biomass decreased by approximately 85% compared to its monoculture. Increased planting density of U. Brizantha linearly increased dry matter forage with negative effects on ear weight, grain weight and number of grains per corn ear in the two years of evaluation. The grain yield was negatively affected in population densities above the 14 and 8 plants m-2 when sown manually in the planting corn or planted to a depth of 2 cm, respectively. At higher densities, the brachiaria plants can reduce the efficiency of the corn harvest. The conclusion was that the magnitude of the effects on the physiological, nutritional and productive characteristics of maize is dependent on U. Brizantha population density, while the physiological and productive characteristics depend on the forage crop (intercropping or monoculture) system.
Palavras-chave: Plantas forrageiras
Urochloa
Brachiaria
Milho
Densidade de Semeadura
Integração lavoura-pecuária
Forage plants
Urochloa
Brachiaria
Corn
Sowing density
Integrated crop-livestock
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: SILVA, Daniel Valadão. Effects of planting density brachiaria on physiological and productive characteristics of corn and forage intercropping. 2014. 61 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1240
Data do documento: 31-Jan-2014
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf506,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.