Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/126
Tipo: Tese
Título: A indústria de construção brasileira sob a ótica da demanda efetiva
Título(s) alternativo(s): The Brazilian construction industry analysed by the effective demand perspective
Autor(es): Teixeira, Luciene Pires
Primeiro Orientador: Braga, Marcelo José
Primeiro coorientador: Carvalho, Fátima Marília Andrade de
Segundo coorientador: Silva, José Maria Alves da
Primeiro avaliador: Macedo, Luiz Antônio de Matos
Segundo avaliador: Silva, Antônio Braz de Oliveira e
Terceiro avaliador: Gomes, Marília Fernandes Maciel
Abstract: O escopo deste estudo é analisar o setor da construção brasileira, identificando o impacto das variáveis econômicas e estruturais consideradas sustentáculos do produto setorial nas economias estaduais, no período 1990 a 2006. Busca-se caracterizar sua estrutura produtiva, analisar a trajetória do produto setorial no contexto da política macroeconômica do período e identificar a importância dos gastos do Estado na estabilidade do produto setorial, avaliando os reflexos das políticas governamentais de incentivo ao setor no crescimento das economias estaduais. A indústria de construção é um setor-chave na estrutura da economia brasileira, com fortes efeitos de encadeamento produtivo e importantes multiplicadores que são estabilizadores de renda e emprego. Tais encadeamentos intersetoriais indicam que a construção fornece significativo estímulo ao crescimento do produto nacional. Além disto, seus produtos finais aumentam a infraestrutura econômica, promovendo benefícios permanentes sobre a produtividade sistêmica e o padrão de bem-estar social. Portanto, é um setor que se qualifica como poderoso instrumento de políticas governamentais e que deveria ser considerado prioritariamente nas decisões públicas e nos programas de desenvolvimento sustentado e dinâmico. O sistema teórico proposto por Keynes é capaz de explicar as flutuações no produto da construção brasileira nas duas últimas décadas, apontando as políticas macroeconômicas neoliberais adotadas no Brasil como responsáveis pelo baixo desempenho setorial. No caso das economias estaduais, as oscilações no produto da construção refletem as estratégias fiscais restritivas e o volume e condições de crédito inadequados aos investimentos de longo prazo, resultantes do crescimento econômico instável e da crise fiscal e financeira dos governos. O enfraquecimento do papel do Estado como promotor do desenvolvimento econômico pôs em xeque o desempenho da construção nacional no período considerado.
The scope of this study is to analyze the Brazilian construction sector, identifying the impact of structural and economic variables which are considered basic to sustain the construction product in the State economies in the period 1990-2006. Its aim is to characterize its productive structure, review the sectorial product trajectory in the context of macroeconomic policy and identify the importance of State expenditures in sectorial product stability, evaluating the results of governmental policies in stimulating the growth of construction industry in the State economies. The construct industry is a key sector in the Brazilian economy with strong linkage effects in the productive system and important income and employment multipliers. Such inter-sectorial linkages indicate that construction industry is a major sector to induce Brazilian economic growth. Besides, its final products increase economic infrastructure that result in permanent benefits over the systemic economic productivity and the social well-being. Therefore, it is a sector that presents itself as a powerful instrument to public policies and should be taken in priority as regarding government decisions and programs for aching dynamic and sustainable development. The theoretical framework proposed by Keynes is capable of explaining fluctuations in the Brazilian construction product in the last two decades and could be used to point out that the neoliberal macroeconomic policies adopted in the country are responsible for the low performance of the construction gross domestic product. Considering the case of the state economies, the fluctuations in construction production reflect restrictive fiscal policy strategies and low and inadequate credit conditions for long term investments. That takes place because of instable economic growth and the financial and fiscal crises of public sector. The loosen power of State as economic development promoter has put in check the Brazilian construction performance in the last two decades.
Palavras-chave: Construção civil
Demanda efetiva
Desenvolvimento econômico
Civil construction
Effective demand
Economic development
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Doutorado em Economia Aplicada
Citação: TEIXEIRA, Luciene Pires. The Brazilian construction industry analysed by the effective demand perspective. 2009. 288 f. Tese (Doutorado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/126
Data do documento: 23-Nov-2009
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,41 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.