Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/13264
Tipo: Artigo
Título: Production of basic potato seed minitubers in substrate and different nitrogen rates
Autor(es): Souza, Carla de Bem dos Santos
Fontes, Paulo Cezar Rezende
Moreira, Marialva Alvarenga
Puiatti, Mário
Martinez, Herminia Emilia Prieto
Araújo, Roberto Fontes
Abstract: The optimal dose of nitrogen (N) in potato crop depends on the production system. The objective of this study was to determine the optimal dose of N for the production of basic potato seed minitubers and evaluate the effect of N rates on physiological and nitrogen indices in the youngest fully developed leaf (fourth leaf) and in the oldest leaf of the plants at 60 days after planting. The experiment was conducted in a greenhouse at the Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa. The treatments consisted of five N rates (0, 45, 90, 180 and 360 mg dm -3 ), with 10% of each dose applied at planting and the remainder through irrigation water, daily, for 30 days. The nitrogen rates positively influenced the physiological indices (length, width, leaf area, number of leaves, fresh mass and dry mass) and nitrogen (level and content of N and N-NO 3 in the dry mass and SPAD) both in the fourth leaf and in the oldest leaf. Likewise, the N rates positively influenced the number and mass of harvested tubers. The largest number (5.44 tubers/plant) and the maximum mass of tubers (243.5 g/plant) were obtained with 360.0 and 332.9 mg N dm -3 , respectively. Therefore, the mass and number of tubers were not optimized by the same N rate. The critical SPAD index was 38.8 in the fourth leaf, which was more sensitive to the effect of N rates than the oldest leaf.
A dose ótima de nitrogênio (N) na cultura da batata depende do sistema de produção. O objetivo deste trabalho foi determinar a dose ótima de N para a produção de minitubérculos de batata-semente básica e avaliar o efeito de doses de N sobre índices nitrogenados e fisiológicos determinados na folha mais jovem completamente desenvolvida (quarta folha) e na folha mais velha da planta, aos 60 dias após o plantio. O experimento foi realizado em ambiente protegido, no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa. Os tratamentos foram constituídos por cinco doses de N (0, 45, 90, 180 e 360 mg dm -3 ), sendo 10% de cada dose aplicada em pré-plantio e o restante via água de irrigação, diariamente, por 30 dias. As doses de N influenciaram positivamente os índices fisiológicos (comprimento, largura, área foliar, número de folíolos, massas de matérias fresca e seca) e nitrogenados (teor e conteúdo de N e N-NO 3 na matéria seca e índice SPAD) tanto na quarta folha quanto na folha velha. Da mesma forma, doses de N influenciaram positivamente o número e a massa de tubérculos colhidos. O maior número (5,44 tubérculos/planta) e a máxima massa de tubérculos (243,5 g/planta) foram obtidos com 360,0 e 332,9 mg dm -3 de N, respectivamente. Portanto, número e massa de tubérculos não foram otimizados pela mesma dose de N. O índice crítico SPAD na quarta folha foi 38,8, sendo essa mais sensível ao efeito de doses de N do que a folha mais velha.
Palavras-chave: Solanum tuberosum L.
Propagation
Diagnosis
Chlorophyll meter
Nutrition
Vase
Editor: Revista Ceres
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://www.ceres.ufv.br/ojs/index.php/ceres/article/view/3932
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/13264
Data do documento: 23-Ago-2012
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
3932-5676-1-PB.pdftexto completo118,97 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.