Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1345
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorMatsuo, éder
dc.date.accessioned2015-03-26T12:45:31Z-
dc.date.available2012-11-27
dc.date.available2015-03-26T12:45:31Z-
dc.date.issued2012-02-14
dc.identifier.citationMATSUO, éder. Development of soybean lineages resistant to rust assisted by molecular markers. 2012. 136 f. Tese (Doutorado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/1345-
dc.description.abstractA soja é uma das principais culturas do Brasil e a ferrugem asiática (FAS) é uma das principais doenças da cultura da soja. Logo, o uso de cultivares resistentes é um estratégia que pode ser utilizada no manejo dessa doença nas lavouras. Assim, objetivou-se analisar a reação; estimar o número de avaliações necessárias para determinar a diferença entre os materiais avaliados; estudar a diversidade genética de cultivares de soja em condições naturais de infecção da FAS; verificar a semelhança da mensuração de diversos caracteres da soja obtidos em dois tipos de parcelas experimentais; determinar a eficiência da hibridação artificial entre genitores de soja e diferentes reações à FAS, considerando os horários de cruzamentos; estimar a herdabilidade, o ganho por seleção e a média da população melhorada para caracteres relacionados com a resistência e caracteres fenotípicos, avaliados em populações F2 desenvolvidas a partir do cruzamento TMG 801 x BRS Valiosa RR e TMG 803 x BRS Valiosa RR; estudar a segregação da população F2, do cruzamento entre TMG 803 e BRS Valiosa RR, à FAS e identificar marcadores microssatélites ligados ao gene de resistência. Foram conduzidos três experimentos em campo, um em casa de vegetação e um em laboratório. As cultivares utilizadas foram: TMG 801, TMG 803, BRS Valiosa RR, Água-Marinha RR, UFVS 2010, NK 7059 RR e BRSGO 7560. Os resultados indicaram que as cultivares TMG 801, TMG 803 e BRSGO 7560 apresentaram reação de resistência ao patógeno; quatro avaliações foram suficientes para predizer o grau de resistência das cultivares; existe variabilidade genética entre as cultivares e foram identificados genitores potenciais para serem utilizados em programas de melhoramento; a área abaixo da curva da ferrugem no folíolo mais infectado, o número de sementes, o peso de sementes e o peso de 100 sementes apresentaram resultados semelhantes nas parcelas experimentais (Hill Plot Design e Row Plot Design); as hibridações artificiais realizadas, em janeiro, no período das 10:00h às 12:00h, com umidade relativa média de 34,1% e temperatura média de 38,6ºC, foram as mais eficientes, seguidas do período das 14:00h às 16:00h, com umidade relativa média de 30,7% e temperatura média de 41,7ºC; a eficiência das hibridações artificiais foi influenciada pela diferença entre grupos de maturidade dos genitores e número de plantas de cada genitor; a magnitude da herdabilidade indicou possibilidade de ganhos por seleção e sucesso na identificação de indivíduos com menores porcentagens da área infectada do folíolo mais infectado e da evolução da ferrugem na planta nas gerações precoces dos programas de melhoramento; as estimativas de herdabilidade de dias do plantio ao florescimento, altura de planta no florescimento, dias do plantio à maturação, altura de planta na maturação, número de vagens por planta, número de sementes por planta e peso de sementes foram maiores no cruzamento TMG 803 x BRS Valiosa RR; os maiores ganhos por seleção preditos foram obtidos nos experimentos sem o controle do patógeno com fungicida, nos cruzamentos TMG 801 x BRS Valiosa RR e TMG 803 x BRS Valiosa RR; a análise, em conjunto, da segregação e do mapeamento indicou que a resistência da cultivar TMG 803 à ferrugem asiática da soja é governada por um gene com dominância completa; o gene de resistência presente na cultivar TMG 803 foi mapeado no loco de resistência Rpp4, no grupo de ligação G, e o marcador microssatélite sc21_3420 pode ser indicado para seleção assistida de genótipos de soja visando a introgressão da resistência da TMG 803.pt_BR
dc.description.abstractSoybean is one of the main tillages in Brazil and Asian rust (ASR) is one of the main soybean‟s disease. Thus, the use of resistant cultivars is a strategy that can be used in the management of this disease in tillages. So, our objective was to analyze the reaction; estimate the number of evaluations needed to determine the difference among tested materials; study the genetic diversity of soybean cultivars in natural conditions of Asian soybean rust (ASR) infection; check the measurement similarity of several soybean characters obtained in two types of experimental parcels; determine the artificial hybridization efficiency between soybeans genitors and different reactions to ASR, considering the crossings times; estimate the heritability, the sorting gain and the average of improved population to characters related to the resistance and phenotypic characters, measured in F2 populations developed from crossings TMG 801 x BRS Valuable RR and TMG 803 x BRS Valuable RR; study F2 population segregation from crossing between TMG 803 and BRS Valuable RR to ASR and identify microsatellite markers related to the resistance gene. Three experiments were conducted at field, one in a greenhouse and other one in a laboratory. Cultivars used were: TMG 801, TMG 803, BRS Valuable RR, Aquamarine RR, UFVS 2010, NK 7059 RR and BRSGO 7560. The results indicated that cultivars TMG 801, TMG 803 and BRSGO 7560 showed resistance reaction to pathogen; four evaluations were sufficient to predict the degree of cultivars resistance; there is genetic variability among cultivars and potential genitors were identified for being used in breeding programs; the area under the rust curve at the most infected leaflet, the number of seeds, the seeds weight and the weight of 100 seeds showed similar results in the experimental parcels (Hill Plot and Row Plot Design); Artificial hybridizations performed, in January, from 10 a.m to 12 p.m., with average relative humidity of 34,1% and average temperature of 38,6°C, were the most efficient, followed by the period from 2 p.m. to 4 p.m., with average relative humidity of 30,7% and an average temperature of 41,7°C; the efficiency of artificial hybridizations was influenced by the difference between the genitors‟ maturity groups and the number of each genitors‟ plant; the heritability magnitude indicated possibility of selection gains and success in the identification of individuals with the lowest percentages of the most infected leaflet‟s infected area and the rust evolution in plant in precocious generations of breeding programs; the heritabilities estimation of days from planting to flowering, plant height at flowering, days from planting to maturity, plant height at maturity, number of pods per plant, number of seeds per plant and seeds weight were higher in crossing TMG 803 X BRS Valuable RR; the largest selection gains predicted were obtained in experiments without pathogen control with fungicides, in crossings TMG 801 x BRS Valuable RR and TMG 803 x BRS Valuable RR; the analysis, in group, of segregation and mapping indicated that the cultivar resistance TMG 803 to ASR is leaded by a gene with complete dominance; the resistance gene in the cultivar TMG 803 was mapped in Rpp4 resistance locus, in the linkage group G, and microsatellite marker sc21_3420 can be indicated for assisted selection of soybean genotypes aiming the introgression of TMG 803 resistance.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMelhoramento genéticopor
dc.subjectGlycine maxpor
dc.subjectPhakopsora pachyrhizipor
dc.subjectMarcadores molecularespor
dc.subjectBreedingeng
dc.subjectGlycine maxeng
dc.subjectPhakopsora pachyrhizieng
dc.subjectMolecular markerseng
dc.titleResistência da soja à ferrugem-asiática: hibridação, herança e identificação de marcadores microssatélitespor
dc.title.alternativeDevelopment of soybean lineages resistant to rust assisted by molecular markerseng
dc.typeTesepor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1972912533706432por
dc.contributor.advisor-co1Cruz, Cosme Damião
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788274A6por
dc.contributor.advisor-co2Brommonschenkel, Sérgio Hermínio
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780948Y4por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentGenética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Mepor
dc.publisher.programDoutorado em Genética e Melhoramentopor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MELHORAMENTO VEGETALpor
dc.contributor.advisor1Sediyama, Tuneo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4911178878735418por
dc.contributor.referee1Sediyama, Tocio
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780090Y4por
dc.contributor.referee2Vieira, Rogério Faria
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780045J0por
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.