Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1351
Tipo: Tese
Título: Mapeamento de QTL para conteúdo de ácido oléico em soja utilizando marcadores SNP
Título(s) alternativo(s): QTL mapping for soybean oleic acid content using SNP markers
Autor(es): Matta, Lorêta Buuda da
Primeiro Orientador: Moreira, Maurílio Alves
Primeiro coorientador: Barros, Everaldo Gonçalves de
Segundo coorientador: Cruz, Cosme Damião
Primeiro avaliador: Silva, Luciano da Costa e
Segundo avaliador: Arruda, Klever Márcio Antunes
Abstract: A principal meta no melhoramento da qualidade do óleo de soja é aumentar sua estabilidade oxidativa pelo aumento do teor de ácido oléico e redução dos teores dos ácidos linolênico e linoléico. A identificação de locos de caracteres quantitativos (QTL) associados ao conteúdo de ácido oléico pode favorecer a utilização da seleção assistida por marcadores moleculares no melhoramento, possibilitando a combinação de alelos favoráveis oriundos de diferentes materiais genéticos. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo mapear QTL associados ao conteúdo de ácido oléico em soja utilizando marcadores SNP. Para isso, foram realizadas as seguintes etapas: (1) estimação dos parâmetros genéticos e correlações entre conteúdo de ácidos graxos e teor de óleo; (2) construção do mapa genético de ligação para uma população F2 proveniente do cruzamento FA22 x CS303TNKCA, contrastantes para conteúdo de ácido oléico, com marcadores SNP; (3) identificação de QTL associados ao conteúdo de ácido oléico e de outros ácidos graxos insaturados. As estimativas de herdabilidade obtidas indicam que existe potencial para realizar seleção para conteúdo de ácido oléico em gerações precoces. Os resultados das correlações indicam que aumentos nos teores de ácido oléico implicam na redução dos outros ácidos graxos insaturados e no teor de óleo. Entretanto, a maior magnitude dessas correlações foi encontrada entre os ácidos oléico e linoléico. Este estudo revelou um novo QTL para conteúdo de ácido oléico no grupo de ligação D1B, com efeito moderado, próximo ao marcador BARC-007889-00156, o qual foi detectado em quase todos os ambientes avaliados. QTL com moderados e pequenos efeitos foram encontrados nos grupos de ligação D1A, C1, C2, K, e H. Entretanto, somente o QTL do grupo de ligação C1 foi detectado em dois ambientes e nas análises conjuntas. Os QTL detectados para conteúdo de ácido linoléico, na maioria das vezes, correspondem a QTL encontrados para conteúdo de ácido oléico, e seus efeitos tiveram sempre sentidos contrários. Foi detectado QTL de efeito maior para o conteúdo de ácido linolênico no grupo de ligação B2 explicando maior parte da variação fenotípica.
The primary breeding goal for soybean oil quality is to enhance the oxidative stability by increasing the level of oleic acid and concomitant reduction of linolenic and linoleic acid content. Identification of quantitative trait loci (QTL) associated with oleic acid content can advance the application of marker-assisted selection, providing the combination of favorable alleles from different genetics resources. Thus, the objective of this study was map QTL for oleic acid content in soybean using SNP markers. The following steps were performed: (1) estimation of genetic parameters and correlations between fatty acid and oil content, (2) construction of genetic linkage map with SNP markers in F2 population derived from FA22 x CS303TNKCA, (3) identifying QTL associated with oleic acid content and other unsaturated fatty acids. The oleate heritability estimates indicate that effective selection can be practiced in early generations. Results of the correlations indicate that increases in the levels of oleic acid result in reduction of other unsaturated fatty acids and soybean oil. However, the greater magnitude of these correlations were found between oleic and linoleic acids. This study revealed a novel oleate QTL on linkage group D1B, with moderate effect near the SNP marker BARC-007889-00156, which was detected in almost all environments evaluated. QTL with small and moderate effects were reported on linkage groups D1A, C1, C2, K and H. However, only the QTL on linkage group C1 was detected in two environments and the combined analyses. In most cases, linoleate QTL correspond to oleate QTL and their effects had opposite directions. A major linolenate QTL was detected on linkage group B2 explaining most of the phenotypic variation.
Palavras-chave: Ácidos graxos
Glycine max
MIM
Fatty acid
Glycine max
MMI
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MELHORAMENTO VEGETAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
Programa: Doutorado em Genética e Melhoramento
Citação: MATTA, Lorêta Buuda da. QTL mapping for soybean oleic acid content using SNP markers. 2012. 83 f. Tese (Doutorado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1351
Data do documento: 27-Abr-2012
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.