Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/13760
Tipo: Artigo
Título: Períodos de interferência de Brachiaria plantaginea na cultura do milho na região Sul do Rio Grande do Sul
Autor(es): Galon, L.
Pinto, J.J.O.
Rocha, A.A.
Concenço, G.
Silva, A.F.
Aspiazú, I.
Ferreira, E.A.
França, A.C.
Ferreira, F.A.
Agostinetto, D.
Pinho, C.F.
Abstract: Os períodos de convivência das espécies daninhas têm grande influência no crescimento das plantas e na produtividade das culturas. Desse modo, objetivou-se com este trabalho determinar os períodos de competição, anterior à interferência (PAI), o crítico de prevenção à interferência (PCPI) e o período total de prevenção da interferência (PTPI) de B. plantaginea sobre a cultura do milho na Região Sul do Rio Grande do Sul. Adotou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, no sistema de cultivo convencional com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em manter a cultura do milho na presença e ausência de B. plantaginea por 0, 7, 14, 21, 28, 35 e 42 dias após a emergência (DAE) da cultura. B. plantaginea originou-se do banco de sementes do solo, com população média de 312 plantas m-2. Foram amostradas e analisadas 10 plantas de milho em cada unidade experimental, com vistas à avaliação da altura de plantas e da inserção da espiga (cm), do comprimento de espigas (cm), do número de fileiras por espiga, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, além da produtividade de grãos, que foi determinada pela colheita de três linhas centrais da área útil em cada unidade experimental. Considerando 5% de tolerância na redução da produção, conclui-se que o período total de prevenção à interferência (PTPI) foi de 27 DAE; o período que antecede a interferência (PAI), de 11 DAE; e o período crítico de prevenção à interferência (PCPI), de 11 a 27 DAE.
Weed control period have great influence on plant growth and crop productivity. The objective of this work was to determine the competition periods, both previous to interference and critical interference prevention of B. plantaginea on corn crop in Southern Rio Grande do Sul. The trial was conducted in a completely randomized block design, under conventional tillage system, with four replications. The treatments consisted of maintaining the culture of corn in the presence and absence of B. plantaginea for 0, 7, 14, 21, 28, 35 and 42 days after crop emergence (DAE). B. plantaginea emerged from the soil seed bank, with an average population of 312 plants m-2. Ten corn plants were sampled and analyzed in each experimental assay to obtain the following variables: plant and ear insertion height (cm), ear length (cm), number of rows per ear, number of grains per row, number of grains per ear. Grain productivity was determined by collecting three central lines of the useful area in each experimental unit. Considering a 5% tolerance in production reduction, it was concluded that the total period of interference prevention was 27 DAE, the period preceding interference was 11 DAE and the critical period of interference prevention was 11 and 27 DAE.
Palavras-chave: Competição
Componentes do rendimento
Zea mays
Editor: Planta Daninha
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582008000400009
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/13760
Data do documento: 20-Mai-2008
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
09.pdftexto completo1,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.