Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/14184
Tipo: Artigo
Título: Atributos químicos e físicos de um cambissolo háplico Tb distrófico sob diferentes usos na Zona da Mata Mineira
Autor(es): Portugal, Arley Figueiredo
Costa, Oldair Del'Arco Vinhas
Costa, Liovando Marciano da
Santos, Bruno Costa Moreira dos
Abstract: O conhecimento de atributos químicos e físicos de solos nos mares de morros pode fornecer importantes subsídios ao planejamento sustentável dos seus recursos naturais. Nesse sentido, realizou-se a caracterização química e física de um Cambissolo Háplico Tb distrófico sob diferentes usos, no município de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata mineira. Foram avaliadas áreas com seringueira, laranja, cana, pastagem e mata. Seringueira, laranja e pastagem estão instaladas há 15 anos, e a cana, há 1,5 ano, sendo antes pastagem. Todos os usos agrícolas tiveram histórico com cana por aproximadamente 100 anos. A amostragem foi realizada em trincheiras, com três repetições, nas profundidades de 0 a 20 e 20 a 40 cm. Foram analisados as seguintes propriedades químicas: matéria orgânica do solo (MOS), pH em H2O, P, Ca2+, Mg2+, K+, Al3+, H + Al, SB, CTC efetiva (t), CTC a pH 7,0 (T), V, m e P-rem. As propriedades físicas analisadas foram: granulometria, densidade de partículas, densidade do solo, porosidade total, curva de retenção de água, resistência do solo à penetração e estabilidade de agregados em água, bem como as relações capacidade de água disponível/porosidade total (CAD/PT) e água retida na capacidade de campo/porosidade total (CC/PT). Os resultados demonstraram que o solo, em todos os usos, apresenta baixa fertilidade e caráter distrófico, com Al3+ dominando o complexo de troca, com exceção do solo sob cana, que apresenta fertilidade média e teores negligenciáveis de Al3+ trocável no complexo de troca. O uso agrícola do solo reduziu a MOS. As características físicas nos usos com seringueira e cana assemelharam-se às da mata, ao passo que laranja e pastagem mostraram degradação física, evidenciada pelos maiores valores de densidade e resistência do solo à penetração, e redução do espaço poroso e da estabilidade de agregados em água.
Knowledge on chemical and physical soil features in mountainous areas is very important for sustainable planning of natural resources. Thus, this study aimed to determine the soil chemical and physical attributes of an Inceptisol under different land uses, in Visconde do Rio Branco, in the Zona da Mata of Minas Gerais state. Five land uses were evaluated: orange, rubber tree, sugar-cane, pasture and forestry. Rubber tree, orange and pasture were cultivated during 15 years, and sugar-cane for 1.5 years. Prior to these uses the area had been cultivated with sugarcane for about a century. Sampling was carried out in three replicates (soil pits) at depths of 0–20 and 20–40 cm. The following chemical attributes were determined: soil organic matter (MOS); pH in H2O, P, Ca2+, Mg2+, K+, Al3+, H + Al, SB, CEC (t), CEC pH 7.0 (T), BS, aluminum saturation (m), P-rem. The following physical attributes were measured: texture, bulk density, particle density, porosity, water retention curve, soil penetration resistance and aggregate stability, as well as the ratios of available water/total porosity and field capacity/total porosity. Results showed that the soil fertility is low and exchangeable Al3+ very high under all land uses, apart from sugarcane, with medium values of soil fertility and negligible levels of exchangeable aluminum. The agricultural use decreased MOS. Land uses with rubber tree and sugarcane improved the soil physical properties to values comparable with the native site. On the other hand, in areas under orange and pasture theOn the other hand, in areas under orange and pasture the soil bulk density and resistance increased compared to the other land uses, while the aggregate stability and porosity decreased.
Palavras-chave: Mar de morros
Manejo do solo
Química e física do solo
Editor: Revista Brasileira de Ciência do Solo
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000100024
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/14184
Data do documento: Set-2007
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
24.pdftexto completo77,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.