Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/14347
Tipo: Artigo
Título: Degradação in vitro da fibra em detergente neutro de forragem tropical de baixa qualidade em função da suplementação com proteína verdadeira e/ou nitrogênio não-proteico
Autor(es): Detmann, Edenio
Queiroz, Augusto César de
Zorzi, Karina
Mantovani, Hilário Cuquetto
Bayão, Geraldo Fábio Viana
Gomes, Matheus Pinto Coelho
Abstract: Objetivou-se avaliar a dinâmica da degradação in vitro da fibra em detergente neutro (FDN) de forragem tropical de baixa qualidade em função da suplementação com compostos nitrogenados em diferentes relações proteína verdadeira:nitrogênio não-proteico (NNP). Amostra de capim-braquiária colhida durante a estação seca foi utilizada como forragem basal. Como fontes de proteína verdadeira e NNP, utilizaram-se a caseína e a mistura ureia:sulfato de amônia (U:SA; 9:1), respectivamente. O suplemento base para a definição dos demais foi constituído da adição de caseína ao meio de incubação de forma a elevar o teor de proteína bruta (PB) da forragem basal até 8%, com base na matéria seca. Os demais suplementos foram construídos a partir da substituição fracional (0, 1/3, 2/3 e 1) da PB da caseína por equivalentes proteicos da mistura U:SA, incluindo-se tratamento controle (forragem). Os tratamentos foram avaliados em ambiente ruminal simulado por incubação in vitro em diferentes tempos de incubação: 0, 3, 6, 9, 12, 24, 36, 48, 72 e 96 horas. O procedimento foi repetido três vezes, totalizando três avaliações por tempo de incubação para cada tratamento. Os resíduos de incubação foram avaliados quanto ao teor de FDN e interpretados por intermédio de modelo logístico não-linear. A suplementação proteica elevou em 56,8 a 96,0% a taxa de degradação da FDN potencialmente degradável (kFDNpd) em comparação ao suplemento controle e reduziu de 4,5 a 7,4 horas as estimativas de latência discreta. A utilização exclusiva de ureia elevou em 15,9% a estimativa de kFDNpd em relação à suplementação exclusiva com caseína. Contudo, valores máximos de kFDNpd e eficiência microbiana foram verificados sob a relação 2/3 PB U:SA:1/3 PB caseína. O balanceamento do suplemento de forma a prover 1/3 da PB a partir de proteína verdadeira e 2/3 da PB a partir de nitrogênio não-proteico otimiza a degradação da FDN de forragem de baixa qualidade.
The objective was to evaluate in vitro degradation of neutral detergent fiber (NDF) of low quality tropical forage according to supplementation with nitrogenous compounds at different true protein:non-protein nitrogen (NPN) ratios. A sample of signal grass harvested at dry season was used as basal forage. Casein and the mixture urea:ammonium sulfate (U:AS, 9:1) were used as true protein and NPN source, respectively. The basal supplement for the other was defined by adding casein the incubation medium, in order to raise crude protein (CP) level of the basal forage up to 8%, on dry matter basis. The other supplements were defined from the fractional replacement (0, 1/3, 2/3 and 1) of casein CP by U:AS protein equivalents. A control treatment (forage without supplementation) was also evaluated. The treatments were evaluated by in vitro simulated ruminal environment, following the incubation times: 0, 3, 6, 9, 12, 24, 36, 48, 72, and 96 hours. The procedure was repeated three times, totaling three evaluations by incubation time for each treatment. Incubation residues were evaluated for NDF contents and interpreted through a non-linear logistic model. Protein supplementation increased 56.8 to 96.0% the degradation rate of potentially degradable NDF (kpdNDF) in relation to control and decreased discret lag around 4.5 to 7.4 hours. The exclusive supplementation with urea increased by 15.9% the kpdNDF estimates compared to exclusive supplementation with casein. It was observed maximum kpdNDF and microbial growth at 2/3 CP of U:AS:1/3 CP of casein. Supplements which provide 1/3 of CP protein from true proteinand 2/3 from non-protein nitrogen can optimize the degradation of NDF of low-quality forage.
Palavras-chave: Capim-braquiária
Caseína
Taxa de degradação
Ureia
Editor: Revista Brasileira de Zootecnia
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982011000600016
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/14347
Data do documento: 10-Jun-2010
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
16.pdftexto completo263,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.