Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/15426
Tipo: Artigo
Título: Avaliação de modelos de afilamento segmentados na estimação da altura e volume comercial de fustes de Eucalyptus sp.
Autor(es): Souza, Carlos Alberto Martinelli de
Silva, Gilson Fernandes da
Xavier, Alexandre Cândido
Chichorro, José Franklim
Soares, Carlos Pedro Boechat
Souza, Agostinho Lopes de
Abstract: Este trabalho teve como objetivo avaliar diferentes modelos de afilamento na estimativa da altura comercial, do volume comercial e de volumes ao longo do fuste de Eucalyptus sp., de modo a garantir resultados mais precisos na obtenção de multiprodutos. Foram avaliados os modelos de afilamento de Max e Burkhart (1976), Demaerschalk e Kozak (1977) e Parresol et al. (1987). Empregaram-se dados de cubagem rigorosa de árvores de Eucalyptus sp., com idade de 16 anos, sendo utilizadas 41 árvores-amostra no ajuste dos modelos. Baseado na análise gráfica dos resíduos e nas estatísticas desvio médio (dm), média das diferenças (MD) e desvio-padrão das diferenças (DPD), verificou-se que o modelo de Max e Burkhart (1976) foi superior aos outros em todas variáveis avaliadas, seguido pelo modelo de Demaerschalk e Kozak (1967). O modelo de Parresol et al. (1987) teve resultados tendenciosos, à exceção da estimativa de volumes de toras entre 25 e 35% da altura total.
The objective of this work was to evaluate different models for estimating merchantable height, merchantable volume and volumes along the bole of Eucalyptus sp., in order to guarantee more accurate results for obtaining wood multiproducts. The taper models by Max & Burkhart (1976), Demaerschalk & Kozak (1977) and Parresol et al., (1987) were evaluated. Data from rigorous tree scaling of 16-year-old Eucalyptus sp., using 41 sample trees for model adjustment. Based on the residue graphic analysis and on the statistics bias (B), average of the differences (MD), and Standard deviation of differences (DPD), the Max & Bukhart model was found to fit better all evaluated variables than the others, followed by the Demaerschalk & Kozak model. The Parresol et al. model produced biased results except for the estimate of log volumes between 25% and 35% of the total height.
Palavras-chave: Multiprodutos
Inventário florestal e equações
Editor: Revista Árvore
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622008000300008
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/15426
Data do documento: 19-Mai-2008
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
a08v32n3.pdftexto completo261,22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.