Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1553
Tipo: Tese
Título: Metabólitos e genes do catabolismo de lactose e de proteínas envolvidos na formação de flavor em Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20
Título(s) alternativo(s): Metabolites and genes of lactose and protein catabolism involved in flavor formation in Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20
Autor(es): Carmo, Ana Paula do
Primeiro Orientador: Moraes, Célia Alencar de
Primeiro coorientador: Borges, Arnaldo Chaer
Segundo coorientador: Carvalho, Antônio Fernandes de
Primeiro avaliador: Silva, Daniele Ferreira da
Segundo avaliador: Silveira, Wendel Batista da
Abstract: A identificação de genes específicos envolvidos na formação de compostos que conferem características de flavor é um requerimento básico para predição do uso potencial de bactérias do ácido láctico (LABs) em indústrias de alimentos. O presente trabalho teve como objetivo identificar metabólitos e genes envolvidos na formação de flavor na bactéria probiótica Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20. As análises filogenéticas com genes que codificam uma lactato desidrogenase, o ldh, e a proteína A de controle catabólico (CcpA), o ccpA-pepR1, demonstram e reforçam a classificação dessa bactéria dentre as do grupo NCFM, como proposto por estudo de genômica comparativa de Lactobacillus. Pelo método da inferência Bayesiana o gene adhE, que codifica uma acetaldeído desidrogenase, demonstra padrão evolucionário próximo ao da linhagem probiótica L. acidophilus NCFM e reforça a interpretação de que é uma nova e incomum subespécie dentre as de L. delbrueckii, a primeira identificada como probiótica. Foram identificados no genoma do L. delbrueckii UFV H2b20 oito genes do sistema proteolítico possuindo relações filogenéticas próximas às linhagens do grupo NCFM, dos quais dois são de sistemas de transporte de oligopeptídeos, oppC e oppBII. As aminopeptidases PepC, PepN e PepX devem ser essenciais para o crescimento das LABs, probióticas ou não, uma vez que os genes que as codificam estão sempre presentes, inclusive no genoma do L. delbrueckii UFV H2b20. Para o gene pepX existe uma provável ligação entre o catabolismo de lactose e a expressão de PepX por meio de regulação da expressão dessa enzima via proteína PepR1/CcpA, uma vez que a organização e regulação da expressão gênica é conservada entre as linhagens de Lactobacillus. A bem conservada história evolucionária do gene ilvE entre as linhagens de L. delbrueckii subsp. bulgaricus e o L. delbrueckii UFV H2b20 constitui evidência de que as vias de degradação de aminoácidos, como as de isoleucina e de valina, são similares entre essas bactérias. Assim, o envolvimento do succinato na produção de flavor no meio de crescimento foi atribuída a atividade de IlvE . A presença do gene que codifica a PepG no genoma do L. delbrueckii UFV H2b20, que está ausente em outras linhagens, pode imprimir maior atividade e efetividade do seu sistema proteolítico. A sequência de aminoácidos de PepG revelou que é uma cisteíno endopeptidase pertencente à superfamília C1 das peptidases, e também uma similaridade de 100 % com a PepG do L. delbrueckii subsp. bulgaricus ATCC 11842. Por sua vez, a análise da sequência de nucleotídeos demonstrou identidade de 99 % com o gene pepG do mesmo organismo. O presente trabalho propõe ainda um modelo esquemático para explicar o funcionamento do sistema proteolítico no L. delbrueckii UFV H2b20, com base nos componentes que foram identificados até o momento.
The identification of specific genes involved in flavor-forming pathways is a basic requirement for the prediction of the potential use of lactic acid bacteria (LAB) in the dairy industry. The aim of this study was to identify metabolites and genes involved in flavor formation in the probiotic strain Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20. Phylogenetic trees analyses with genes encoding a lactate dehydrogenase, ldh, and also the catabolic control protein A (CcpA), ccpA-pepR1, strengthen the classification of this probiotic strain in NCFM group, as proposed by a comparative genomics study of Lactobacillus. The Bayesian inference analysis for adhE gene, encoding an acetaldehyde dehydrogenase, presented an evolutionary pattern closer to that of probiotic L. acidophilus NCFM, corroborating the suggestion that this strain might be considered as a new and unusual subspecies among L. delbrueckii subspecies, the first one identified as a probiotic. Eight genes belonging to this system were identified in the L. delbrueckii UFV H2b20 genome, which possess a closely phylogenetic relationship to NCFM strains representative, as it was demonstrated for oppC e oppBII, encoding oligopeptide transport system components. PepC, PepN, and PepX might be essential for growth of LAB, probiotic or not, since the correspondent genes are always present, including in L. delbrueckii UFV H2b20 genome. For pepX gene, a probable link between carbohydrate catabolism and PepX expression may exists, where it is regulated by PepR1/CcpA-like, a common feature between Lactobacillus strains and also in L. delbrueckii UFV H2b20. The well conserved evolutionary history of the ilvE gene is evidence that the pathways leading to branched-chain amino acid degradation, such as isoleucine and valine, are similar among L. delbrueckii subsp. bulgaricus strains and L. delbrueckii UFV H2b20. Thus, the involvement of succinate in flavor formation can be attributed to IlvE activity. The presence of aminopeptidase G in L. delbrueckii UFV H2b20 genome, which is absent in several strains, might improve the proteolytic activity and effectiveness. The nucleotide sequence encoding PepG revealed that it is a cysteine endopeptidase, belonging to Peptidase_C1superfamily; sequence analysis showed 99 % identity with L. delbrueckii subsp. bulgaricus ATCC 11842 pepG, whereas protein sequence analysis revealed 100 % similarity with PepG from the same organism. The present study proposes a schematic model to explain how does the proteolytic system of L. delbrueckii UFV H2b20 works, based on the components identified until the present date.
Palavras-chave: Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20
Flavor compounds

Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20
Flavor compounds
Lactose catabolism
Protein catabolism
Probiotics
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::MICROBIOLOGIA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Doutorado em Microbiologia Agrícola
Citação: CARMO, Ana Paula do. Metabolites and genes of lactose and protein catabolism involved in flavor formation in Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20. 2011. 112 f. Tese (Doutorado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1553
Data do documento: 22-Fev-2011
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf
  Until 2999-01-01
824,03 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.