Locus  

Método de seleção e identificação de fontes de resistência à murcha do eucalipto causada por Ceratocystis fimbriata

Show simple item record

dc.contributor.author Alfenas, Acelino Couto
dc.contributor.author Mafia, Reginaldo Gonçalves
dc.contributor.author Ferreira, Eraclides Maria
dc.contributor.author Binoti, Daniel Henrique Breda
dc.date.accessioned 2017-12-19T17:26:50Z
dc.date.available 2017-12-19T17:26:50Z
dc.date.issued 2011-04-20
dc.identifier.issn 18069088
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622011000500007
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/15711
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo desenvolver um método de seleção e identificar fontes de resistência à murcha do eucalipto causada por Ceratocystis fimbriata. A inoculação de 5 ml de inóculo (2,5 x 10^4 esporos/ml) do patógeno em um ferimento no coleto de mudas com 60 dias de idade foi o método mais eficiente na reprodução dos sintomas da doença. Para este método, a severidade da doença e a mortalidade de plantas em função do tempo após a inoculação foram avaliadas. Um período de 30 dias após a inoculação foi suficiente para reproduzir os sintomas da doença. O protocolo de inoculação desenvolvido apresentou alto rendimento (400 plantas/ h) e menor consumo de espaço, quando comparado com outros métodos, principalmente pelo fato de possibilitar a inoculação de mudas jovens de eucalipto, entre 60 e 90 dias. Na segunda etapa do trabalho, a resistência interespecífica do eucalipto a C. fimbriata foi avaliada usando as espécies Eucalyptus camaldulensis, E. dunnii, E. grandis, E. pellita, E. saligna, E. tereticornis e E. urophylla. Houve segregação da resistência para todas as espécies e de acordo com o local de origem da população. Para E. urophylla, por exemplo, ocorreram as maiores variações entre o número de indivíduos resistentes e suscetíveis à doença. Essas variações podem estar ligadas com a procedência das sementes e com as características do programa de melhoramento genético. pt-BR
dc.description.abstract The objective of this work was to develop a screening method and to identify resistance source to eucalyptus wilt caused by Ceratocystis fimbriata. The inoculation of 5 ml of pathogen inoculum (2.5 × 10^4 spores/ml) on the wound root crown of seedlings at 60 days of age was the most efficient method to reproduce the disease symptoms. For this method, disease severity and plant mortality in function of time after inoculation were assessed. A 30-day period after inoculation was sufficient to reproduce disease symptoms. The developed inoculation protocol showed high performance (400 plants/h), and less space consume, when compared with other methods, mainly because it enables the inoculation of young eucalyptus seedlings (60-90 days of age). In the second phase of this work, it was evaluated the eucalyptus inter-specific resistance to C. fimbriata by using the species: Eucalyptus camaldulensis, E. dunnii, E. grandis, E. pellita, E. saligna, E. tereticornis and E. urophylla. There was resistance segregation for all species and according to the origin place of the population. For E. urophylla, for example, occurred the greatest variations among the number of resistant individuals and susceptible to diseases. Those variations can be linked to seed precedence and to genetic improvement program characteristics. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Árvore pt-BR
dc.relation.ispartofseries v. 35, n. 4, p.817-824, Julho-Agosto 2011 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Eucalyptus pt-BR
dc.subject Seleção de genótipos pt-BR
dc.subject Resistência pt-BR
dc.title Método de seleção e identificação de fontes de resistência à murcha do eucalipto causada por Ceratocystis fimbriata pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [409]
    Artigos Técnico-científicos na área de Fitopatologia

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account