Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1573
Tipo: Tese
Título: Genes determinantes de patogenicidade e virulência e análise parcial do genoma mitocondrial de Colletotrichum lindemuthianum, agente causal da antracnose do feijoeiro comum
Título(s) alternativo(s): Pathogenicity and virulence determinant genes and partial analysis of the mitochondrial genome of Colletotrichum lindemuthianum, causal agent of anthracnose of common bean
Autor(es): Soares, Marcos Antônio
Primeiro Orientador: Queiroz, Marisa Vieira de
Primeiro coorientador: Araujo, Elza Fernandes de
Segundo coorientador: Barros, Everaldo Gonçalves de
Primeiro avaliador: Rodrigues, Fabrício de ávila
Segundo avaliador: Souza, Elaine Aparecida
Abstract: Colletotrichum lindemuthianum é um dos principais patógenos do feijoeiro comum (Phaseolus vulgaris) em regiões tropicais. Nesse trabalho são descritos três mutantes de C. lindemuthianum obtidos por mutagênese insercional usando a técnica REMI (Integração Mediada por Enzima de Restrição), com a capacidade alterada de infectar o hospedeiro, e a caracterização parcial dos genes mutados; é determinado o papel do gene pacC1 no crescimento vegetativo e na patogenicidade; além da caracterização parcial do genoma mitocondrial desse fitopatógeno. A utilização de enzima de restrição NarI na transformação de C. lindemuthianum aumentou aproximadamente 10X a eficiência de transformação com o plasmídeo pAN7.1. Os mutantes mut5, mut29 e mut 65, isolados do banco de 580 transformantes, apresentaram alteração na capacidade de infecção do feijoeiro. Não foi observada a penetração das linhagens mut29 e mut65 no tecido do hipocótilo, apesar dessas linhagens causarem sintomas da antracnose nas folhas do feijoeiro. Esse resultado indica que as linhagens mut29 e mut65 apresentam fenótipo variável de acordo com o tecido vegetal utilizado nas observações de infecção. Após o sequenciamento dos plasmídeos recuperados de mut29 e mut65, pôde-se comprovar que a integração do vetor pAN7.1 foi mediada pela enzima NarI, o que caracteriza eventos REMI. As análises das seqüências mostraram que o gene que codificam tetrahidrofolato sintase (tlsCl) foi interrompido pelo vetor no mut65. Um putativo gene codificador para fosfolipaseC (plcCl) está etiquetado no mut29. Essa ultima linhagem possui uma segunda integração na região terminal 3 do gene com homologia ao transportador do tipo MSF (msfCl). Esse é o primeiro relato desses genes em C. lindemuthianum. Os fatores de transcrição da família PacC/Rim101 de fungos e leveduras são responsáveis pela ativação ou repressão de genes em resposta ao pH extracelular. A ativação desses fatores de transcrição depende de uma via de transdução de sinal capaz de perceber variações do pH externo, e transmitir esse sinal até a ativação do fator de transcrição. Foi descrita a seqüência do cDNA do gene pacCl, isolada a partir de uma banco genômico de EST de C. lindemuthianum. A proteína predita de 581 aminoácidos possui alta similaridade com proteínas da família de reguladores de transcrição PacC/Rim101 e sua região N-terminal possui 3 motivos dedo de zinco, do tipo Cys2Hys2. A transcrição de pacC1 aumentou à medida que o pH ambiental tornou-se mais alcalino. O crescimento do mutante nulo mutpac2 foi inibido em ambientes mais alcalinos, apresentando secreção de pequena quantidade de lipase, e este não foi capaz de causar maceração do tecido do hospedeiro, indicando o seu papel na patogenicidade de C. lindemuthianum. A transcrição de pacCl foi detectada por RT-PCR na linhagem selvagem, 18 h após a inoculação de plantas de feijoeiro e aumentou progressivamente com a biomassa fúngica durante a cinética de infecção. Outros dois cDNAs, codificando proteínas homólogas às famílas protéicas PalA/Rim20 e PalF/Rim8 de fungos e leveduras, que fazem parte da via de transdução de sinais, também foram descritos. A detecção de genes regulados positivamente por PacCl, na transição da fase biotrófica para a necrotrófica, poderá auxiliar o entendimento dos mecanismos moleculares que levam a essa transição em fungos hemibiotrófico, e, consequentemente, a proposição de estratégias de controle da doença. Utilizando-se uma técnica de hibridização diferencial capaz de identificar DNA altamente repetido, foi isolado um fragmento de 9.456 pb correspondendo à seqüência parcial do genoma mitocondrial de C. lindemuthinum. Esse fragmento possui alto conteúdo A+T (66%), e nele estão presentes os genes cox1, cox3, nad6, rnl, rns, e 12 outros genes codificando para tRNA. Os genes codificadores de proteínas nesse fragmento utilizam códons preferenciais. Somente o gene cox1 foi interrompido por um intron do grupo I contendo uma ORF para endonuclease do tipo LAGLIDADG, envolvida no processo de homing . A comparação da sintenia dos genes presentes nesse fragmento e análise filogenética utilizando-se três proteínas mitocondriais concatenadas de diversos fungos agrupou C. lindemuthianum com outros fungos da ordem Filacorales.
Colletotrichum lindemuthianum is one of the main pathogens affecting common bean (Phaseolus vulgaris) in tropical regions. In the present work we describe three mutants of C. lindemuthianum obtained by insertional mutagenesis using the REMI technique (Restriction Enzyme-Mediated Integration). The mutants were selected based on their lower virulence/pathogenicity and the partial characterization of the mutated genes is presented. In addition, the mitochondrial genome of this phytopathogen was partially characterized. The results show that the gene pacC1 plays a role in vegetative growth and pathogenicity. The use of the restriction enzyme NarI in the transformation of C. lindemuthianum increased approximately 10-fold the transformation efficiency using plasmid pAN7.1. Mutant strains mut5, mut29, and mut65 were isolated from a total of 580 transformants based on their altered ability to infect susceptible bean plants. Strains mut29 and mut65 failed to penetrate hypocotyl tissues of the common bean, but caused anthracnose symptoms on mature leaves. This result indicates that strains mut29 and mut65 show a phenotype that varies according to the type of vegetal tissue used in the infectivity tests. The sequence of the plasmids recovered from strains mut29 and mut65 showed that the integration of vector pAN7.1 was indeed mediated by the restriction enzyme NarI, thus characterizing REMI events. Sequence analysis showed that the gene coding for the enzyme tetrahydrofolate synthase (tlsCl) was interrupted by the transformation vector in strain mut65. On the other hand, a gene putatively coding for a phospholipase C (plcCl) was tagged in strain mut29. In addition, strain mut29 showed a second integration event at the 3 terminal region of a gene showing sequence similarity to a MSF transporter (msfCl). This constitutes the first report of these genes in C. lindemuthianum. The third mutant, utpac2, was tagged to an interruption of gene pacCl, showing sequence similarity to a transcription factor of the family PacC/Rim101 of fungi and yeast. This family of transcription factors is responsible for gene activation or repression in response to extracellular pH. The activation of these transcription factors depends on a signal transduction pathway capable of detecting external pH variations and then transmits the signal until the activation of the transcription factor. The cDNA sequence of gene pacCl was obtained from a C. lindemuthianum EST data bank. Its predicted protein has 581 amino acids and shows high sequence similarity to proteins from the family of transcription regulators PacC/Rim101; its N-terminal region has three Zinc-finger motifs of the type Cys2Hys2. We show that the level of pacCl transcript accumulation increased with more alkaline extracellular pH. Growth of the pacCl null mutant, mutpac2, was inhibited in alkaline environments and secreted small amounts of lipases. This mutant proved unable to macerate host tissues, thus indicating the role of this gene in the pathogenesis of C. lindemuthianum. Trascription of pacCl was detected by RT-PCR in the wild-type strain 18 hours after the inoculation of susceptible host plants and was progressively increased accompanying fungal biomass during infection kinetics. Another two cDNAs coding for proteins homologous to members of the protein family PalA/Rim20 and PalF/Rim8 of fungi and yeast were described as well. These proteins also participate in signal transduction pathways. The detection of genes positively regulated by PacCl during the transition from the biotrophic to the necrotrophic stages of the C. lindemuthianum s life cycle may aid in understanding the molecular mechanisms involved in the switch process of hemibiotrophic fungi, and may consequently lead to the discovery of alternative control methods for anthractnose. Using a technique of differential hybridization able to identify highly repetitive DNA, we isolated an sequenced a 9,456 bp fragment corresponding to part of the mitochondrial genome of C. lindemuthianum. This fragment showed a high A+T content (66%) and contained the genes cox1, cox3, nad6, rnl, rns, and 12 tRNA genes. The genes coding for proteins in this fragment showed preferential codon usage. Only the gene cox1 was interrupted by a group I intron containing an ORF for an endonuclase of the type LAGLIDADG, involved in the homing process. A synteny comparison of the genes present in this fragment and their phylogenetic analysis using three concatenated mitochondrial proteins of several fungal species grouped C. lindemuthianum with other fungi of the order Phylachoralles.
Palavras-chave: Colletotrichum lindemuthianum
Genes de patogenicidade e virulência
DNA mitocondrial
PacC
Colletotrichum lindemuthianum
Pathogenicity and virulence genes
Mitochondrial DNA
PacC
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA MOLECULAR E DE MICROORGANISMOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Doutorado em Microbiologia Agrícola
Citação: SOARES, Marcos Antônio. Pathogenicity and virulence determinant genes and partial analysis of the mitochondrial genome of Colletotrichum lindemuthianum, causal agent of anthracnose of common bean. 2007. 210 f. Tese (Doutorado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1573
Data do documento: 23-Mar-2007
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.