Locus  

Estudos laboratoriais do comportamento de um solo residual arenoso reforçado com fibras de polipropileno, visando à aplicação em estradas florestais

Show simple item record

dc.contributor.author Trindade, Tiago Pinto da
dc.contributor.author Iasbik, Israel
dc.contributor.author Lima, Dario Cardoso de
dc.contributor.author Minette, Enivaldo
dc.contributor.author Silva, Cláudio Henrique de Carvalho
dc.contributor.author Carvalho, Carlos Alexandre Braz de
dc.contributor.author Bueno, Benedito de Souza
dc.contributor.author Machado, Carlos Cardoso
dc.date.accessioned 2017-12-20T10:56:52Z
dc.date.available 2017-12-20T10:56:52Z
dc.date.issued 2005-11-10
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000200008
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/15739
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo analisar o comportamento mecânico da mistura de um solo residual jovem de textura predominantemente arenosa reforçado com fibras de polipropileno, com vistas à aplicação em estradas florestais. Como ponto de partida, determinou-se, mediante os resultados de ensaios de compressão não-confinada, realizados em corpos-de-prova compactados na energia do ensaio Proctor Normal, que o quantitativo de 0,75% de fibras com 20 mm de comprimento foi a combinação responsável pelo maior ganho de resistência. Com a mistura solo-fibra composta por essa combinação, foram realizados ensaios triaxiais do tipo CID/Sat em corpos-de-prova compactados na energia anteriormente referida. Através desta pesquisa, foi possível avaliar: (i) a influência da variação da umidade nos parâmetros de resistência mecânica do solo e das misturas solo-fibra e (ii) a influência das fibras nos parâmetros de resistência ao cisalhamento do solo em estudo. Analisando os resultados, pôde-se concluir que o uso de fibras de polipropileno promoveu um ganho da ordem de 110% na resistência à compressão não-confinada e de 560% na coesão de intercepto do solo estudado. pt-BR
dc.description.abstract The purpose of this study was to analyze the mechanical behavior of a polypropylene fiber-reinforced young residual sandy soil for forest road application. The first step was to determine the best combination of fiber content and length that would give the greatest increase in unconfined compressive strength of mixture specimens compacted at the Standard Proctor effort. The best combination resulting from the laboratory test program was 0.75% fiber content and fiber 20-mm length. The next step in the testing program was to run triaxial CID/Sat tests in mixture specimens prepared with the best combination and compacted at the Standard Proctor effort. From the laboratory testing program data it was possible to evaluate the influence of the water content in the mechanical response of the soil and fiber-reinforced soil, and to assess the influence of the fibers on the soil shear strength parameters. Data supported that soil reinforcement with polypropylene fiber was responsible for 110% increase in the unconfined compressive strength and 560% increase in the intercept cohesion of the studied soil. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Árvore pt-BR
dc.relation.ispartofseries v.30, n.2, p.215-222, Mar./abr. 2006 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Estradas florestais pt-BR
dc.subject Reforço de solos pt-BR
dc.subject Solo-fibra e resistência mecânica pt-BR
dc.title Estudos laboratoriais do comportamento de um solo residual arenoso reforçado com fibras de polipropileno, visando à aplicação em estradas florestais pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [95]
    Artigos Técnico-científicos na área de Engenharia Civil

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account