Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/15819
Tipo: Artigo
Título: Qualidade da madeira em clone de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden submetido a desrama artificial
Autor(es): Polli, Henrique Quero
Reis, Geraldo Gonçalves dos
Reis, Maria das Graças Ferreira
Vital, Benedito Rocha
Pezzopane, José Eduardo Macedo
Fontan, Ivan da Costa Ilhéu
Abstract: A qualidade da madeira para serraria foi avaliada em plantas de clone de Eucalyptus grandis, submetidas à desrama artificial, utilizando-se a combinação de diferentes alturas de remoção dos galhos, a partir do solo, e de intervenções necessárias para atingir 6 m de altura livre de galhos, em Abaeté, MG (19º15'94" S e 45º44'56" W). A primeira intervenção de desrama ocorreu quando as plantas apresentavam 16 meses de idade. A conicidade, o achatamento e o encurvamento da primeira tora não diferiram significativamente entre os tratamentos. A desrama artificial, no entanto, promoveu redução no núcleo nodoso, com um ganho médio de 94% na extensão de madeira limpa em relação à testemunha. Para ferimentos de desrama de diâmetro inferior a 1,5 cm, a extensão de oclusão do galho foi de 0,48 cm, com 42% dos ferimentos apresentando fenda aberta. Para ferimentos com diâmetro superior a 1,5 cm, a extensão da oclusão foi de 0,74 cm, com 92% dos ferimentos com fenda aberta, indicando cicatrização mais rápida em ferimentos de remoção de galhos de menor diâmetro. O ângulo de inclinação do galho foi mais próximo à horizontal, principalmente entre 0 e 1,5 m de altura do tronco. A densidade da madeira ao longo do tronco não foi afetada pela desrama artificial, porém decresceu do ápice até a base e aumentou da medula para a casca. Os resultados, em conjunto, indicam que a desrama artificial deve ser realizada o mais cedo possível para obtenção de maior extensão de madeira limpa nesse clone.
The present study aimed at the evaluation of the influence of artificial pruning of Eucalyptus grandis Hill ex Maiden clones on wood quality for sawnboard production, in Southeastern Brazil. Branches were removed to different heights from the ground and number of interventions to reach a 6 m branch-free trunk, with the first pruning intervention starting at the age of 16 months. By the age of 55 months, no significant differences (p>.05) were found for taper, flatness and bow of the first 3 m log as a result of pruning. The clear wood production of the pruning treatments was, on average, 94 % greater than the control. Clear wood production increased with the reduction in the diameter over occlusion (wood knotty core). The pruning wounds smaller than 1.5 cm in diameter showed 0.48 cm stub occlusion extension and the wounds larger than 1.5 cm showed 0.74 cm stub occlusion extension. The branch angle was larger for the thinner branches and had no correlation with pruning. Wood density along the trunk was not affected by artificial pruning, however, it decreased from the top to the base of the first log and increased from pith to bark. The overall results indicate mainly that the genetic material for sawnboard production must present smal diameter branches and pruning must be carried out as early as possible to attain larger clear wood extension.
Palavras-chave: Desrama artificial
Madeira para serraria
Núcleo nodoso
Madeira limpa e clone de eucalipto
Editor: Revista Árvore
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000400008
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/15819
Data do documento: 5-Abr-2006
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
31676.pdftexto completo830,41 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.