Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/16138
Tipo: Artigo
Título: Fisiologia da germinação de sementes de Dalbergia nigra(Vell.) Allemão ex Benth. sob diferentes temperaturas e tempos de exposição
Autor(es): Matos, Antônio César Batista
Borges, Eduardo Euclydes de Lima e
Silva, Laércio Junio da
Abstract: A germinação de sementes é dependente de fatores abióticos, sendo a temperatura um dos principais, cuja influência, em condições extremas, causa danos às sementes. Este trabalho teve por objetivo investigar o efeito das diferentes temperaturas durante a germinação de Dalbergia nigra e suas implicações na fisiologia das sementes. Avaliaram-se o percentual de germinação, o índice de velocidade de germinação (IVG) e a integridade de membranas celulares pelo teste de condutividade elétrica de sementes em diferentes tempos de exposição às temperaturas de 5, 15, 25 (controle), 35 e 45 ºC. A temperatura de 25 ºC correspondeu à temperatura ideal de germinação. Em temperaturas de 5 e 45 ºC, a germinação foi nula. Houve redução da germinação de sementes de D. nigra com o aumento do tempo de exposição das sementes às temperaturas de 5, 15, 35 e 45 ºC. Diferentemente das demais temperaturas, a semipermeabilidade da membrana não é recuperada nas temperaturas de 5 e 45 ºC. A condutividade elétrica é uma técnica eficiente para avaliar a qualidade fisiológica das sementes em diferentes temperaturas.
The seeds germination depends on abiotic factors, the temperature being one of the most important, whose influence, in extreme conditions, causes damage to the seeds. The present study aimed to investigate the effect of different temperatures during germination of Dalbergia nigra and its implications in the physiology of the seeds. We evaluated the percentage of germination, germination speed index (GSI) and integrity of cell membranes by electrical conductivity test of seeds at different times of exposure to temperatures of 5, 15, 25 (control), 35 and 45 ºC. The temperature of 25 ºC was the ideal temperature for germination. At temperatures of 5 and 45 ºC germination was null. There was a reduction of germination of D. nigra seeds with the increase of the exposure time of the seeds at temperatures of 5, 15, 35 and 45 ºC. Unlike other temperatures, the semipermeability of the membrane is not recovered at temperatures from 5 to 45 ºC. Electrical conductivity is an efficient technique to evaluate the physiological quality of the seeds at different temperatures.
Palavras-chave: Fisiologia
Jacarandá-da-bahia
Membranas celulares
Editor: Revista Árvore
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/0100-67622015000100011
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/16138
Data do documento: 10-Nov-2014
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
0100-6762-rarv-39-01-0115.pdftexto completo550,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.