Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/16445
Tipo: Artigo
Título: Anatomia funcional e morfometria do intestino no Teleostei (Pisces) de água doce Surubim (Pseudoplatystoma coruscans - Agassiz, 1829)
Autor(es): Seixas Filho, José Teixeira de
Brás, José de Moura
Gomide, Andréa Tassis de Mendonça
Oliveira, Maria Goreti de Almeida
Donzele, Juarez Lopes
Menin, Eliane
Abstract: Os objetivos do presente trabalho foram estudar a anatomia funcional e a morfometria comparativas nos intestinos médio e no reto, do peixe Teleostei, surubim, Pseudoplatystoma coruscans (Agassiz, 1829) (Siluriformes, Siluroidei, Pimelodidae), de hábito alimentar carnívoro, em duas classes de tamanho, visando fornecer referência à nutrição para o ajuste de diferentes sistemas de alimentação artificial para essa espécie nativa. Por meio destes estudos concluiu-se que o intestino do surubim, sob o ponto de vista morfológico, deve ser denominado, de intestino médio e reto, devido a presença da valva ileorretal e da invaginação valvar intestinal entre esses segmentos. Em relação ao padrão de enrolamento do intestino, apesar do plano geral do intestino médio e do reto ter sido mantido, as alças do intestino médio apresentaram arranjo indefinido, não tendo sido determinado um arranjo-padrão para a espécie. O arranjo intestinal é compatível ao da maioria de peixes carnívoros, ou predominantemente carnívoro, uma vez que seu intestino é quase retilíneo; contudo, as circunvoluções das alças finais do intestino médio talvez possam ser vistas como adaptações a um possível regime onívoro, preferencialmente carnívoro. As pregas intestinais encontram-se mais complexas e desenvolvidas no intestino dos exemplares da segunda classe de tamanho. Procurando estabelecer relações entre o arranjo das pregas das mucosas e a velocidade de transporte do alimento no intestino médio da espécie estudada, sugere-se que o padrão longitudinal, com numerosas anastomoses retardam o avanço do alimento em sentido aboral, o que possibilita maior período digestivo e, conseqüentemente, maior aproveitamento dos nutrientes, pela exposição do material alimentar à mucosa intestinal por período maior, além de contribuir para a preparação do bolo fecal. As pregas da mucosa próxima ao ânus têm direção longitudinal, sugerindo auxílio na expulsão dos bolos fecais, direcionando-os para o meio exterior.
The objectives of this work were to study the functional anatomy and the comparative morphometry in the medium intestine and in the rectum of Teleostei, surubim, Pseudoplatystoma coruscans (Agassiz, 1829) (Siluriformes, Siluroidei, Pimelodidae), with carnivorous feeding habits, in two size classes, aiming to provide nutritional data for the adjustment of different artificial feeding system. It was concluded that the surubim intestine, under a morphological view, must be called of medium intestine and rectum, due to the presence of ileo-rectal valve and of intestinal valve invagination among these segments. In relation to the intestinal widding pattern, although the overall arrangement of the medium intestine and rectum was maintained, the medium intestine rings showed undefined arrangement, and an standard arrangement could not be determined for the specie. The intestinal arrangement was compatible to the most carnivorous fishes, or predominantly carnivore, once the intestine is almost ret; however, the circunvolutions of intestine final rings of medium intestine can be considered adaptations of a possible omnivorous feeding, preferentially carnivorous. The intestinal fold were more complex and developed in the intestine of the second size class species. In order to establish the relations among the mucous fold arrangement and the o food transportation speed in the medium intestine of the studied specie, it is suggested that the longitudinal pattern, with several anastomoses delay the feed progress in the aboral direction, allowing a larger digestive period and, consequently, better feed nutrients profit, by the feed material exposition to the intestinal mucous for larger period, besides contributing for the fecal mass preparation. The mucous fold next to the anus have longitudinal direction, contributing for the fecal bolos expulsion, directing them to the exterior environment.
Palavras-chave: Anatomia
Peixe de água doce
Surubim
Teleósteos
Editor: Revista Brasileira de Zootecnia
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982001000700003
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/16445
Data do documento: 13-Mar-2001
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo50,52 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.