Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/16915
Tipo: Artigo
Título: Soil CO2 efflux in four different land use systems in Rio Pomba, Minas Gerais/Brazil
Autor(es): Oliveira, Joel Marques de
Martins, Gustavo Sampaio de Lima
Vieira Júnior, José Olívio Lopes
Barrella, Tatiana Pires
Campos, André Narvaes da Rocha
Abstract: Functioning and sustainability of agricultural systems depend directly on the soil biological activity. Soil respiration, or CO 2 efflux, is a sensible indicator of biological activity, revealing fast and accurately whether changes in environment affect soil community. In this context, soil respiration can be used to evaluate soil organisms behavior after an environmental change revealing the capacity of a soil in it normal functioning after a disturb event. The objective of this work was to study seasonal variation in soil CO 2 efflux in Rio Pomba/MG and its relation with typical land uses of Zona da Mata region of Minas Gerais. Fluctuation on soil CO 2 efflux was observed in all areas throughout the period of the study, from September 2010 to August 2011, as a result of climatic variation. We have also reported specific patterns on CO 2 efflux that can be associated with land use. It was observed that the area under annual crops presented the highest amplitude of changes in respiratory rates, while forest and guava plantation presented the lowest. The principal component analysis revealed that the area cultivated with guava presented pattern of CO 2 efflux similar to forest, and the area intensively cultivated with annual crops showed behavior opposite to the forest. We conclude that variation in soil respiration rates is higher in intensive cropped areas. Additionally, total soil respiration can be used as a methodology to assess the interference of cropping on soil biota.
O funcionamento e a sustentabilidade dos sistemas agrícolas dependem diretamente da atividade biológica do solo. A respiração, ou efluxo de CO2 , é um indicador sensível da atividade biológica do solo, revelando com rapidez e acurácia se mudanças ambientais afetam a comunidade do solo. Assim, pode-se utilizar a respiração do solo para avaliar o comportamento dos organismos em resposta a alterações ambientais, revelando a capacidade do solo em manter seu funcionamento após um distúrbio. O objetivo deste trabalho foi estudar a variação sazonal no efluxo de CO 2 do solo em Rio Pomba/MG e sua relação com usos típicos do solo na Zona da Mata de Minas Gerais. Observou-se flutuação no efluxo de CO 2 em todas as áreas estudadas ao longo do período do experimento, de setembro de 2010 a agosto de 2011, como resultado da variação na precipitação e na temperatura atmosférica. Verificaram-se padrões específicos no efluxo de CO 2 que podem ser associados ao uso do solo. A área de culturas anuais apresentou as maiores variações nas taxas respiratórias, enquanto a área de mata e do goiabal apresentaram as menores. A análise de componentes principais revelou que o padrão de respiração do goiabal foi o mais próximo do apresentado pela mata, já a área de culturas anuais apresentou comportamento oposto ao da mata. Conclui-se que a variação nas taxas respiratórias é maior em solos que apresentam cultivo intensivo. Adicionalmente, a respiração total do solo pode ser utilizada para avaliar a interferência das práticas de cultivo na biota do solo.
Palavras-chave: Soil organisms
Soil quality indicators
Soil total respiration
Editor: Brazilian Journal of Sustainable Agriculture
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://www.rbas.ufv.br/index.php/rbas/article/view/240
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/16915
Data do documento: 30-Jul-2014
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo254,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.