Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1702
Tipo: Tese
Título: Dinâmica ovariana e endócrina de éguas em diferentes idades
Título(s) alternativo(s): Ovarian and endocriny dinamyc of mares with different ages
Autor(es): Jacob, Júlio César Ferraz
Primeiro Orientador: Carvalho, Giovanni Ribeiro de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Torres, Ciro Alexandre Alves
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Ginther, Oliver Joseph
metadata.dc.contributor.referee1: Silva Filho, José Monteiro da
metadata.dc.contributor.referee2: Costa, Eduardo Paulino da
metadata.dc.contributor.referee3: Vendramini, Orlando Marcelo
Abstract: O presente estudo foi dividido em três experimentos. No Experimento 1, visou-se caracterizar os hormônios reprodutivos e a população folicular verificados próximos da ovulação em éguas de diferentes idades, a saber: éguas jovens (4 a 6 anos), éguas de meia idade (10 a 14 anos) e éguas velhas (acima de 18 anos). Amostras de sangue foram coletadas diariamente, sendo analisados os hormônios FSH, LH, progesterona e estradiol. Os folículos foram divididos em classes foliculares, de acordo com os seguintes diâmetros: a) 2-5 mm, b) 5,1-10 mm, c) 10,1-15 mm, d) 15,1-20 mm, e) 20,1- 25 mm e f) = 25,1 mm. As diferenças encontradas entre os grupos incluem: baixa concentração de LH ao redor da ovulação em éguas pônei com mais de 18 anos e um crescimento folicular mais rápido do folículo dominante em éguas jovens (5-6 anos). No experimento 2, as condições foliculares e hormonais envolvidas na divergência e no desenvolvimento de um folículo (1DF) dominante (= 28 mm) versus dois folículos dominantes (2DF) foram estudados em 32 ondas foliculares em éguas. Os folículos foram ordenados a cada dia como F1 (maior) a F3. O início da divergência foi designado como dia 0 e precedido do primeiro aumento da diferença entre os diâmetros dos F1 e F2 para o grupo 1DF e entre a combinação de F1 e F2 versus F3 para o grupo 2DF. As éguas apresentaram 1DF e 2DF em 21 (66%) e 11 (34%) das ondas, respectivamente. No Dia 0, as características das ondas com 1DF e 2DF foram, similares apesar da diferença do declíneo do perfil de FSH. Entretanto, o dia específico do declíneo do FSH ou a concentração específica, não foram fatores que iniciaram a divergência. Assim, depreende-se dos resultados obtidos no presente experimento, que as concentrações hormonais não dão sustentação ao desenvolvimento de dois folículos dominantes. No experimento 3, os dados foram coletados diariamente de 23 éguas durante dois interbalos ovulatórios consecutivos (IOIs). Varias e novas significantes (P < 0,05) observações foram feitas. A concentração de FSH aumentou entre os Dias -1 e 0 (ovulação = Dia 0), com um platô entre os Dias 0 e 1, e houve um rebote entre os dias 1 e 2. A repetibilidade dentro das éguas foi baseada na significante correlação positiva entre os dois IOIs. Os seguintes pontos foram correlacionados significativamente: 1) duração do intervalo entre ovulações (r = +0.67) e entre a ovulação e o começo da divergência folicular (r = +0,58); 2) o diâmetro do folículo préovulatório nos Dias -3 a -1 (média, r = +0,49); 3) o número de folículos por classes de diâmetro de 2 a 5 mm (r = +0,65 a média da correlação diária para o IOI; individual correlação significativa diária nos dias 22/23), 5,1 a 10 mm (r = +0,49; 18/23 dias), 10,1 a 15 mm (r = +0,40; 12/23 dias), e 15,1 a 20 mm (r = +0,42; 12/23 dias); e FSH (r = +0,55; 18/23 dias) e a concentração de LH (r = +0,59; 22/23 dias). A repetibilidade para o número de folículos foi maior na classe de menor diâmetro (2 a 5 mm). Os resultados demonstraram uma repetibilidade mensurável dentro de cada égua para vários pontos entre consecutivos IOIs. Mais estudos são necessários para se determinar o efeito da idade sobre a atividade reprodutiva de éguas pônei acima de 24 anos de idade.
The present study was divided in tree experiments, led with the intention of characterizing the reproductive hormones and the population follicular close to the ovulation in mares of different ages, young (4 to 6 years), middle (10 to 14 years) and old mares (above 18 years). Samples of blood were collected daily and the analyzed hormones were FSH, LH, progesterone and estradiol. Number of follicles was determined by grouping the follicles diameters into the following categories: a) 2-5 mm, b) 5,1-10 mm, c) 10,1-15 mm, d) 15,1-20 mm, e) 20,1-25 mm, and f) = 25,1 mm. Differences found among age groups include: great concentrations of LH around the ovulation in more 18 years old pony mares and more rapid growth of the largest follicles in the youngest mares (5-6 years). Experiment 2, the follicular and hormonal aspects of diameter deviation and development of one dominant (= 28 mm) follicle (1DF) versus two dominant follicles (2DF) was studied in 32 follicular waves in mares. Follicles were ranked each day as F1 (largest) to F3. The beginning of deviation was designated Day 0 and preceded the first increase in the differences in diameter between F1 and F2 in the 1DF group and between a combination of F1 and F2 versus F3 in the 2DF group, 1DF and 2DF developed in 21 (66%) and 11 (34%) waves, respectively. The similarities on Day 0 in the characteristics of 1DF and 2DF waves despite the differences in the declining portions of the FSH profiles indicated that a specific day of the FSH decline or a specific concentration were not factors in initiating deviation. Results did not indicate a hormonal basis for the development of 2DF. Experiment 3, Repeatability within mares was based on a significant positive correlation between the two IOIs. The following end points were correlated significantly: 1) length of the interval between ovulations (r = +0.67) and between ovulation and the beginning of follicle deviation (r = +0.58); 2) diameter of the preovulatory follicle on Days - to -1 (average, r = +0.49); 3) number of follicles in diameter classes of 2 to 5 mm (r = +0.65 average of the daily correlations for the IOI; significant individual daily correlations on 22/23 days), 5.1 to 10 mm (r = +0.49; 18/23 days), 10.1 to 15 mm (r = +0.40; 12/23 days), and 15.1 to 20 mm (r = +0.42; 12/23 days); and FSH (r = +0.55; 18/23 days) and LH concentrations (r = +0.59; 22/23 days). The repeatability for number of follicles was greatest in the smallest diameter class (2 to 5 mm). Results demonstrated measurable repeatability within mares for several end points between consecutive IOIs. More studies are necessary to determine the effect of age in the reproductive activity in mares pony above 24 years of age.
Palavras-chave: Gonadotropinas
Ciclo estral
Eqüinos
Gonadotropins
Estrous cycle
Equine
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
metadata.dc.publisher.department: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
metadata.dc.publisher.program: Doutorado em Zootecnia
Citação: JACOB, Júlio César Ferraz. Ovarian and endocriny dinamyc of mares with different ages. 2007. 77 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1702
Data do documento: 13-Jul-2007
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf949,24 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.