Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1705
Tipo: Tese
Título: Suplementação com ionóforo à dieta de novilhas leiteiras em crescimento compensatório
Título(s) alternativo(s): Ionophore supplementation in the diet of dairy heifers in compensatory growth
Autor(es): Costa, Patrícia Barcellos
Primeiro Orientador: Queiroz, Augusto César de
Primeiro avaliador: Mota, Adilson Ferreira da
Segundo avaliador: Rodrigues, Marcelo Teixeira
Terceiro avaliador: Leão, Maria Ignez
Quarto avaliador: Maldonado, Izabel Regina dos Santos Costa
Abstract: O objetivo proposto neste estudo foi avaliar o efeito do manejo para crescimento compensatório e da suplementação com ionóforo à dieta sobre o desempenho, os parâmetros digestivos, o perfil metabólico e o desenvolvimento da glândula mamária de novilhas leiteiras. O experimento foi conduzido durante o período de abril a setembro de 2004. Foram utilizadas 20 novilhas puras da raça Pardo-Suíça, com média de cinco meses de idade e peso inicial de + 200 kg. Os tratamentos foram arranjados em um esquema fatorial (2x2x2) e os animais foram alocados aleatoriamente em cada uma das combinações. O fator 1 consistiu dos sistemas de alimentação (convencional e crescimento compensatório), o fator 2, da utilização ou não de ionóforo (200 mg de monensina/animal/dia), e o fator 3, dos períodos de alimentação. Os animais do sistema convencional receberam alimentação ad libitum durante todo o período experimental, enquanto os do sistema de crescimento compensatório foram submetidos a um manejo nutricional com dois períodos distintos: período de restrição energética (90 dias, P1) e período de realimentação (60 dias, P2). Verificou-se menor eficiência de conversão de matéria seca e energia metabolizável consumida em ganho de peso diário, durante o período de realimentação. Não houve diferença para as variáveis relacionadas ao balanço de nitrogênio entre os animais do sistema convencional e dos submetidos ao manejo para crescimento compensatório. A inclusão de ionóforo na dieta das novilhas proporcionou menor excreção de nitrogênio (N) urinário e, conseqüentemente, maior retenção de N no período de restrição e menor no período de realimentação, o que refletiu na eficiência de utilização do N consumido. Não houve efeito dos sistemas, da utilização de ionóforo ou do período sobre os parâmetros morfo-estruturais estudados e sobre o peso corporal ao final do período experimental. Novilhas em crescimento compensatório apresentaram maior ganho de peso diário ao 1350 e 1500 dias do período experimental em comparação às do sistema convencional. A inclusão de ionóforo à dieta aumentou os coeficientes de digestibilidade total da matéria seca, da matéria orgânica, dos carboidratos totais e da fibra em detergente neutro. Não houve efeito do sistema, da adição de ionóforo à dieta e do período sobre a produção microbiana. A eficiência microbiana (g PB microbiana/kg de NDT consumido) no período de restrição foi maior que no período de realimentação. Os animais do sistema crescimento compensatório apresentaram menor tempo diário em alimentação e mastigação total, mas não diferiram dos animais do sistema convencional quanto ao tempo despendido com ruminação. Novilhas submetidas ao sistema crescimento compensatório apresentaram maior concentração de nitrogênio uréico (N-uréico) plasmático e menor relação DNA:RNA no tecido mamário. Quando analisados dentro de período, os níveis de lipoproteínas de alta densidade (HDL) aumentaram no período de realimentação, enquanto os de N-uréico diminuíram. Além da alteração nos níveis de Nuréico, o balanço energético ao qual as novilhas em crescimento compensatório foram submetidas ocasionou aumento no teor dos ácidos graxos não-esterificados (AGNE). Houve redução nos níveis de glicose sanguínea dos animais em crescimento compensatório no período de realimentação. Entre as variáveis de perfil metabólico estudadas, a suplementação com ionóforo à dieta apresentou efeito apenas sobre os AGNE, que tiveram sua concentração reduzida durante o período de realimentação. A partir dos resultados obtidos, pode-se inferir que o manejo nutricional para crescimento compensatório em novilhas leiteiras e a suplementação com monensina sódica à dieta têm efeito positivo sobre a digestibilidade dos nutrientes e o perfil metabólico, ocasionando, portanto, aumento da atividade de síntese protéica no tecido mamário. Entretanto, deve-se considerar que o manejo para crescimento compensatório nem sempre promove aumento na eficiência de conversão da matéria seca e da energia metabolizável consumida em ganho de peso diário e, conseqüentemente, incremento no balanço de nitrogênio dos animais. Por outro lado, a inclusão de ionóforo à dieta de novilhas reduz a excreção de N urinário, proporcionando maior retenção de N.
The objective proposed for this study was to evaluate the compensatory growth regimes and the supplementation with ionophores to the diet on the performance, digestive parameters, metabolic profile and mammary gland development of dairy heifers. The experiment was carried out during the period of April to September of 2004. Twenty purebred heifers from the Brown-Swiss breed were used, with average of initial weight of ± 200 kg and five months old. The treatments were arranged in a factorial arrangement (2x2x2) and the animals were randomly allocated in each one of the combinations. The factor 1 consisted of the feeding regime (conventional and compensatory growth), the factor 2, of the use or not of ionophores (200 mg of monensin/animal/day) and the factor 3, of the feeding periods. The animals in the conventional regime received ad libitum feeding, while the one in the compensatory growth regime were submitted to a nutritional management with two different periods: period of energy restriction (90 days, P1) and realimentation period (60 days, P2). A smaller efficiency of conversion of dry matter and energy metabolizable consumed in average daily gain was observed, during the realimentation period. There was no difference for the variables related to the nitrogen balance of the animals of the conventional regime and of the submitted to the compensatory growth regime. The ionophores inclusion in the diet of the heifers provided smaller excretion of urinary nitrogen (N) and, consequently, larger N retention in the period of restriction and smaller in the realimentation period, which reflected in the efficiency of use of consumed N. There was not effect of the treatments, of the ionophores use or of the period on the studied morfo-structural parameters and on the final body weight. Heifers in compensatory growth regime showed larger average daily gain at the 1350 and 1500 days of the experimental period in comparison with the ones from the conventional regime. The ionophores inclusion in the diet increased the coefficients of total digestibilities of the dry matter, of the organic matter, of the total carbohydrates and of the neutral detergent fiber. There was no effect of the treatment, of the ionophores addition to the diet and of the period on the microbial production. The microbial efficiency (g microbial CP /kg of TDN consumed) in the restriction period was larger than in the realimentation period. The animals from the compensatory growth regime showed smaller daily time spent in feeding and total mastication, but they did not differ from the animals from the conventional regime as for the time spent with rumination. Heifers submitted to the compensatory growth regime showed larger concentration of plasma ureic nitrogen (ureic N) and smaller DNA: RNA ratio in the mammary gland. When analyzed inside of period, the levels of high density lipoprotein (HDL) increased in the realimentation period, while the ureic N decreased. Besides the alteration in the levels of ureic N, the energy balance to which the heifers in compensatory growth was submitted caused increase in the content of the noesterified fatty acids (NEFA). There was reduction in the blood glucose levels of the animals in compensatory growth in the realimentation period. Among the variables of metabolic profile studied, the supplementation with ionophores to the diet showed effect only on NEFA, that had it concentration reduced during the realimentation period. Based on the obtained results, it could be inferred that the nutritional regime for compensatory growth in dairy heifers and the supplementation with sodium monensin to the diet had positive effect on the digestibility of the nutrients and metabolic profile, originating, finally, increase of the activity of protein synthesis in the mammary gland. But, its should be considered that the compensatory growth regime not always promotes increase in the efficiency of conversion of the dry matter and of the energy metabolizable consumed in average daily gain and, consequently, increase in the nitrogen balance of the animals. On the other hand, the ionophores inclusion in the heifer s diet reduces the excretion of urinary N, providing larger retention of N.
Palavras-chave: Bovino leiteiro
Comportamento ingestivo
Restrição alimentar
Digestibilidade
Dairy cattle
Feeding behavior
Food restriction
Digestibility
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: COSTA, Patrícia Barcellos. Ionophore supplementation in the diet of dairy heifers in compensatory growth. 2005. 115 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1705
Data do documento: 19-Set-2005
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf552,62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.