Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/17058
Tipo: Artigo
Título: Handling sticky resin by stingless bees (Hymenoptera, Apidae)
Autor(es): Gastauer, Markus
Campos, Lucio A. O.
Wittmann, Dieter
Abstract: For their nest defense, stingless bees (Meliponini) collect plant resins which they stick on intruders like ants or cleptobiotic robber bees causing their immobilization. The aim of this article is to identify all parts of stingless bee workers contacting these sticky resins. Of special interest are those body parts with anti-adhesive properties to resin, where it can be removed without residues. For that, extensive behavioral observations during foraging flight, handling and application of the resin have been carried out. When handling the resin, all tarsi touch the resin while walking above it. For transportation from plants to the nest during foraging flight, the resin is packed to the corbicula via tarsi and basitarsi of front and middle legs. Once stuck to the resin or after the corbicula had been unloaded, the bee's legs have to be cleaned thoroughly. Only the tips of the mandibles, that form, cut and apply the sticky resin, seem to have at least temporarily resin-rejecting properties.
Para sua defesa, abelhas-sem-ferrão (Meliponini) coletam resinas vegetais para colar nos invasores de seus ninhos como formigas ou abelhas cleptobióticas causando a imobilização deles. O objetivo desse artigo é identificar todas as partes das operárias das abelhas-sem-ferrão que tocam na resina. De interesse especial são aquelas partes do corpo que repelem as resinas. Para isso, extensas observações foram realizadas tanto durante a coleta, como no tratamento e na aplicação das resinas. Durante a manipulação da resina, todos os tarsos das operárias encostam-se à resina quando andam sobre sua superfície. Para transportar a resinas das plantas para os ninhos durante o vôo de coleta, a resina é transferida para a corbícula via tarsos e basitarsos das pernas anteriores e médias. Uma vez coladas na resina ou depois que a corbícula foi descarregada, as pernas das operárias são meticulosamente limpas. Utilizadas na manipulação, corte e aplicação da resina pegajosa, somente as pontas das mandíbulas parecem ter, pelo menos temporariamente, propriedades repelindo resina.
Palavras-chave: Adhesion
Meliponini
Nest defense
Surface properties
Editor: Revista Brasileira de Entomologia
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0085-56262011005000018
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/17058
Data do documento: 14-Mar-2011
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo4,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.