Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1706
Tipo: Tese
Título: Desempenho e exigências nutricionais de novilhos zebuínos sob pastejo
Título(s) alternativo(s): Performance and nutritional requirements of grazing Zebu cattle
Autor(es): Sales, Maykel Franklin Lima
Primeiro Orientador: Paulino, Mário Fonseca
Primeiro coorientador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Segundo coorientador: Detmann, Edenio
Primeiro avaliador: Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
Segundo avaliador: Henriques, Lara Toledo
Terceiro avaliador: Zervoudakis, Joanis Tilemahos
Abstract: A presente tese foi elaborada com base em três experimentos. No primeiro experimento objetivou-se estudar os efeitos de diferentes níveis de suplementação sobre o desempenho, consumo, digestibilidade aparente total (DAT), pH e concentração de amônia ruminal (NAR), em bovinos recriados em pastagem de Brachiaria decumbens Stapf. durante o período de transição seca-águas. Para avaliação do desempenho, consumo e DAT, foram utilizados 25 novilhos, não castrados, com idade e peso médio iniciais de 11 meses e 270 kg, divididos em cinco lotes de cinco animais, seguindo um delineamento inteiramente casualizado. Cada lote recebeu um dos tratamentos: mistura mineral (SAL); e suplemento na base de 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kg/animal/dia, o que representou 0,18; 0,36; 0,54 e 0,72% do peso corporal médio dos animais. A área destinada aos animais foi constituída de cinco piquetes de 2,0 ha cada. Para a avaliação do pH e concentração ruminal de amônia, foram utilizados cinco novilhos mestiços, não castrados, com peso médio de 240 kg, fistulados no esôfago, rúmen e abomaso, dispostos em quadrado latino 5x5, com cinco tratamentos e cinco períodos experimentais. O desempenho dos animais comportou-se de forma linear positiva em função dos níveis de suplementação, sendo observado um incremento de mais de 80% no ganho de peso dos animais do mais alto nível de suplementação em comparação aos animais não suplementados. Os consumos de MS total, MS do pasto, MO e FDN, não foram influenciados pelos tratamentos. Os consumos de PB, CNF, EE e NDT assim como a digestibilidade dos nutrientes e a concentração de amônia ruminal apresentaram comportamento linear positivo em função dos níveis de suplementação. Níveis crescentes de suplementação concentrada influenciam positivamente o desempenho de bovinos recriados sob pastejo no período de transição seca-águas. No segundo experimento avaliou-se os efeitos de níveis de suplementação sobre o desempenho, consumo, DAT, pH e NAR em bovinos de corte terminados em pastagem de Brachiaria decumbens Stapf., no período das águas. Para avaliação do desempenho, consumo e DAT foram utilizados 16 novilhos zebuínos, não castrados, com idade e peso médio iniciais de 14 meses e 317 kg, os quais foram divididos em quatro lotes de quatro animais, seguindo um delineamento inteiramente casualizado. Cada lote recebeu um dos tratamentos: mistura mineral e suplementos na base de 0,75; 1,50 e 2,25 kg/animal/dia, que corresponderam a 0,2; 0,4 e 0,6% do peso vivo médio dos animais. Para avaliação do pH e NAR, foram utilizados quatro animais fistulados no rúmen, organizados em quadrado latino 4x4, com quatro tratamentos e quatro períodos experimentais. O ganho de peso médio diário comportou-se de forma linear positiva, apresentando um ganho diário adicional de 261 g/dia para os animais do mais alto nível de suplementação em relação aos animais não suplementados. Os consumos de MST, MO, PB, CNF, EE e NDT apresentaram comportamento linear positivo em resposta aos tratamentos. Embora sem efeito de tratamentos sobre a DAT da matéria seca, houve efeito significativo dos tratamentos sobre a DAT dos nutrientes, sendo linear positivo para MO, PB, EE e CNF e linear negativo para FDN. Os valores de pH ruminal apresentaram comportamento quadrático e a NAR aumentou linearmente. Níveis crescentes de suplementação influenciam positivamente o desempenho, consumo, digestibilidade dos nutrientes e as características ruminais de bovinos de corte sob pastejo no período das águas. No terceiro objetivou-se estimar as exigências nutricionais de energia, proteína e macroelementos minerais de bovinos de corte suplementados em pastagem de Brachiaria decumbens durante o período das águas. Foram utilizados 28 novilhos zebuínos, não castrados, com idade e pesos médios iniciais de 07 meses e 180 kg. Oito animais foram abatidos como referência, em diferentes faixas de peso. A meia-carcaça direita de dez animais, dois por tratamento, foi dissecada em músculo, gordura e ossos e todos os constituintes do corpo pesados para determinação do peso de corpo vazio (PCVZ) e da composição corporal. Para determinação das exigências líquidas para ganho de peso foi construída uma equação de regressão entre o log da energia retida (ER) e o log do ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ). As exigências de energia líquida para mantença (ELm) foram estimadas através do log da produção de calor (PC) em função do consumo de energia metabolizável (CEM). As eficiências de utilização da EM para mantença (km) foram estimadas pela relação entre os teores de ELm e a EM da dieta e a eficiência de utilização da energia para ganho de peso (kg) foi estimada como o coeficiente da regressão linear entre a ER e o CEM. As exigências de ELm de bovinos anelorados, sob pastejo, foram de 82,4 kcal/PCVZ0, 75/dia ou 76,12 kcal/PC0,75/dia. Com isso pode-se constatar que animais zebuínos, não castrados, sob pastejo, apresentam exigências líquidas de mantença cerca de 5% superiores aos zebuínos em confinamento. As exigências diárias de EMm foram de 149,76 kcal/PCVZ0,75 e a eficiência de utilização da EM para mantença (km) de animais anelorados sob pastejo foi de 55% e para ganho (kg) de 29%. Para determinação das exigências líquidas de proteína para ganho de peso nas diferentes faixas de peso corporal dos animais foi realizada uma análise de regressão dos conteúdos de proteína retidos no corpo dos animais (PR, g/dia) em função do ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ, kg/dia) e da energia retida (ER, Mcal/dia). As exigências de proteína metabolizável total para um animal de 350 kg, com ganho diário de 1,0 kg, foram de 593,59 g/dia. Esse mesmo animal consumindo 7,40 kg de MS/dia necessita que a dieta total apresente 12,97% de PB na MS. O requerimento líquido de proteína para ganho de peso de animais zebuínos não- castrados sob pastejo, com até 350 kg de peso corporal, decresce à medida que o peso corporal ou a ER aumentam, podendo ser estimado a partir da equação: PR (g/dia) = -26,2946 + 247,4853 × GPCVZ -24,8436 × ER. As exigencias líquidas de Ca, P, Mg, Na e K foram determinadas pela equação Y = b. 10a. Xb-1, sendo a e b o intercepto e o coeficiente da equação de predição dos conteúdos corporais de macrominerais, respectivamente. As exigências líquidas de Ca e P para um animal de 400 kg de PC foram, respectivamente, 11,13 g e 5,40 g. Para estimar as exigências dietéticas de mantença e, posteriormente, somá-las às exigências dietéticas para ganho, no intuito de se obter as exigências dietéticas totais, foram adotas as perdas endógenas e a biodisponibilidade presentes na literatura, para cada macroelemento mineral. As exigências dietéticas totais de Ca, P, Mg, Na e K para um animal de 400 kg de PC, com ganho diário de 1,0 kg foram, respectivamente, 34,59; 17,36; 7,82; 5,19 e 41,11 g/dia. Pode-se concluir que as exigências em macrominerais de bovinos de corte suplementados a pasto foram semelhantes àquelas recomendadas pelo BR-Corte para bovinos de corte confinados.
The current thesis was based on three trials. At the first trial, it was evaluated the effects of different supplementation levels on the performance, intake, digestibility, pH and ruminal ammonia concentration in growing bulls grazing Brachiaria decumbens Stapf. pasture, during the dry-rainy transition season. In the performance, intake and digestibility trial twenty five intact males with 11 months old and initial body weight of 270 kg, grouped in five lots of five animals, arranged in a completely randomized design were used. Each lot received one of the following treatments: mineral mixture (SAL) or supplements fed at 0.5, 1.0, 1.5 or 2.0 kg/animal/ day, which corresponded to supplementation levels of 0.18, 0.36, 0.54 and 0.72% of body weight. The experimental area was constituted of five paddocks of 2.0 ha each one. For the evaluation of the pH and ruminal ammonia concentration five crossbred bulls were used, with average body weight of 240 kg, fitted with esophageal, ruminal and abomasal cannula, disposed in a 5x5 Latin square design, with five treatments and five experimental periods. Animal performance increased linearly with the supplementation levels, being observed an increment of more than 80% in the animal performance of the highest supplementation level when compared to the animals that not receive the supplement. DM, OM and NDF intake were not influenced by the treatments. CP, NFC, EE and TDN intake as well as nutrient digestibility and ruminal ammonia concentration had a positive linear pattern in function of the supplementation levels. Increasing the amount of supplemental concentrate had a positive influence on the performance of growing bulls grazing Brachiaria decumbens pasture during the dry-rainy transition season. At the second trial it was evaluated the effects of supplementation levels on performance, intake, total apparent digestibility (TAD), pH and ruminal ammonia concentration (RAC) of finishing bulls grazing Brachiaria decumbens Stapf. pasture during the rainy season. For the performance, intake and TAD evaluation, sixteen intact males with 14 months old and initial body weight of 317 kg were used, arranged into four lots of four animals each, following a completely randomized design. Each lot received one of the following treatments: mineral mixture or supplements fed at 0.75; 1.50 and 2.25 kg/animal/day, which corresponded supplementation levels of 0.2; 0.4 and 0.6% of the average body weight. For pH and RAC evaluation, four animals fitted with rumen cannula were used, following a 4 x 4 Latin square design, with four treatments and four experimental periods. The average daily gain increased linearly as the supplementation levels increased, when the animals fed at the higher supplementation level presenting an additional daily gain of 261 g/day when compared to the animals not supplemented. DM, OM, CP, NFC, EE and TDN intake had a positive and linear response to the treatments. Although the treatments had no effect on DM TAD, there was a significant effect on nutrients TAD, in which the response was positive and linear for OM, CP, EE and NFC and linear but negative for NDF TAD. Ruminal pH values were affected quadratically while RAC increased linearly with the supplementation levels. Increasing supplementation levels can positively influence the performance, intake, nutrients digestibility and ruminal characteristics of bulls grazing Brachiaria decumbens during the rainy season. The objective in the third trial was to determine the energy, protein and macrominarals requirements of Zebu bulls grazing Brachiaria decumbens Stapf. pasture and supplemented with increasing amounts of concentrate during the rainy season. Twenty eight intact males, with seven months old and initial body weight of 180 kg were used. Eight baseline animals were slaughtered to determine the initial body composition, in different weight range. The right half carcass of eight animals, two per treatment, was dissected in muscle, fat and bones and all the body components were weighed to determine the empty body weight (EBW) and empty body composition. The net energy requirements for weight gain were obtained by regressing the log of the retained energy (RE) on the log of empty body weight gain (EBWG). The net energy requirements for maintenance (NEm) were obtained from regression of the log of the heat production (HP) on the metabolizable energy intake (MEI). The efficiency of ME utilization for maintenance (km) was calculated as the ratio of NEm to MEm and the slope of the linear regression of RE on ME intake was considered as an estimate of the efficiency of utilization of ME for weight gain (kg). The requirements of NEm of Zebu bulls, under pasture, was 82.4 kcal/EBW0.75/day or 76.12 kcal/BW0.75/day. Thus, grazing Zebu bulls have about 5% greater net energy requirements for maintencance than feedlot Zebu bulls. The daily requirements of MEm was 149.76 kcal/EBW0.75, and the efficiency of ME utilization for maintenance (km) of Zebu bulls under pasture was 55% and for gain (kg) 29%. To calculate the net requirements for gain in the different ranges of body weight the retained protein (RP, g/day) was regressed against empty body gain (EBG, kg/day) and retained energy (RE, Mcal/day). The total metabolizable protein requirements for an animal of 350 kg and average daily gain of 1.0 kg, were 593.59 g/day. That same animal, eating 7.40 kg of DM/day requires 12.97% of CP in DM. The net requirements of protein for gain of grazing bulls until 350 kg of bodyweight, decrease as the body weight or retained energy increase and can be estimated by the equation: RP (g/day) = -26.2946+247.4853×EBG-24.8436 ×RE. The net Ca, P, Mg, Na and K requirements were determined by the equation Y = b. 10a. Xb-1, where a and b represente the intercept and the regression coefficient, respectively, of the prediction equations of Ca, P, Mg, Na or K contents in the empty body weight. The net requirements of Ca and P for an animal of 400 kg of BW were, respectively, 11.13 g and 5.40 g. To determine the total dietary requirements, endogenous losses and bioavailability values found in the literature were used to calculate the dietary requirements for maintenance which were added to the dietary requirements for growth to obtain the total requirements. The total dietary requirements of Ca, P, Mg, Na and K for an animal of 400 kg of BW, with average daily gain of 1,0 kg were, respectively, 34.59; 17.36; 7.82; 5.19 and 41.11 g/day. The macrominerals requirements of supplemented grazing Zebu cattle were similar o those recommended by the BR-Corte for Zebu cattle on feedlot.
Palavras-chave: Energia
Gado de corte
Minerais
Proteína
Suplementação
Energy
Beef cattle
Minerals
Protein
Supplementation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: SALES, Maykel Franklin Lima. Performance and nutritional requirements of grazing Zebu cattle. 2008. 128 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1706
Data do documento: 2-Set-2008
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf502,4 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.