Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1727
Tipo: Tese
Título: Níveis de cálcio e de fósforo em dietas para codornas japonesas de 45 a 57 semanas de idade
Título(s) alternativo(s): Levels of calcium and phosphorus in diets for japanese quails from 45 to 57 weeks of age
Autor(es): Costa, Carlos Henrique Rocha
Primeiro Orientador: Barreto, Sérgio Luiz de Toledo
Primeiro coorientador: Torres, Robledo de Almeida
Segundo coorientador: Gomes, Paulo Cezar
Primeiro avaliador: Pinto, Rogerio
Segundo avaliador: Vargas Júnior, José Geraldo de
Abstract: Foram conduzidos dois experimentos com o objetivo de determinar os níveis de cálcio (Ca) e fósforo disponível (Pd) para codornas japonesa (Coturnix coturnix japonica) no terço final do ciclo de produção (45 a 57 semanas de idade). Utilizou-se respectivamente, para a determinação do nível nutricional de Ca e de Pd, 350 e 300 codornas japonesas fêmeas, sendo que em ambos os experimentos as aves apresentavam inicialmente 313 dias de idade. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, sendo utilizado cinco níveis de Ca (2,2; 2,6; 3,0; 3,4 e 3,8%), sete repetições e dez aves por unidade experimental. Para determinação do Pd foram utilizados cinco níveis (0,15; 0,25; 0,35; 0,45 e 0,55%), seis repetições e dez aves por unidade experimental. As dietas experimentais, continham 2.900 Kcal de energia metabolizável/kg e 20% de proteína bruta. A determinação do nível adequado de Ca e de Pd foi estimada através do consumo de ração, produção de ovos ave/dia, ave/alojada, viáveis para comercialização e viáveis ave/dia, variação do peso corporal, viabilidade, peso e massa de ovos, conversão alimentar por massa e por dúzia de ovos, peso específico dos ovos, percentagem e peso de casca, percentagem e peso de gema, percentagem e peso de albúmen, espessura de casca, altura e diâmetro dos ovos e teores de Ca, P, Mg e cinzas na casca, não se avaliando a espessura da casca, sendo avaliadas: Teores de Ca, P, Mg e cinzas na tíbia e na excreta, pH da gema, do albúmen e da excreta, comprimento e peso da tíbia do fêmur. O aumento dos níveis de Ca na dieta melhorou a conversão por massa e por dúzia de ovos, a espessura de casca, e influenciou significativamente o peso da gema e o da casca dos ovos analisados, além da percentagem de casca dos ovos. Também se observou redução nos teores de P, Ca e Mg da casca com o aumento dos níveis viii de Ca da dieta. Para os demais parâmetros avaliados não houve efeito significativo dos níveis de Ca da dieta. No experimento de P, o aumento dos níveis desse mineral na dieta aumentou linearmente o peso, a deposição de Ca na tíbia e o teor de Mg na tíbia, entretanto reduziu linearmente a altura dos ovos analisados. Observou-se efeito quadrático para peso específico, peso e percentagem de casca e teor de Ca excretado, sendo os níveis ótimos de 0,43%, 0,41%, 0,42% e 0,34%, respectivamente. Além dessas variáveis, o teor de Ca na casca do ovo, teor de cinzas e de P excretado e o teor de P na tíbia também apresentaram efeito quadrático, sendo os níveis ótimos de 0,27%, 0,30%, 0,43% e 0,42%, respectivamente. Para os demais parâmetros avaliados não houve efeito dos níveis de Pd da dieta. Conclui-se que os níveis nutricionais, para codornas japonesas, no terço final do ciclo de produção (45 a 57 semanas de idade), são de no mínimo 3,8% de Ca na dieta, o que corresponde ao consumo diário de 982 mg de Ca/ ave e de no máximo 0,15% de Pd na dieta, correspondendo a um consumo diário de 38 mg de Pd/ ave.
Two experiments were conducted with the objective of determining the levels of calcium (Ca) and available phosphorus (aP) for Japanese quails (Coturnix coturnix japonica) in the final third of the production cycle (45 to 57 weeks of age). It was used respectively for determining the nutritional level of Ca and aP, 350 and 300 Japanese quail females, and in both experiments the birds were initially 313 days old. The experimental design was completely randomized, using five levels of Ca (2.2, 2.6, 3.0, 3.4 and 3.8%), seven replicates and ten birds per experimental unit. For the determination of aP were used five levels (0.15, 0.25, 0.35, 0.45 and 0.55%), six replicates and ten birds per experimental unit. The experimental diets contained 2900 Kcal metabolizable energy/kg and 20% crude protein. The determination of the appropriate level of Ca and aP was estimated through the consumption of ration, egg production bird/day and bird/lodged, viable for commercialization, viable bird/day, profit of corporal weight, viability, weight and mass of eggs, alimentary conversion for mass and dozen eggs, specific weight of eggs, percentage and weight of shell, percentage and weight of yolk, percentage and weight albumen, shell thickness, height and diameter of eggs and contents of Ca, P, Mg and ash in the shell, not measuring the thickness of the shell, being evaluated: content of Ca, P, Mg and ash in the tibia and in the excreta, pH of the yolk, the albumen and excreta, length and weight of the tibia and femur. Increased levels of calcium in the diet improved the conversion of mass and per dozen eggs, the thickness of the shell, and significantly influenced the weight of the yolk and the shell of analyzed eggs analyzed, and the percentage of shell eggs. It was also observed reduction in levels of P, Ca and Mg of the shell with the increase levels of Ca in the diet. For the others evaluated parameters it did not have significant effect of the levels of calcium in the diet. In the experiment of P, increased levels of this mineral in the diet increased linearly the weight, the deposition of Ca in the tibia and the content of Mg in the tibia, but reduced linearly the height of eggs analyzed. There was a quadratic effect for specific weight, shell weight, shell percentage and content of Ca excreted, being the optimum levels of 0.43%, 0.41%, 0.42% and 0.34% respectively. Beyond these variables, the content of Ca in the shell of the egg, ash content and P excreted and P content of the tibia also showed a quadratic effect, being the optimum levels of 0.27%, 0.30%, 0.43% and 0.42% respectively. For the other parameters evaluated there was no effect on levels of aP in the diet. It is concluded that the nutritional levels for Japanese quails in the final third of the production cycle (45 to 57 weeks of age) is of at least 3.8% Ca in the diet, which corresponds to a daily intake of 982 mg of Ca/bird and a maximum of 0.15% Pd in the diet, corresponding to a daily consumption of 38 mg of Pd/bird.
Palavras-chave: Cálcio
Codorna japonesa
Fósforo disponível
Calcium
Japanese quails
Available phosphorus
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: COSTA, Carlos Henrique Rocha. Levels of calcium and phosphorus in diets for japanese quails from 45 to 57 weeks of age. 2009. 95 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1727
Data do documento: 1-Jul-2009
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf355,16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.