Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1746
Tipo: Tese
Título: Estrutura do dossel, acúmulo de forragem e eficiência de pastejo em pastos de capim-mulato submetidos a estratégias de pastejo rotativo
Título(s) alternativo(s): Sward structure, herbage accumulation and efficiency of grazing on pasture mulato grass subjected to rotational grazing strategies
Autor(es): Silveira, Márcia Cristina Teixeira da
Primeiro Orientador: Nascimento Júnior, Domicio do
Primeiro coorientador: Euclides, Valéria Pacheco Batista
Segundo coorientador: Silva, Sila Carneiro da
Primeiro avaliador: Sbrissia, André Fischer
Segundo avaliador: Difante, Gelson dos Santos
Abstract: As plantas forrageiras sofrem constantemente a interferência dos animais que as pastejam e de fatores do meio e, dessa forma, necessitam de mecanismos de adaptação para conseguir persistir no sistema. Assim, as estratégias de manejo do pastejo devem explorar e utilizar recursos adaptativos de modo a caracterizar a estrutura do dossel e, por meio dessa caracterização, estabelecer amplitudes ótimas de manejo para as espécies forrageiras de interesse. Foram objetivos deste trabalho estudar e descrever o efeito de combinações entre frequências e severidades de pastejo, em diferentes épocas do ano, sobre a estrutura do dossel forrageiro, a altura do pasto, o intervalo entre pastejos, o IAF, o ângulo de folhagem, a massa de forragem e a composição morfológica, a densidade volumétrica de forragem, a taxa de acúmulo de forragem e a composição morfológica, as perdas por pastejo e a eficiência de pastejo em pastos de capim-mulato. O experimento foi conduzido em área do Departamento de Zootecnia da USP/ESALQ, de janeiro de 2008 a abril de 2009. Os tratamentos corresponderam a combinações entre duas condições de pré-pastejo (interceptação luminosa pelo dossel (IL) de 95 e 100% durante a rebrotação) e duas de pós-pastejo (alturas de resíduo de 15 e 20 cm) e foram alocados nas unidades experimentais (piquetes de 1.200 m2), segundo um arranjo fatorial 2 x 2 e delineamento de blocos completos casualizados com quatro repetições. Não houve dificuldade em manter as alturas de resíduo estipuladas no caso de pastos manejados a 95% IL; o mesmo não ocorreu com pastos manejados a 100% IL. Tomando por base a relação positiva entre interceptação luminosa e altura, observou-se que as interceptações de 95 e 100% IL estiveram associadas a valores de altura do pasto de aproximadamente 30 e 40 cm, respectivamente. Pastos manejados a 95% IL apresentaram menor altura pré-pastejo, menores intervalos de pastejo, maior número de ciclos de pastejo, folhagem mais horizontal, menor IAF e menor massa de forragem, porém maior porcentagem de lâminas foliares na massa de forragem e maior densidade volumétrica de forragem quando comparados com aqueles manejados a 100% IL. No pós-pastejo, pastos manejados a 95% IL apresentaram maior interceptação luminosa, menor ângulo da folhagem, maior IAF, menor massa de forragem, maior porcentagem de folhas, menor porcentagem de material morto e menor densidade volumétrica de forragem que pastos manejados a 100% IL. Padrão semelhante de respostas foi obtido ao analisar o intervalo de pastejo, IL, ângulo de folhagem e IAF nas alturas de resíduo de 15 e 20 cm. A distribuição dos componentes morfológicos no perfil vertical do dossel variou com as estratégias de manejo empregadas e com as épocas do ano. Também foi possível observar que, apesar de apresentar menor massa de forragem, pastos manejados a 95% IL não diferiram dos manejados a 100% IL quanto à taxa de acúmulo de forragem. Pastos na condição de 100% IL proporcionaram maior quantidade de forragem removida, entretanto maiores perdas de forragem por pastejo também foram verificadas, o que refletiu em menor eficiência de pastejo, em comparação com o tratamento de 95% IL. Conclui-se que pastos de capim mulato apresentam mudanças no padrão da estrutura do dossel forrageiro dentro das épocas do ano e diante do manejo imposto, e estratégias de manejo caracterizadas por pastejo aos 95% IL (associado à altura de 30 cm) e altura de resíduo de 15 e 20 cm resultaram em melhores condições para rebrotação do pasto de capim-mulato, melhor estrutura de dossel e composição morfológica da massa de forragem, assim como maior eficiência de pastejo.
Forage crops suffer constant interference from animals that graze on them and from environmental factors and thus require adaptive mechanisms to persevere in the system. Thus, grazing management strategies should explore and use adaptive resources in order to characterize the sward structure and, through this characterization, establish optimal management ranges of forage species of interest. The aim of this work was to study and describe the effect of combinations of frequencies and severities of grazing in different seasons on the structure of the canopy, theheight of the pasture, grazing interval, IAF, foliage angle, herbage mass and morphological composition, volume density of forage, rate of accumulation and forage morphological composition, losses by grazing and grazing pressure on mulato grass pasture. The experiment was conducted in the area of the Department of Animal Science, USP / ESALQ, from January 2008 to April 2009. The treatments consisted of combinations of two pre-grazing conditions (light interception by the canopy (LI) of 95and 100% during regrowth) and two post-grazing (residual heights of 15 and 20 cm) and were allocated in experimental units (plots of 1,200 m2) following a 2 x 2 factorial design and randomized complete block design with four repetitions. There was no difficulty in keeping the residual stipulated heights in the case of pastures grazed at 95% IL, the same did not occur with pastures grazed at 100% IL. Based on the positive relationship between light interception and height, it was observed that the intercepts of 95 and 100% IL values were associated with pasture heights of approximately 30 and 40 cm respectively. Pastures grazed to 95% IL had lower pre-grazing height, lower grazingintervals, a greater number of grazing cycles, more horizontal foliage, lower IAF and lower herbage mass, but a greater percentage of leaf blade in herbage mass and higher volumetric density of forage compared with those managed at 100% IL. In the post-grazing, pastures managed at 95% IL had higher light interception, lower foliage angle, higher IAF, lower herbage mass, higher percentage of leaves, a lower percentage of dead material and a lower volume density of forage grazed pastures than at 100 % IL. Similar response patterns were obtained by analyzing the range of grazing, IL, leaf angle and IAF in the highest residual of 15 and 20 cm. The distribution of morphological components in the vertical profile varied with sward management strategies employed and with the seasons. It was also noted that, despite presenting lower herbage mass, pasture grazed at 95% IL did not differ from IL-managed at 100% of the rateof herbage accumulation. Pastures in 100% IL conditions showed greater amounts of forage removed, though larger losses of forage by grazing were also recorded, which resulted in lower grazing efficiency compared to treatments of 95% IL. In conclusion, the mulato grass pasture showed changes in the sward forage structure pattern within the seasons of the year and the management employed, and management strategies characterized by grazing at 95% IL (associated with a height of 30 cm) and height residuals of 15 and 20 cm resulted in better conditions for the regrowth of mulato grass pasture, better sward structure and morphological composition of the herbage mass, as well as increased grazing efficiency.
Palavras-chave: Morfogênese
Alvo de manejo
Interceptação luminosa
Morphogenesis
Target management
Light interception
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: SILVEIRA, Márcia Cristina Teixeira da. Sward structure, herbage accumulation and efficiency of grazing on pasture mulato grass subjected to rotational grazing strategies. 2010. 134 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1746
Data do documento: 24-Fev-2010
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,86 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.