Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1784
Tipo: Tese
Título: Glicerina bruta em suplementos para novilhas mestiças em pastagens
Título(s) alternativo(s): Crude glycerin supplements for crossbred heifers on pasture
Autor(es): Almeida, Vitor Visintin Silva de
Primeiro Orientador: Queiroz, Augusto César de
Primeiro avaliador: Silva, Robério Rodrigues
Segundo avaliador: Silva, Fabiano Ferreira da
Terceiro avaliador: Paulino, Mário Fonseca
Quarto avaliador: Fonseca, Dilermando Miranda da
Abstract: Objetivou-se avaliar o efeito da utilização da glicerina bruta no suplemento de novilhas criadas em pastagens, sobre consumo, digestibilidade e o desempenho; verificar a composição química e em ácidos graxos da carne de novilhas criadas em pasto; investigar correlações entre o consumo e a deposição de ácidos graxos na carcaça de novilhas criadas em pasto; avaliar o comportamento ingestivo no período de transição seca-águas e águas; verificar as respostas econômicas da inclusão de glicerina bruta na dieta. Foram utilizadas 36 novilhas mestiças, Holandês x Zebu, com peso inicial médio de 301,5 kg, distribuídas em um delineamento inteiramente casualisado, com quatro tratamentos e nove repetições por tratamento. Os animais foram mantidos em sistema de produção em pasto de Brachiaria brizantha cv. Marandu, em lotação rotativa, durante o período de transição seca-águas e águas. Os tratamentos testados foram 0,0, 3,33, 6,66 e 9,99% de inclusão de glicerina bruta na matéria seca total em substituição ao milho, fornecidos a um nível de 0,7% PC. Os consumos de MS e dos nutrientes das dietas experimentais não foram influenciados pela inclusão de glicerina bruta, com exceção dos consumos de EE e CNF. Os coeficientes de digestibilidade da MS e dos nutrientes das dietas experimentais não foram influenciados pela inclusão de glicerina bruta, exceto do EE. A glicerina bruta não afetou o desempenho dos animais, os quais apresentaram valor médio de 649 g/dia. A espessura de gordura na carcaça apresentou efeito linear crescente com a adição de glicerina na dieta. As concentrações de umidade, cinzas e proteína do músculo Longissimus dorsi não apresentaram diferença com a inclusão da glicerina. O teor de gordura total da carne foi aumentado com a adição de glicerina na dieta. A deposição na carne dos ácidos graxos margárico (17:00), 8-heptadecenóico (17:01), vacênico (18:1n-7t) e CLA (18:2-c9-t11) aumentou, enquanto a de pentadecenóico (15:01) diminuiu com a inclusão de glicerina na dieta. Os demais ácidos graxos não foram alterados pela adição da glicerina. Os teores totais de ácidos graxos saturados (AGS), insaturados (AGI), monoinsaturados (AGMI), poliinsaturados (AGPI), ácidos graxos n-6, ácidos graxos n-3, razão AGPI:AGS e n-6:n-3 não foram influenciados. O consumo do ácido oléico (18:1n9) correlacionou-se com a deposição dos ácidos 12:0, 14:1, 15:0 e 17:0 de forma moderada positiva e negativamente com ácido 15:1. A deposição do ácido graxo 18:1n7t correlacionou-se moderadamente com praticamente todos os ácidos presentes na dieta exceto 14:0, 16:0, 16:1, 17:0 e AGS. De forma diferente o 18:2n6 correlacionou-se apenas com 16:0, 16:1, AGS e a AGPI/AGS. O 18:2c9t11 (CLA) apresentou correlação moderada com quase todos os ácidos graxos presente na dieta. Sendo que a correlação foi negativa para os ácidos 14:0, 15:0, 18:3n3, 20:1, 20:1n9, AGPI, AGPI/AGS e n3. A inclusão de glicerina bruta diminui os tempos de pastejo e cocho, e aumentou o tempo em ócio dos animais no período de transição seca-águas. A ruminação foi influenciada de forma quadrática. A alimentação (minutos/kg de MS e FDN) foi reduzida, enquanto a ruminação (minutos/kg de MS e FDN) apresentou efeito quadrático com a inclusão de glicerina. As variáveis tempo gasto para cada bolo ruminado, números mastigações por bolo e por dia não foram influenciadas. O número de bolos por dia apresentou efeito quadrático. Os números de períodos de pastejo, ócio, ruminação e cocho não foram influenciados pela inclusão de glicerina bruta, apresentando valores médios de 15,1, 24,9 e 13,3 e 3,71 períodos por dia, respectivamente. A eficiência de alimentação e ruminação (kg /hora de MS e FDN) aumentaram com a inclusão da glicerina bruta na dieta. A inclusão de glicerina bruta promove melhoria na eficiência de alimentação e ruminação de novilhas em pastejo. No período das águas a tempo gasto com alimentação (minutos/kg de MS e FDN) não foi afetadas, enquanto a ruminação (minutos/kg de MS e FDN) foi reduzida com a inclusão de glicerina. As variáveis números de bolos por dia e mastigações por dia apresentaram efeito linear com os níveis de inclusão. O tempo gasto para cada bolo ruminado e o número de mastigações por bolo não foi influenciado. A ingestão de MS e FDN (g/refeição) apresentou efeito quadrático e a eficiência de alimentação expressa por kg de MS e FDN por hora não foi influenciada pela inclusão de glicerina na dieta. As eficiências de ruminação foi melhorada com a adição de glicerina. A inclusão de glicerina bruta nas dietas afeta alguns parâmetros do comportamento ingestivo de novilhas em pastagens. A produção de carne não foi alterada com a inclusão de glicerina na dieta. A inclusão de glicerina provocou redução de até 14,93% no preço do concentrado. Houve aumento significativo no saldo total que passou de 3,76 para 91,89 Reais/ha com a inclusão de glicerina. A inclusão de glicerina bruta no suplemento foi capaz de elevar o valor presente líquido e a taxa interna de retorno, mostrando ser uma alternativa para baratear o custo de produção de animais suplementados a pasto.
The objective was to evaluate the effect of the use of crude glycerin supplementation in heifers reared on pasture on intake, digestibility and performance, check the chemical composition and fatty acids in beef heifers raised on pasture, to investigate correlations between consumption and deposition fatty acids in the carcass of calves raised on pasture; evaluate the ingestive behavior in the transition period drywater and water, check the economic responses to the inclusion of crude glycerin in the diet. 36 heifers were used crossbred Holstein x Zebu, with initial average weight of 301.5 kg, distributed in a completely randomized design with four treatments and nine replicates per treatment. The animals were kept in pasture production system in Brachiaria brizantha cv. Marandu in rotational stocking during the dry period of transition waters and waters. The treatments tested were 0.0, 3.33, 6.66 and 9.99% crude glycerin inclusion in the total dry matter in replacement of corn, provided a level of 0.7% PC. The intakes of DM and nutrients of the experimental diets were not influenced by the inclusion of crude glycerin, except for the consumption of EE and NFC. The digestibility of DM and nutrients of the experimental diets were not influenced by the inclusion of crude glycerin. The crude glycerin did not affect animal performance, which showed a mean value of 649 g/day. The thickness of fat in the carcass showed increased linearly with the addition of glycerin in the diet. The concentrations of moisture, ash and protein the Longissimus dorsi showed no difference with the addition of glycerin. The total fat content of meat was increased with the addition of glycerin in the diet. The deposition of fatty acids in meat Daisy (17:00), 8- heptadecenóico (17:01), vacênico (18:1 n-7t) and CLA (18:2 c9-t11-) increased, while the pentadecenóico (15 : 01) decreased with the inclusion of glycerol in the diet. The other fatty acids were not altered by the addition of glycerin. The total content of saturated fatty acids (SFA), unsaturated (UFA), monounsaturated (MUFA), polyunsaturated (PUFA), n-6 fatty acids, fatty acids n-3 PUFA ratio: SFA and n-6: n-3 were not affected. The consumption of oleic acid (18:1 n9) correlated with the deposition of acids 12:0, 14:1, 15:0 and 17:0 moderately positively and negatively with acid 15:1. The deposition of the fatty acid 18:1 n7t moderately correlated with almost all the acids in the diet except 14:0, 16:0, 16:1, 17:0 and SFA. Differently than the 18:2 n6 was correlated only with 16:0, 16:1, SFA and PUFA/SFA. The c9t11 18:2 (CLA) showed moderate correlation with almost all fatty acids in the diet. Since the correlation was negative for acids 14:0, 15:0, 18:3 n3, 20:1, 20:1 n9, PUFA, PUFA/SFA and n3. The inclusion of crude glycerin decreases the time of grazing and trough, and increased leisure time animals in the transition period dry water. Rumination was influenced quadratically. The power (min/kg DM and NDF) was reduced, while ruminating (min /kg DM and NDF) had a quadratic effect with the addition of glycerin. The variables of time spent for each ruminated cake, cake and numbers chews per day were not affected. The number of cakes per day showed a quadratic effect. The numbers of grazing periods, leisure, rumination and troughs were not influenced by the inclusion of crude glycerin, with mean values of 15.1, 24.9 and 13.3 and 3.71 times per day, respectively. The efficiency of feeding and rumination (kg / hour of DM and NDF) increased with the inclusion of crude glycerin in the diet. The inclusion of crude glycerin promotes improvement in the efficiency of feeding and rumination in grazing heifers. In the period of time spent on water supply (minutes/kg DM and NDF) was not affected, while ruminating (min/kg DM and NDF) was reduced with the addition of glycerin. The variable number of cakes per day and chews per day had a linear effect with the levels of inclusion. The time taken for each cake ruminated and the number of chews per bolus was not influenced. Intake of DM and NDF (g /meal) had a quadratic effect and efficiency of power expressed per kg DM and NDF per hour was not influenced by inclusion of glycerol in the diet. The efficiencies of rumination was improved with the addition of glycerin. The inclusion of crude glycerin in diets affects some parameters of the feeding behavior of heifers on pasture. Meat production was not modified by the inclusion of glycerol in the diet. The inclusion of glycerol caused a reduction of up to 14.93% in the price of the concentrate. A significant increase in the total balance which increased from 3.76 to 91.89 reais / ha with the addition of glycerin. The inclusion of crude glycerin in the supplement was able to raise the net present value and internal rate of return, proving to be an alternative to lower the production cost of supplemented animals on pasture.
Palavras-chave: Glicerina bruta
Digestibilidade
Desempenho
Consumo
Pastagem
Suplementação
Crude glycerine
Digestibility, Performance, Consumption, Pasture, Supplemental
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: ALMEIDA, Vitor Visintin Silva de. Crude glycerin supplements for crossbred heifers on pasture. 2011. 127 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1784
Data do documento: 20-Out-2011
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf522,58 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.