Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/18009
Tipo: Artigo
Título: Simulação dos estoques de Carbono e Nitrogênio pelo Modelo Century em Latossolos, no Cerrado Brasileiro
Autor(es): Wendling, Beno
Jucksch, Ivo
Mendonça, Eduardo de Sá
Almeida, Risely Ferraz de
Alvarenga, Ramon Costa
Abstract: O uso de modelos matemáticos pode ser útil para o entendimento das alterações do uso e manejo do solo e fornecem subsídios para testar cenários futuros, possibilitando desenvolver estratégias de manejo menos impactantes ao meio ambiente. Os objetivos deste trabalho foram: (a) usar o modelo Century v4.5 para simular os efeitos dos usos e manejos sobre os estoques de carbono e nitrogênio do solo em diferentes compartimentos, (b) comparar os estoques medidos e simulados pelo Century, e (c) testar impacto de cenários futuros até o ano de 2100. Os tratamentos avaliados foram Pinus, plantio direto e plantio convencional, com histórico das áreas até o momento da coleta de solo (2004). Para o Pinus foram testados três cenários futuros, um deles simulando o mesmo manejo adotado até o momento da coleta de solo, outro reduzindo os eventos de fogo, além do uso sem preparo do solo para o replantio. Para o plantio direto e plantio convencional, simularam-se dois cenários futuros, um com rotação milho/soja e outro com monocultura de milho. O modelo Century foi sensível às mudanças de manejo adotadas, os compartimentos mais lábeis apresentam maior sensibilidade (ativo e lento), do que o mais estável (passivo). Em relação ao estoque de C, o modelo simulou estoques próximos aos medidos no campo, com um erro mínimo de 0,36%. Para os estoques de N, os valores simulados apresentaram erro de 5,71% para os compartimentos mais lábeis. Os cenários futuros mostraram a importância de se evitar queimadas no Pinus e o uso de monocultivo.
The use of mathematical models can be useful for understanding the changes in the use and management of soil and provide aid in testing future scenarios, making it possible to develop management strategies which have less impact on the environment. The objectives of this study were: (a) to apply the Century Model v4.5 in order to simulate the effects of usages and managements on carbon stocks and soil nitrogen in different compartments; (b) compare both the observed stocks and those simulated by the Century Model; (c) to test the impact of future scenarios until the year 2100. The treatments evaluated were of Pine, under both no-tillage and conventional tillage, using historical data from the areas up until when the soil was sampled (2004). For the pine, three future scenarios were tested, one by simulating the management adopted up to the time the soil was sampled, another by reducing the fire events, as well as by soil usage without any preparation when replanting. For both no-tillage and conventional tillage, two future scenarios were simulated: one with corn and soybean rotation, and the other with a monoculture of corn. The Century model was sensitive to the changes in management which were adopted, the more labile compartments showing greater sensitivity (the active and the slow) than the most stable (passive). In relation to stocks of C, the model simulated values close to those measured in the field, with a minimum error of 0.36%. For stocks of N, the simulated values showed an error of 5.71% for the more labile compartments. For pine, the future scenarios demonstrated the importance of preventing fires, and the use of monocultures.
Palavras-chave: Estoques de nitrogênio
Estoques de carbono
Sequestro
Editor: Revista Ciência Agronômica
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000200003
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/18009
Data do documento: 26-Dez-2013
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo687,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.