Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1817
Tipo: Tese
Título: Níveis e planos nutricionais de lisina digestível para leitoas em fase de crescimento e terminação
Título(s) alternativo(s): Levels of digestible lysine and nutritional plans for growing-finishing gilts
Autor(es): Rocha, Gabriel Cipriano
Primeiro Orientador: Donzele, Juarez Lopes
Primeiro coorientador: Brustolini, Paulo César
Segundo coorientador: Donzele, Rita Flávia Miranda de Oliveira
Primeiro avaliador: Silva, Francisco Carlos de Oliveira
Segundo avaliador: Kiefer, Charles
Abstract: Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar níveis e planos nutricionais de lisina digestível (Ld) para leitoas em fase de crescimento e terminação. Oitenta leitoas com 63 dias de idade e peso inicial de 24,2 ± 1,52 kg foram distribuídas em um experimento de blocos ao acaso, com cinco planos nutricionais de Ld (9-8-7; 10-9-8; 11-10-9; 12-11-10; 13-12-11 g/kg, respectivamente, nas fases dos 63 aos 103, dos 104 aos 133 e dos 134 aos 153 dias de idade) e com oito repetições. As leitoas foram alojadas em pares e alimentadas à vontade durante todo o período experimental (90 dias). A dieta basal para cada fase (63 a 103, 104 a 133 e 134-153 dias) foi formulada a base de milho e farelo de soja, sem adição de aminoácidos industriais. As outras quatro dietas adicionais (cada fase) foram suplementadas com L-Lisina HCl 78% e quando necessário, com DL-Metionina 99%, L-Treonina 98%, L-Triptofano 98% e L-Valina 96,5% em substituição ao amido. Durante o período experimental, aos 63, 103 e 133 dias, as leitoas foram pesadas e submetidas à análise de ultrassom para avaliação da profundidade e da área de olho de lombo bem como da espessura de toucinho. Ao final do período experimental (153 dias) os animais foram pesados e após o abate, as carcaças foram avaliadas individualmente com auxílio de pistola tipificadora para avaliação da porcentagem e da quantidade de carne na carcaça, profundidade de lombo e espessura de toucinho. Os resultados do estudo foram apresentados em dois capítulos, dos 63 aos 103 dias e dos 63 aos 153 dias. Dos 63 aos 103 dias os níveis de Ld proporcionaram aumento linear (P<0,05) do ganho de peso diário, apesar dessa variação não houve aumento no valor absoluto do ganho de peso a partir do nível de 12 g/kg de Ld. A conversão alimentar melhorou (P<0,01) de forma quadrática até o nível estimado de 11,9 g/kg de Ld. A área de olho de lombo das leitoas aumentou (P<0,05) de forma linear, no entanto, o modelo Linear Response Plateau foi o que melhor se ajustou aos dados estimando em 12,5 g/kg o nível a partir do qual ocorreu platô. Não foi verificada influência (P>0,05) dos níveis de Ld no consumo de ração diário e na espessura de toucinho. Dos 63 aos 133 dias, não houve efeito (P>0,05) dos planos nutricionais no consumo de ração diário, no ganho de peso diário, na conversão alimentar, na área de olho de lombo e na espessura de toucinho, contudo foi constatada maior (P<0,10) profundidade de lombo nas leitoas que receberam os planos com maiores níveis de Ld (12-11; 13-12 g/kg) em comparação ao plano com o menor nível (8-7 g/kg). No período total (63 aos 153 dias) não foi verificado influência (P>0,05) dos planos nutricionais no consumo de ração diário, nas variáveis de desempenho e características de carcaça. Conclui-se que o plano nutricional de lisina digestível de 9-8-7 g/kg fornecido, respectivamente, dos 63 aos 103, 104 aos 133 e 134 aos 153 dias, atende as exigências de lisina digestível de leitoas em fase de crescimento e terminação.
This experiment was conducted to evaluate levels of digestible lysine (DLys) and nutritional plans for growing-finishing gilts. Eighty gilts with 63 days of age and initial body weight of 24.2 ± 1.52 kg were distributed in randomized complete blocks design, with five nutritional plans of DLys (9-8-7; 10-9-8; 11-10-9; 12-11-10; 13-12-11 g/kg, from 63 to 103,104 to 133 and 134 to 153 days of age, respectively) and eight replicates. Pigs were housed in pair and fed their respective diets ad libitum throughout the experimental period (90 days). The basal diet for each phase (63 to 103,104 to 133 and 134 to 153 days) contained corn, soybean meal and no supplemental industry amino acids. Four additional diets (each phase) were formulated by adding L-Lysine HCl 78% and when necessary DL-Methionine 99%, L-Threonine 98%, L-Tryptophan 98%, L-Valine 96.5% and L-Isoleucine 99% replacing the starch. To follow the animal development along the experiment at 63, 103 and 133 days, gilts were weighed and subjected to analysis of ultrasound for evaluation of depth and loin eye area as well as backfat thickness. At the end of the experimental period (153 days) the animals were weighed and after slaughter, carcasses were evaluated individually using a typifying pistol to evaluate the percentage and the content of carcass meat, loin depth and backfat thickness. To better discuss the results the study was presented in two chapters, from 63 to 103 and from 63 to 153 days. From 63 to 103 days the DLys levels linearly increase (P<0.05) average daily gain and loin area of gilts in growing phase. However, there was no difference for average daily gain at levels above 12g/kg of DLys while the Linear Response Plateau model was that better fitted to the loin area data that stabilized in a plateau starting from the level of 12.5g/kg DLys. The feed:gain ratio was improved (P<0.01) quadratically until the estimated level of 11.9g kg-1 of DLys. There was no effects (P>0.05) of the treatments on the backfat thickness and feed intake. From 63 to 133 days, there was no effect (P>0.05) of the nutritional plans on daily feed intake, performance, loin eye area and backfat thickness, however the loin depth was greater (P<0.10) on the gilts that received plans with higher levels of DLys (12-11, 13-12 g/kg) compared to the plan with the lowest level (8-7 g/kg). For the whole period (63 to 153 days), it was not observed influence (P>0.05) of the nutritional plans on the daily feed intake, performance variables and carcass characteristics. It was conclude that the nutritional plan containing 9-8-7 g/kg of digestible lysine fed from 63 to 103, 104 to 133 and 134 to 153 days, respectively, meet the requirements for performance and carcass characteristics of growing-finishing gilts.
Palavras-chave: Lisina
Carcaça
Desempenho
Crescimento e Terminação
Lysine
Carcass
Performance
Growing-finishing
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: ROCHA, Gabriel Cipriano. Levels of digestible lysine and nutritional plans for growing-finishing gilts. 2012. 59 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1817
Data do documento: 28-Nov-2012
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf669,18 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.