Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1819
Tipo: Tese
Título: Níveis e planos nutricionais de lisina digestível para suínos machos do crescimento à terminação
Título(s) alternativo(s): Levels and nutritional plans of digestible lysine for growingfinishing male pigs
Autor(es): Alebrante, Leandro
Primeiro Orientador: Donzele, Juarez Lopes
Primeiro coorientador: Brustolini, Paulo César
Segundo coorientador: Donzele, Rita Flávia Miranda de Oliveira
Primeiro avaliador: Silva, Francisco Carlos de Oliveira
Segundo avaliador: Kiefer, Charles
Abstract: Foi realizado um experimento com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível de suínos machos não castrados em crescimento (54 a 100 dias ou 20 a 60 kg) e de avaliar planos nutricionais de lisina digestível para suínos machos imunocastrados do crescimento à terminação (54 a 155 dias ou 20 a 120 kg). Oitenta suínos machos não castrados, com peso inicial de 19,5 ± 2,6 kg e 54 dias de vida foram distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso composto de cinco tratamentos, oito repetições e dois animais por unidade experimental (baia). As dietas experimentais e a água foram fornecidas à vontade aos animais durante todo o experimento que teve duração de 101 dias (54 a 155 dias). No 100° e 128° dia de vida dos suínos (dias 46 e 74 do experimento, respectivamente), todos os animais foram injetados com 2,0 mL de uma vacina comercial para a castração imunológica de suínos machos não castrados. Aos 100, 128 e 155 dias de vida dos suínos (dias 46, 74 e 101 do experimento, respectivamente), os animais foram pesados e a quantidade de ração fornecida em cada baia (descontadas as sobras e os desperdícios) foi calculada para a determinação do consumo de ração e de lisina digestível, do ganho de peso e da conversão alimentar dos animais em cada período experimental (54 a 100; 54 a 128 e 54 a 155 dias). Aos 100 e 155 dias de vida dos suínos (dias 46 e 101 do experimento, respectivamente), a área e a profundidade de lombo (Longissimus dorsi) bem como a espessura de toucinho foram medidas por meio de ultrassom. O peso de carcaça quente, a quantidade e o rendimento de carne foram medidos no abate (156 dias). Na fase de crescimento (54 a 100 dias), os tratamentos corresponderam aos níveis de lisina digestível de 9, 10, 11, 12 e 13 g/kg, tendo influenciado, de forma linear, a conversão alimentar (P<0,01) e a área de olho de lombo (P<0,05) dos animais. O nível de lisina digestível estimado para mínima conversão alimentar e máxima área de olho de lombo foi de 13 g/kg. Do crescimento à terminação (54 a 155 dias), os tratamentos corresponderam aos planos nutricionais de lisina digestível de 9-8-7, 10-9-8, 11-10-9, 12-11-10 e 13-12-11 g/kg, e foram fornecidos aos suínos, respectivamente, dos 54 aos 100, 100 aos 128 e 128 aos 155 dias. Os planos nutricionais de lisina digestível não influenciaram (P>0,05) o desempenho e os parâmetros de carcaça de suínos machos imunocastrados do crescimento à terminação. Conclui-se que, suínos machos não castrados em crescimento (54 a 100 dias ou 20 a 60 kg) exigem no mínimo 13 g/kg de lisina digestível para melhores respostas de conversão alimentar e área de olho de lombo; e que, o plano nutricional composto pela sequência de dietas contendo níveis de lisina digestível de 9, 8 e 7 g/kg, fornecido, respectivamente, dos 54 aos 100, 100 aos 128 e 128 aos 155 dias, atende as exigências de suínos machos imunocastrados do crescimento à terminação (54 a 155 dias ou 20 a 120 kg).
A trial was carried out aiming to determine the digestible lysine requirement for growing uncastrated male pigs (54 to 100 days or 20 to 60 kg) and to evaluate nutritional plans of lysine for growing-finishing immunocastrated male pigs (54 to 155 days or 20 to 120 kg). Eighty uncastrated male pigs weighing 19.5 ± 2.6 kg and 54 days old were allocated in a randomised block design, with five treatments, eight replicates and two pigs per pen (experimental unit). The experimental diets and water were provided ad libitum to the animals throughout the trial that lasted 101 days (54 to 155 days). At 100 and 128 days old (days 46 and 74 of the trial, respectively), all pigs were injected with 2.0 mL of a commercial vaccine for immunological castration of boars. Pigs were weighed and the amount of feed provided in each pen (discounted leftovers and wastes) was calculated at 100, 128 and 155 days old (days 46, 74 and 101 of the trial, respectively) to determine feed and digestible lysine intake, weigh gain and feed conversion ratio in each experimental period (54 to 100; 54 to 128 and 54 to 155 days old). Pig Longissimus muscle area and depth as well as back fat depth were measured by ultrasound at 100 and 155 days old. Hot carcase weight, meat quantity and meat yield were measured at slaughter (156 days old). In the grower phase (54 to 100 days old), the treatments corresponded to the digestible lysine levels of 9, 10, 11, 12 and 13 g/kg, and influenced linearly, the feed conversion ratio (P<0.01) and the Longissimus muscle area (P<0.05). The predicted level of digestible lysine for minimum feed conversion ratio and maximum Longissimus muscle area was 13 g/kg. In the growing-finishing phase (54 to 155 days old), treatments corresponded to the nutritional plans of digestible lysine of 9-8-7, 10-9-8, 11-10-9, 12-11-10 e 13-12-11 g/kg, and were fed to pigs from 54 to 100, 100 to 128 and 128 to 155 x days, respectively. The nutritional plans of digestible lysine had no effect on the performance, nor on the carcase parameters of growing-finishing immunocastrated male pigs (P>0.05). In conclusion, growing uncastrated male pigs (54 to 100 days or 20 to 60 kg) require at least 13 g/kg of digestible lysine for minimum feed conversion ratio and maximum Longissimus muscle area; and that, the nutritional plan with a sequence of diets containing 9, 8 and 7 g/kg of digestible lysine, fed from 54 to 100, 100 to 128 and 128 to 155 days, respectively, meets the requirements of growing-finishing immunocastrated male pigs (54 to 155 days or 20 to 120 kg).
Palavras-chave: Lisina
Suínos
Crescimento
Terminação
Carcaça
Desempenho
Lysine
Pigs
Growing-finishing
Carcase
Performance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: ALEBRANTE, Leandro. Levels and nutritional plans of digestible lysine for growingfinishing male pigs. 2012. 66 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1819
Data do documento: 29-Nov-2012
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf283,19 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.