Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/18356
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSasaki, Robson Shigueaki
dc.contributor.authorTeixeira, Mauri Martins
dc.contributor.authorFernandes, Haroldo Carlos
dc.contributor.authorMonteiro, Paulo Marcos de Barros
dc.contributor.authorRodrigues, Denílson Eduardo
dc.date.accessioned2018-03-21T11:50:58Z
dc.date.available2018-03-21T11:50:58Z
dc.date.issued2013-07-01
dc.identifier.issn16784596
dc.identifier.urihttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782013000900011
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/18356
dc.description.abstractNo âmbito da tecnologia de aplicação de agrotóxicos, a pulverização eletrostática é um sistema disponível comercialmente, no entanto, pouco empregado, devido à existência de algumas divergências quanto à eficiência desse sistema, razão pela qual o entendimento dessa tecnologia e suas interações com a planta tornam-se necessários. Nesse contexto, objetivou-se avaliar a utilização da pulverização eletrostática na cultura do café quanto à eficiência de deposição e a uniformidade de distribuição da calda de aplicação. Utilizou-se um pulverizador eletrostático, marca Electrostatic Spraying Systems, modelo ESS MBP 4.0. O experimento foi instalado no delineamento de parcelas subsubdivididas (2x3x6), com dois sistemas de pulverização (sistema eletrostático ligado e desligado), três partes da planta (superior, médio e inferior) e seis posições de coleta das folhas, com quatro repetições. Quanto à uniformidade de distribuição, observou-se que houve maior variabilidade na deposição, quando o sistema eletrostático permaneceu ligado, com maior deposição na parte externa do dossel. Os valores de coeficiente de variação para o sistema eletrostático ligado e desligado foi de 40,3 e 33,08%, respectivamente. O sistema eletrostático foi eficiente na pulverização em plantas de café e proporcionou aumento de 37% na deposição da calda de aplicação em relação ao sistema eletrostático desligado.pt-BR
dc.description.abstractIn the scope of the application technology of pesticides, electrostatic spraying is a system commercially available, however, little used because there is some disagreement as to the efficiency of this system, so understanding this technology and its interactions with the plant become necessary. In this context, the aim of this study was to evaluate the electrostatic spraying on coffee as to the deposition efficiency and distribution uniformity of spray. We used an electrostatic sprayer, manufactured by Electrostatic Spraying Systems Co., model ESS MBP 4.0. The experiment was set on split plot design, (2x3x6), with two spraying systems (electrostatic system on and off), three parts of the plant (top, medium and bottom) and six positions of leaves collection, with four replications. As for the distribution uniformity of spray, it was observed there was more variability in the deposition when the electrostatic system remained on, with higher deposition in the outer canopy. The coefficients of variation for the electrostatic system on and off were 40.3 and 33.08%, respectively. The electrostatic spraying system was effective in coffee plants and increased spray deposition of 37% compared to when the electrostatic system was off.en
dc.formatpdfpt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherCiência Ruralpt-BR
dc.relation.ispartofseriesv. 43, n. 9, p. 1605-1609, Setembro 2013pt-BR
dc.rightsOpen Accesspt-BR
dc.subjectTecnologia de aplicação de agrotóxicospt-BR
dc.subjectCafeeiropt-BR
dc.subjectDeposição de gotaspt-BR
dc.titleDeposição e uniformidade de distribuição da calda de aplicação em plantas de café utilizando a pulverização eletrostáticapt-BR
dc.typeArtigopt-BR
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo122,28 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.