Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1838
Tipo: Tese
Título: Proteomic profiles of Longissimus dorsi pig muscle
Título(s) alternativo(s): Perfis proteômicos do músculo Longissimus dorsi de suínos
Autor(es): Toriyama, Erika
Primeiro Orientador: Guimarães, Simone Eliza Facioni
Primeiro coorientador: Pereira, Maria Cristina Baracat
Segundo coorientador: Lopes, Paulo Sávio
Primeiro avaliador: Guimarães, José Domingos
Segundo avaliador: Chizzotti, Mario Luiz
Resumo: The proteomics of porcine skeletal muscle using RNAholder(R) solution was performed to compare the efficiency in tissue preservation in relation to the standard Liquid Nitrogen method. Samples from Longissimus dorsi muscle from three animals of the same genetic group (Landrace x Large White) at five month of age and average weight 81.9 kg were utilized. The analyses were performed based in the 2-dimensional electrophoresis (2-DE) and mass spectrometry. Twelve abundant protein spots which were not significantly different between the methods were select to evaluate the efficiency of identifying proteins. All the protein spots could be equally identified. The results demonstrated that RNAholder(R) solution presented higher number of proteins probably due to better separation. Besides, this solution allows the proteins identification and can be successfully used to preserve protein profiles in porcine muscle in proteomic studies. In other study, proteins from the Longissimus dorsi muscle from the Commercial line and local Brazilian breed Piau were separated by 2- dimensional electrophoresis (2-DE) technology and mass spectrometry. At the protein level, 35 protein spots were significantly different between the two genetic groups. Six spots were overexpressed in Piau breed; two overexpressed in Commercial line; three protein spots were present only in Piau breed and 24 spots were present only in Commercial line. The protein abundance indicated differences between divergent genetic groups in structural proteins, defense, and stress-related proteins. The results suggested that the local breed Piau have oxidative metabolism instead the glycolytic one observed in Commercial line (Landrace x Large White). The use of RNAholder(R) allowed the protein identification, but new investigations in proteomics profiles could provide more information in these breeds.
Abstract: A análise proteômica do músculo esquelético de suínos foi realizada com a utilização da solução de RNAholder(R) para comparar a eficiência na preservação de tecido em relação ao método padrão que utiliza nitrogênio líquido. Foram utilizadas amostras de músculos Longissimus dorsi provenientes de 3 animais do mesmo grupo genético (Landrace x Large White) com 5 meses de idade e média de peso vivo de 81,9 kg. A técnica utilizada foi a de eletroforese em gel bidimensional (2-DE) e espectrometria de massas. Doze spots de proteínas abundantes que não apresentavam diferenças significativas entre os métodos foram selecionados para avaliar a eficiência da ionização no MALDITOF/ TOF. Todos os spots de proteínas puderam ser igualmente identificados. Os resultados demonstraram que a solução de RNAholder(R) apresentou maior número de proteínas provavelmente devido à melhor separação. Além disso, esta solução permite a identificação de proteínas e pode ser usada com sucesso para preservar os perfis de proteínas nos estudos proteômicos de músculos de suínos. Em outro estudo, as proteínas do músculo Longissimus dorsi da linha Comercial e da raça Brasileira Piau foram separadas pela tecnologia de eletroforese em gel bidimensional (2-DE) e espectrometria de massas. Trinta e cinco spots de proteínas apresentaram diferenças significativas entre os dois grupos genéticos. Seis spots foram mais expressos na raça Piau; dois mais expressos na linha Comercial; três proteínas estavam presentes somente na raça Piau e 24 presentes somente na linha Comercial. As proteínas mais abundantes indicaram diferenças entre os grupos genéticos divergentes quanto às proteínas estruturais, defesa celular e proteínas relacionadas ao estresse. Os resultados sugerem que a raça Piau apresenta um metabolismo oxidativo ao invés de glicolítico, como os da linha Comercial (Landrace x Large White). O uso do RNAholder(R) permitiu a identificação da proteína, porém novas investigações de perfis proteômicos podem fornecer mais informações nestes grupos genéticos.
Palavras-chave: Proteomic profiles
Longissimus dorsi
pigs
Perfis proteômicos
Longissimus dorsi
suínos
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::GENETICA E MELHORAMENTO DOS ANIMAIS DOMESTICOS
Idioma: eng
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: TORIYAMA, Erika. Perfis proteômicos do músculo Longissimus dorsi de suínos. 2013. 61 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1838
Data do documento: 27-Mar-2013
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf5,95 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.