Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/18430
Tipo: Artigo
Título: Propagação vegetativa do jequitibá-rosa (Cariniana estrellensis (Raddi) Kuntze) por estaquia
Autor(es): Hernandez, William
Xavier, Aloisio
Paiva, Haroldo Nogueira de
Wendling, Ivar
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo desenvolver uma metodologia para a propagação vegetativa do jequitibá-rosa (Cariniana estrellensis (Raddi) Kuntze), por meio da técnica de estaquia, avaliando-se a sobrevivência e capacidade produtiva das cepas em coletas sucessivas de estacas em jardim clonal. A sobrevivência, o enraizamento, a altura, o vigor e a biomassa radicular e foliar das estacas, em razão da aplicação de diferentes dosagens do regulador de crescimento ácido indolbutírico (AIB) e do tipo de estaca utilizado. O jardim clonal foi constituído de plantas oriundas a partir de mudas de material seminal, com uma densidade de nove plantas por m2, estabelecidas em solo. Foram feitas avaliações quanto ao enraizamento das estacas em dois períodos de tempo diferentes do ano, em casa de vegetação (aos 120 dias), em casa de sombra (aos 140 dias) e em pleno sol (aos 170 dias) após o estaqueamento. A aplicação do AIB não teve efeito na maioria das características avaliadas. No entanto, quanto ao tipo de estaca, as apicais foram as que apresentaram maiores valores para as características estudadas. A sobrevivência das cepas foi de 100% e a produção de brotações mostrou tendência crescente nas coletas sucessivas. Conclui-se que a propagação vegetativa do jequitibá-rosa pela técnica de estaquia é viável, principalmente quando se utilizam estacas apicais, e a aplicação de AIB não mostrou efeitos destacados que indiquem a sua utilização na propagação do jequitibá-rosa pela estaquia.
The present studyaimed to develop a vegetative propagationmethodology for jequitibá-rosa (Carinianaestrellensis (Raddi) Kuntze) by using the technique of cuttings evaluating the survival and productive capacity of the strains in successivecuttings collections in the clonal garden.Moreover, wereevaluated the rooting, height, vigor and root biomass and leaf cuttings due to the application of different dosages of growth regulator (IBA) and type of cutting. The clonal garden was built from plants derived from seedlings coming from seminal material with a density of 9 plants per m2 established directly in the soil. Rootingevaluations were performedin two periods of the year, in a greenhouse (at 120 days), in the shade (at 140 days) and atfull sun (at 170 days), after the establishment. The application of IBA did not influencemost of the evaluated characteristics; however, as for the type of cutting, the apical stumps presented the greatest values for the studied characteristics. The survival of strains was 100% and production of shoots showed a rising trend in successive collections. It is concluded that the vegetative propagation of jequitibá-rosa by cutting technique is feasible, especially when using apical cuttings. IBA application promotedno significant effects, indicating that its use is not necessaryforpropagation by cuttings of jequitibá-rosa.
Palavras-chave: Regulador de crescimento
Enraizamento de estacas
Propagação de plantas
Editor: Revista Árvore
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622013000500018
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/18430
Data do documento: 13-Set-2013
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdfartigo481,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.