Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1846
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorAraújo, Fabiana Lana de
dc.date.accessioned2015-03-26T12:54:52Z-
dc.date.available2013-11-12
dc.date.available2015-03-26T12:54:52Z-
dc.date.issued2011-11-29
dc.identifier.citationARAÚJO, Fabiana Lana de. Performance and energy and protein requirements of Nellore stratified by residual feed intake. 2011. 92 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/1846-
dc.description.abstractForam realizados dois experimentos de abate comparativos envolvendo 40 bovinos Nelore, não castrados, estratificados por consumo alimentar residual com peso corporal médio de 413 kg e idade média de 18 meses, para determinar as exigências líquidas de energia e proteína para mantença e ganho de peso. Foram abatidos 9 animais no início do experimento para determinação da composição corporal inicial. Os animais remanescentes foram aleatoriamente alocados em dois níveis de alimentação: alimentação ad libitum e alimentação restrita (65 g de MS/ kg PV)contendo 80% da matéria seca proveniente da ração concentrada e 20% da matéria seca proveniente do feno de braquiária brizantha. As dietas dos dois anos foram calculadas de forma a serem isoenergéticas e isoprotéicas. O período experimental foi de 112 dias, sendo que os animais eram destinados para o abate quando atingiam 4 mm de espessura de gordura. O trato digestório vazio, órgãos, carcaças, cabeça, couro, cauda, patas, sangue e demais tecidos foram pesados para determinar o peso do corpo vazio (PCVZ). Após terem sido serradas em pedaços menores e terem sido congeladas as partes foram moídas separadamente, homogeneizadas e amostradas para realização das análises químicas. O consumo de matéria seca foi mensurado diariamente e individualmente. Foram analisados dados referentes à carcaça, peso de órgãos e vísceras, ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ), ganho médio diário (GMD), consumo de matéria seca (MS), matéria mineral (MM), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), fibra insolúvel em detergente neutro (FDN), carboidratos não fibrosos (CNF), nutrientes digestíveis totais (NDT), rendimento de cortes primários, proporção de frações comestível, ossos e aparas. Para cálculo das exigências foi utilizado o antilog do intercepto da regressão linear do log da produção de calor (PC) com o consumo de energia metabolizável (CEM) para estimar a exigência líquida de energia para a mantença (ELm, kcal/kg PCVZ0,75/dia). A exigência de energia metabolizável para mantença foi obtida com auxilio do método interativo, assumindo que o requerimento de mantença é o ponto onde o CEMiguala à PC na seguinte equação𝑃𝐶 = 𝛽0 ∗ 𝑒𝛽1∗𝐶𝐸𝑀 . O coeficiente de inclinação da regressão da energia retida no CEM foi adotado como sendo a eficiência de utilização da energia metabolizável para ganho (kg). De maneira alternativa, o intercepto dividido pelo kg foi utilizado para calcular a exigência de energia metabolizável para mantença. A exigência de proteína metabolizável para mantença foi calculada através da equação CPMetm = β0 + β1 ∗ PV, em que 𝛽0 = estimação da exigência de proteína metabolizável para mantença (PMetm); 𝛽1 = eficiência de utilização da energia metabolizável para ganho e PV = peso corporal (kg). Os dados referentes ao consumo, desempenho e composição de carcaça e não carcaça foram analisados segundo delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2x2x2. As exigências nutricionais de energia e proteína foram analisadas utilizando um modelo aleatório considerando o efeito de experimento como efeito aleatório e o nível de alimentação e o grupo de CAR como efeitos fixos. Para o experimento descrito observou-se diferença quanto ao consumo de matéria seca e demais nutrientes dietéticos entre os diferentes grupos CAR, já no que diz respeito ao desempenho animal e composição de carcaça e não carcaça observouse diferença quanto ao nível de alimentação.Não houve diferença para as exigências de energia para mantença e exigência de energia para ganho entre os diferentes grupos de CAR. A exigência de proteína para mantença também não foi observada diferença entre os grupos CAR assim como também para as exigências de proteína para ganho.pt_BR
dc.description.abstractTwo experiments were conducted involving 40 comparative slaughter Nellore steers stratified by residual feed intake with body weight of 413 kg and an average age of 18 months, to determine the net requirements of energy and protein for maintenance and weight gain. Nine animals were slaughtered at the beginning of the experiment to determine initial body composition. The remaining animals were randomly allocated in two levels of feed: fed ad libitum and restricted feeding (65 g DM/kg BW) containing 80% of dry matter from the concentrate diet and 20% of dry matter from the Brachiariabrizantha hay. The diets of the two experiments were calculated to be isocaloric and isonitrogenous. Each experimental period was 112 days, and the animals were destined for slaughter when they reached 4 mm thick fat. The empty digestive tract, organs, carcass, head, leather, tail, feet, blood and other tissues were weighed to determine the empty body weight (EBW). After being sawn into smaller pieces and have been frozen parts were ground separately, mixed and sampled for the chemical analyzes. The dry matter intake was measured daily and individually. Data relating to the carcass, organs and viscera weight gain, empty body weight (EBW), average daily gain (ADG), dry matter intake (DM), mineral matter (MM), crude protein (CP), extract ether (EE), neutral detergent fiber (NDF), non-fiber carbohydrates (NFC), total digestible nutrients (TDN) yield primary cuts, proportion of edible fractions, bones and trimmings. To calculate the requirements we used the antilog of the intercept of the linear regression of log heat production (PC) with energy intake (CEM) to estimate the net energy requirement for maintenance (NEm, kcal/kg PCVZ0,75/day). The metabolizable energy requirement for maintenance was achieved with the aid of the interactive method, assuming that the application for maintenance is the point where the EMF equals the equation𝑃𝐶 = 𝛽0 ∗ 𝑒𝛽1∗𝐶𝐸𝑀 . The slope of the regression equation of retained energy in CEM was adopted as the efficiency of utilization of metabolizable energy for gain (kg). Alternatively, kilograms divided by the intercept was used to calculate the metabolizable energy requirement for maintenance. The requirement of metabolizable protein for maintenance was calculated from the equation CPMetm = β0 + β1 ∗ PV, whereβ0 = estimation of requirement of metabolizable protein for maintenance (PMetm);β1= efficiency of utilization of metabolizable energy for gain and BW = body weight (kg). The data relating to consumption, performance and carcass composition and carcass were not analyzed according to a completely randomized design in a factorial 2x2x2. The nutritional requirements of energy and protein were analyzed using a random model considering the effect of the experiment as a random effect and the level of supply and CAR group as fixed effects. Observed difference in dry matter intake and other dietary nutrients between different groups CAR, already with regard to animal performance and carcass composition and carcass there was no difference in the level of supply. There was no difference in the energy requirements for maintenance and energy requirement for gain between the different groups of CAR. The protein requirement for maintenance also no significant differences between groups for CAR as well as protein requirements for weight gain.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAlimentaçãopor
dc.subjectConsumo alimentarpor
dc.subjectFeedingeng
dc.subjectFeed intakeeng
dc.titleDesempenho e exigências de energia e proteína de bovinos Nelore estratificados por consumo alimentar residualpor
dc.title.alternativePerformance and energy and protein requirements of Nellore stratified by residual feed intakeeng
dc.typeTesepor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6285243158787947por
dc.contributor.advisor-co1Branco, Renata Helena
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7517593380145798por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentGenética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragiculpor
dc.publisher.programDoutorado em Zootecniapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAISpor
dc.contributor.advisor1Queiroz, Augusto César de
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783006P5por
dc.contributor.referee1Detmann, Edenio
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4760013T1por
dc.contributor.referee2Chizzotti, Mario Luiz
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4702813P0por
dc.contributor.referee3Silva, Márcia Maria Cândido da
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4700519H2por
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.