Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1859
Tipo: Tese
Título: Níveis de lisina digestível em rações para galinhas poedeiras leves no período de 24 a 40 e de 42 a 58 semanas de idade
Título(s) alternativo(s): Levels of digestible lysine in diets for laying hens from 24 to 40 and 42 to 58 weeks of age
Autor(es): Pastore, Silvana Marques
Primeiro Orientador: Gomes, Paulo Cezar
Primeiro coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Segundo coorientador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Primeiro avaliador: Vargas Júnior, José Geraldo de
Segundo avaliador: Mello, Heloisa Helena de Carvalho
Abstract: Foram realizados dois experimentos no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa com o objetivo de determinar a exigência de lisina digestível para galinhas poedeiras leves nos períodos de 24 a 40 (experimento 1) e de 42 a 58 semanas de idade (experimento 2). Em cada experimento, foram utilizadas 288 galinhas poedeiras da marca comercial Hy Line W-36 distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com seis níveis de lisina digestível (6,0; 6,6; 7,2; 7,8; 8,4 e 9,0 g/kg), oito repetições e seis aves por unidade experimental (UE). As variáveis avaliadas em cada experimento foram: consumos de ração (g/ave/dia) e de lisina digestível (mg/ave/dia), produção de ovos (%), peso médio dos ovos (g), massa dos ovos (g/ave/dia), conversões alimentares por massa (g/kg) e por dúzia de ovos (dz/kg), pesos de casca (g), gema (g) e albúmen (g) e ganho de peso das aves (g). No experimento 1 houve efeito linear crescente dos níveis de lisina digestível da ração sobre os consumos de ração e de lisina digestível. O modelo Linear Response Plateau foi o que melhor se ajustou aos dados das demais variáveis avaliadas, com exceção dos pesos de casca e de albúmen, que não foram influenciados pelos níveis de lisina da ração. No experimento 2 houve efeito linear crescente dos níveis de lisina digestível na ração sobre o consumo de lisina digestível. Não houve efeito dos níveis de lisina da ração sobre a conversão alimentar por dúzia de ovos nem sobre o peso da casca dos ovos. Para as demais variáveis analisadas, o modelo Linear Response Plateau foi o que melhor se ajustou aos dados. A exigência de lisina digestível de galinhas poedeiras leves no período de 24 a 40 semanas de idade é de 8,48 g/kg e, no período de 42 a 58 semanas de idade, de 7,68 g/kg de ração, valores que correspondem a consumos diários de lisina digestível de 813 mg/ave e 730 mg/ave, respectivamente.
Two experiments were conducted in the Poultry Sector of the Department of Animal Science, Universidade Federal de Viçosa, to determine of digestible lysine requirements for laying hens from 24 to 40 (experiment 1) and 42 to 58 weeks of age (experiment 2). Were used in each experiment, two hundred eighty-eight Hy Line W-36 laying hens were distributed in a completely randomized design with six levels of digestible lysine (6.0; 6.6; 7.2; 7.8; 8.4 and 9.0), eight replicates and six birds per experimental unit (UE). The variables evaluated in each experiment were: feed intake (g/bird/day), digestible lysine intake (mg/bird/day), egg production (%), egg weight (g), egg mass (g/bird/day), feed conversion per egg mass (g/kg), feed conversion per dozen eggs (dz/kg), eggshell weight (g), yolk weight (g) and albumen weight (g) and weight body change (g). In experiment 1 there was linear effects from digestible lysine levels on feed intake and digestible lysine intake. The Linear Response Plateau model there was better adjustment of the data of the other variables evaluated, except on eggshell weight and albumen weight, which were not affected by dietary lysine levels. In experiment 2, there increase in the levels of digestible lysine in the diet linearly improved the digestible lysine intake. There were no effect of levels of digestible lysine in the diet on feed conversion per dozen eggs and on the weight eggshell. For the remaining variables, the Linear Response Plateau model was better adjustment of the data. The digestible lysine requirements of laying hens from 24 to 40 weeks of age is 8.48 g/kg and, in the period 42-58 weeks of age, 7.68 g/kg diet, values that correspond the daily intakes of digestible lysine 813 mg/bird and 730 mg/bird, respectively.
Palavras-chave: Galinhas
Aminoacidos
Desempenho
Qualidade de ovo
Chickens
Amino acids
Performance
Egg quality
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: PASTORE, Silvana Marques. Levels of digestible lysine in diets for laying hens from 24 to 40 and 42 to 58 weeks of age. 2014. 75 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1859
Data do documento: 14-Fev-2014
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf525,05 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.